EDIÇÃO DA SEMANA

Histórias Cariocas

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Um monumento feito de retalhos

historias-cariocas2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Bordadeiras do Complexo da Maré, em parceria com o artista plástico ­Cocco Barçante, criaram no ano passado este Cristo de retalhos, todo de brim e pintado a mão, com quase 2 metros de altura. A partir de segunda-feira (9), a peça estará em destaque na 19ª edição do Senac Rio Fashion Business, mostra de negócios de moda que vai tomar por uma semana as dependências do Jockey Club, na Gávea. Há a expectativa de que a feira receba 70?000 visitantes. O Redentor de tecido reciclado fará parte do painel Sentimentos do Rio, a ser montado no local, que reunirá outras onze obras, entre elas homenagens a bairros como Tijuca, Lapa e Rocinha. Além disso, o evento terá desfiles, fórum de empresários e estandes que vão exibir novos conceitos arquitetônicos para lojas de roupas e acessórios.

Maioridade no Leblon

historias-cariocas4.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Números para exibir o Fellini tem de sobra. São 750 clientes todos os dias. A cada mês, 4 toneladas de frutos do mar passam por seus salões e são usados na confeitaria 500 quilos de farinha de trigo, 600 de açúcar e 200 de leite condensado, mais 720 dúzias de ovos e 400 litros de creme de leite. Mas é um número mais singelo que o restaurante está comemorando: em 2012, faz dezoito anos de vida no Leblon. Para festejar a maioridade, está lançando o livro Uma Receita de Sucesso, com fotos de pratos famosos por ali, como o bobó de camarão e o nhoque de ricota, e de algumas das máscaras de teatro e Carnaval que compõem a decoração da casa. A publicação pode ser comprada a partir do fim do mês no próprio restaurante, por 49 reais.

No embalo das concertinas

historias-cariocas1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara (Cadeg) estará agitado neste sábado e domingo (dias 7 e 8). Shows e uma missa de ação de graças celebrarão meio século de serviços prestados pelo mercado à cidade. Verdadeira instituição do bairro de Benfica, o Cadeg tem como atrações principais o Costelão, com suas carnes na brasa, o arroz de pato do chef Marcelo Barcellos, do Barsa, os artigos da Camisaria Feirante e o badalado cantinho das concertinas ? o acordeão colorido da foto, pequeno no tamanho mas muito ágil no repertório de canções portuguesas que põem os frequentadores para dançar.

Memória da cidade

historias-cariocas3.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Quem viveu a década de 70 no Rio se lembra bem das dunas da Gal, da boate Number One, dos Secos & Molhados no Maracanãzinho e, se forçar um pouco a memória, também de Edy Star. Morando em São Paulo após duas décadas em Madri, onde se apresentava em cabarés, o cantor performático de 72 anos volta à cena com o lançamento em formato CD de seu único disco, Sweet Edy, distribuído pela Som Livre em 1973 e agora pela Joia Moderna ? acima, a foto da capa. São treze faixas, entre elas canções feitas sob encomenda por feras como Roberto Carlos e Caetano Veloso. Na fase áurea, Edy (ex-crooner dos bailes do Scala) tinha suas músicas apresentadas em grande estilo no Fantástico, com direito a balé de apoio e superprodução. Hoje ele roda o país num show ao lado de Maria Alcina.

Futevôlei com a marca X

historias-cariocas5.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Assim ficará a arena de futevôlei a ser montada nas areias em frente ao Copacabana Palace. As obras começam daqui a um mês e no início de março acontece uma espécie de mundial da modalidade, com equipes de quatro jogadores de cada lado. É a segunda edição do evento, agora organizado pela IMX, braço esportivo das empresas de Eike Batista. Em 2011 a competição foi em Ipanema, com o Paraguai como campeão. Além do quarteto guarani, já estão confirmados times da Argentina, Itália e Portugal. Amigos do deputado Romário e do técnico desempregado Renato Gaúcho vão formar duas seleções para representar o Brasil.

Fonte: VEJA RIO