DIVERSÃO

Vira o disco!

Com o vinil voltando à moda, garimpamos as melhores lojas, sites, noitadas para você ouvir o som das bolachas e até oficinas para consertar seu toca disco

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Especializada em vinis, a gravadora Polysom anunciou o lançamento da discografia completa dos Los Hermanos em formato de LP. A caixa inclui os cinco álbuns da banda, com três discos duplos (Bloco do Eu Sozinho, Ventura e Ao Vivo na Fundição) e dois simples (Los Hermanos e 4), que serão lançados até o final do mês de abril. Catorze anos após as gravadoras anunciarem o fim da produção dos vinis no país, eles estão voltando com tudo. "Os jovens descobriram o ritual do disco, que inclui apreciar a capa e reunir os amigos para escutar música", diz Heitor Araújo, dono da Tracks, na Gávea, loja procurada por amantes do jazz, blues e rock.

A modinha já dominou as noitadas cariocas. Integrante do grupo Vinil é Arte, Roberto Correa, o DJ Tuta Discotecário realiza sets com seus bolachões de MPB as segundas no Studio RJ, em Ipanema. No acervo há nada menos que 17 mil LPs. A badalada casa da Zona Sul tem ainda outra festa em que os antigos discos dão as cartas. Trata-se da Ya'ya high-fi, agito gratuito realizado as terças pelo DJ Marcelinho da Lua que, durante a noite, chega a tocar até 40 álbuns de sua coleção, calculada em 5 000 exemplares.

marcelinho.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Músicos e saudosistas passaram a estabelecer um comércio informal de troca e venda de discos. O movimento é mundial e, somente nos Estados Unidos, a venda subiu 40% em 2011, puxado por artistas como Adele, Radiohead e, quem diria, Beatles. O quarteto de Liverpool, aliás, teve o LP mais vendido no último ano, o clássico Abbey Road , com 41 000 unidades comercializadas.

Inicialmente restritos a sebos empoeirados, o LPs conquistaram a atenção até de lojas de departamento, como as Casas Bahia. Hoje é possível comprar vinil e pagar em 12 vezes, ótimo para diluir o alto custo dos importados já que um exemplar do Pink Floyd gravado em Londres nos anos 60 custa 144 reais. Mas quem deseja entrar no universo dos vinis não precisa se preocupar. De uma forma geral, os preços cabem no bolso. Do acervo de 7 000 LPs da Baratos da Ribeiro, metade custa até 9 reais. São eles os protagonistas da Feira do Vinil, organizada pelo sebo, e que terá sua quinta edição feita no Instituto Bennet, no Flamengo, no domingo (6) . "O vinil virou objeto de desejo dos admiradores de música", diz o proprietário do sebo, Maurício Gouveia.

feiravinil.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Onde comprar

Al-Farabi. Sebo instalado em um charmoso casarão datado de 1865, tem em suas estantes 3 000 LPs. Onde: Rua do Rosário, 30/32, Centro, tel. 2233-0879.

Baratos da Ribeiro. Possui 7000 exemplares no acervo, como o raríssimo álbum Muito Prá Frente, do quarteto Sambacana, lançado em 1965 com o então iniciante Milton Nascimento. Custa R$ 190,00 reais. Onde: Rua Barata Ribeiro 354, loja D, Copacabana, tel. 2256-8634. www.baratosdaribeiro.com.br

Harley Discos. Especializada em rock progressivo e hard rock. Onde: Rua Senador Vergueiro, 218, loja 15, tel. 2551-1697. www.halleydiscos.com.br

Sempre Música. Rua Correia Dutra,99, Catete, 2265-6910.

Sherazade Discos. Rua Conde de Bonfim, 346, sala 222 (Galeria Vitrine da Tijuca).

Tracks. Com sua imbatível coleção de jazz, rock e soul, tornou-se referência de música na Zona Sul. Onde: Praça Santos Dumont, 140, Gávea, tel. 2274-7182. Possui ainda perfil no Facebook.

Feira do Vinil. Organizada pela Baratos da Ribeiro, tem sua quinta edição realizada no Instituto Bennet. Vai oferecer Lps, vitrolas e acessórios. Onde: Rua Marquês de Abrantes, 55, Flamengo. Domingo (6 de maio), das 12h às 20h.

Na internet

Casas Bahia. LPs importados e nacionais, divididos em até 10 vezes sem juros aqui.

Tropicália Discos. Acervo impecável de música brasileira, com samba, chorinho, bossa nova, entre outros, assim como jazz, música latina e rock. tropicaliadiscos.com.br

Polysom. Única fábrica de disco do país, fica na Baixada Fluminense e disponibiliza online seus lançamentos, o último deles a discografia completa do Los Hermanos. Há também LPs da Pitty, do Cachorro Grande e clássicos como Secos e Molhados. www.polysom.com.br

Prefiro Vinil. Endereço online que reúne grandes lojas de vinil, entre elas a Baratos da Ribeiro. www.prefirovinil.com.br

Mr. Bongo. Site americano com grance acervo de World Music, lançou recentemente uma versão brasileira. Confira a versão americana e a brasileira.

Mararecords. Um dos preferidos do DJ Marcelinho da Lua, tem 30 000 discos à venda. www.mararecords.com/

Onde ouvir

Locos Hermanos. Rua Henrique Novaes, 71 (Albergue Matriz) Botafogo, tel. 2256-8634. Sexta, 22h. R$ 18,00.

Vinil é Arte e Sururu na Roda. Avenida Vieira Souto, 110 (Studio RJ), Ipanema, tel 2523-1204. Segunda, 20h30, R$40,00.

Ya'ya High Fi. Avenida Vieira Souto, 110 (Studio RJ), Ipanema, tel. 2523-1204. Terça, 23h, Grátis.

Onde comprar e consertar toca discos

Alfamec. Rua Regente Feijó, 54, Centro, tel. 2221-2282

HM Eletro. Avenida Maracanã 987 (Shopping Tijuca), loja 1084-B, tel. 3978-3310.

Megatech. Rua Barata Ribeiro, 370, loja 315, Copacabana, tel. 2236-6391

Fonte: VEJA RIO