Segurança

Forças Armadas encerram ocupação na Maré nesta terça-feira

A partir desta terça-feira (30), 2 500 militares das Forças Armadas passarão o comando da Força de Pacificação do Complexo da Maré para a PM

Por: Redação VEJA RIO - Atualizado em

pacificacao
As tropas, que passam o comando da Maré nesta terça, realizaram 550 apreensões de drogas, 58 de armas e 3 884 munições (Foto: Divulgação/Exército Brasileiro)

Depois de catorze meses de ocupação, as Forças Armadas passam, a partir desta terça-feira (30), o comando da Força de Pacificação da Maré, composta por 140 mil habitantes, à Polícia Militar.

De acordo com dados da Chefia de Operações Conjuntas do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (ECMFA),  do Ministério da Defesa, até a última quarta-feira (24), as tropas federais prenderam 553 adultos e detiveram 254 menores de idade. Além disso, foram realizadas 550 apreensões de drogas e 58 de armas, além de 3.884 munições recolhidas.

Houve ainda a apreensão de 60 veículos, 89 motos e outros 436 materiais diversos. Foram abertos 106 autos de prisões em flagrantes e realizadas 121 detenções por crime militar.

Durante a Operação, foram mobilizados até 3,3 mil militares e foram realizadas doze ações sociais, totalizando 13 000 atendimentos.

Desde o início da Operação São Francisco, em abril do ano passado, a taxa anual de homicídios na região caiu de 21,29 para 5,33 mortes por 100 000 habitantes. A ação foi prorrogada quatro vezes e termina nesta terça-feira o processo de retirada dos homens da Marinha e do Exército.

 

Fonte: VEJA RIO