EDIÇÃO DA SEMANA

Histórias cariocas

Fatos e curiosidades sobre o Rio e seus habitantes

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Movimento que vem das ruas

Yosra El-Essawy/Chime For Change/Getty Images
(Foto: Redação Veja rio)

historias-cariocas-quadro.jpg
(Foto: Redação Veja rio)
A exemplo do grafite, a dança de rua ganhou status de arte e invadiu os salões. Ela é tema de um festival que será realizado de 18 a 21 de abril na Estação Leopoldina e no Centro de Movimento Deborah Colker, na Glória. "Vamos promover um grande encontro entre profissionais e amadores", diz Miguel Colker, organizador do evento, ao lado de Bruno Bastos. Estão na agenda cursos, festas e competições, além da apresentação de feras como os gêmeos franceses Les Twins, exímios dançarinos que acompanham a cantora Beyoncé no palco, e o niteroiense Filipi Ursão, que, ao contrário do que o apelido sugere, é um coreógrafo de fama internacional. Para ficar familiarizado com esse universo, confira alguns termos:

Pernadas no bardo

historias-cariocas-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Há mais coisas entre Shakespeare e o berimbau do que supõe a vã filosofia. Que o digam Carlo Alexandre Teixeira, o mestre Carlão, e o inglês Greg Hicks, um prestigiado ator da Royal Shakespeare Company. Eles mostram essa relação no fórum que comemora 450 anos de nascimento do dramaturgo, de quarta (9) a segunda (14), no CCBB. A dupla se conheceu nos anos 90, durante uma aula de capoeira do brasileiro em Londres, onde morou até 2010. Desde então, eles desenvolveram um método que vem levando a ginga daquele jogo para os palcos britânicos, em clássicos do maior autor teatral da história. "Os atores ganham um gestual mais sincopado e ficam mais soltos", diz o mestre, que, ao lado do parceiro, fará uma oficina de MacBeth no seminário carioca.

Dura volta ao passado

Ana Stewart/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Rodado em boa parte no Palácio do Catete, o longa Getúlio foi um desafio para o diretor de arte Tiago Marques. Por se tratar de um imóvel histórico, houve uma série de restrições. Pintar, nem pensar. Para dar o tom sóbrio original do quarto onde o presidente Getúlio Vargas cometeu suicídio, o jeito foi forrar o cômodo com um painel furta-cor. Áreas internas ganharam luminárias de época, e, no jardim, os postes atuais foram trocados por peças antigas. "Foi difícil, mas prazeroso", diz Tiago. Com Tony Ramos como protagonista, o filme tem estreia prevista para 1º de maio.

Um passeio pelo Maraca

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Se as atrações em campo não estão lá essas coisas, uma novidade nos bastidores pode ajudar a levar o torcedor ao Maracanã. Está disponível na Apple Store um aplicativo gratuito para os sistemas iOS e Android que narra uma visita guiada ao renovado estádio. O tour começa pela tribuna de imprensa, de onde se tem uma vista privilegiada do cartão-­postal, passa pela tribuna de honra e pela área vip até descer para os vestiários e, de lá, ao gramado. Dispõe ainda de vídeos, como o do gol 1?000 de Pelé, em 1969, e possibilita que sejam feitas fotos com uma moldura especial do complexo.

Fonte: VEJA RIO