DIVERSÃO

Festa na favela

Listamos 12 noitadas nos morros da cidade que estão fazendo o maior sucesso entre os cariocas. Divirta-se e curta a vista panorâmica

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

noite-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O morro está dominando o asfalto, pelo menos quando o assunto é diversão. Após a pacificação, festas superdivertidas como o disputado Baile da Favorita, na Rocinha, têm atraído patricinhas e famosos à favela, assim como as pistas de dança no Vidigal, os sambas no Santa Marta e, mais recentemente, as noitadas na Ladeira dos Tabajaras. Só no morro em Copacabana, na quadra Unidos da Villa Rica, acontecem periodicamente seis festas de sucesso, entre elas Do Leme ao Pontal e Bagunça no Morro, que apostam no funk e outros ritmos populares para animar a noite. A média de preço fica em quarenta reais por pessoa, e os ingressos costumam ser vendidos tanto em pontos pré-estabelecidos quanto no site ingressocerto.com. Conheça a seguir os agitos que estão bombando lá no alto, convide os amigos, divirta-se e aproveite para curtir a vista panorâmica do Rio.

Subindo a Ladeira

Depois da primeira edição em agosto deste ano com o cantor Naldo, que foi um sucesso, a festa voltou à Ladeira dos Tabajaras em novembro com a banda Trio Ternura, que tem à frente o ator Thiago Martins nos vocais. O grupo apresentou sucessos novos e antigos e animou a gente que subiu a ladeira atrás de música e diversão. Detalhe: nas festas que acontecem no Tabajaras, há uma van disponibilizada pela produção de cada evento que faz traslado grátis entre a estação do metrô Siqueira Campos e o morro.

Do Leme ao Pontal

O agito aconteceu pela primeira vez em agosto, na Quadra dos Tabajaras, e desde então conquistou seus fiéis. Verdadeira homenagem a Tim Maia, a festa conta sempre com apresentação da banda de samba rock Vitória Régia, que acompanhou o cantor em seus shows (e hoje é residente do evento). A programação traz ainda outras atrações dos mais diversos ritmos, como o DJ Rodrigo Penna, que tocou na última edição. Costuma acontecer na Ladeira dos Tabajaras e outras favelas.

Mistureba

Como o próprio nome anuncia, o evento é um dos mais democráticos, onde todos os ritmos se misturam. Do rock ao samba passando pelo funk, pagode, pop e MPB, a festa já recebeu grandes nomes como Falcão e Loucomotivos, MC Sapão, Bom Gosto, Santa Clara, Trio Ternura e Sambô. Acontece na Ladeira dos Tabajaras e outras favelas.

Sambar & Love

O som de Buchecha invade a pista. Ele, que é um dos maiores ídolos do funk carioca, apresenta sucessos novos como Beyoncezinha e Hot-dog, e coloca a galera para dançar ao som de canções antigas como Nosso Sonho e Só Love. A festa itinerante conta ainda com apresentações de outras bandas e artistas convidados. Durante os intervalos, DJs comandam as pick-ups.

sambarelove.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Bagunça no Morro

Depois de passar pela Boate Praia, na Lagoa, no ano passado, a festa subiu o morro. Após uma temporada na favela do Santa Marta, se mudou para a Ladeira dos Tabajaras, mas continua rolando em vários morros da cidade. Na última edição, em outubro deste ano, foi comandada por Ivo Meireles, MC Marcinho, o grupo de pagode das antigas Sambamor, o bloco funk Carrossel de Emoções e os DJs Panela e Shark.

Nosso Sonho Nunca Vai Terminar

A festa que percorre o Brasil todo e, no Rio, aterrissa na Ladeira dos Tabajaras e outras favelas, tem o nome inspirado na canção Nosso Sonho, do cantor Buchecha. Ele é residente do evento ao lado do DJ Bernardo Malta.

Lamparina

Carinhosamente conhecida como Lampa, a festa que rola no Vidigal é fruto de uma amizade de mais de dez anos. A atriz e produtora Carol Ivancevic, a atriz Mariana Quintão e os compositores e atores Marcello Mello, Pierre e Andre Luiz resolveram apostar em uma festa intimista, onde todo mundo é anfitrião. A cada edição, quatro amigos são convidados a tocar como maestros de pista, os chamados MPs, resultando em uma grande mistura de ritmos. No boca a boca, o evento fez sucesso e tem, hoje, sede fixa: Ruas, Olinto de Magalhães, 51, Vidigal.

LUVidigal

A famosa festa de black music LUV vem lotando as pistas de clubes como o extinto 69, em Ipanema, e a Fosfobox, em Copacabana. No final de 2011, quando a noitada completou três anos, a produtora Nicole Nandes se uniu ao Coletivo Lamparina para levar o badalo ao morro. Nascia a LUVidigal, com os DJs residentes LP, Pachu, MC Marechal ? os mesmos que comandam o som no asfalto.

Morro de Alegria

Uma grande roda de samba no meio da quadra da escola Mocidade Unida do Santa Marta. Assim é a festa com curadoria do jornalista e crítico musical João Pimentel e de Guilherme Studart (autor do guia Rio Botequim) na sessão de petiscos. No fim dos anos 80 e início dos 90, a quadra recebia shows de grandes bambas como Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Walter Alfaiate e Jovelina Pérola Negra. É esse som que a noitada, braço notívago do bloco Spanta Neném, resgata sempre com um convidado especial a cada edição.

Sambinha do Santa Marta

Com mais de 15 edições realizadas na quadra da escola de samba do morro em Botafogo, o evento organizado por André Barros, Bruno Malta e Isaac Mann, figuras experientes da noite carioca, já recebeu super feras como os blocos Imaginô? Agora Amassa!, A Rocha, Samba de Santa Clara, Fica Comigo e atrações como Buchecha, Trio Ternura e DJ Marlboro.

Eu Amo Baile Funk

Com mais de 100 edições já realizadas no asfalto e no morro desde 2005, a festa aposta no funk das antigas com a reunião de DJs e MCs de várias gerações. Entre os convidados que já passaram pelo evento, que já aconteceu na Rocinha, na Ladeira dos Tabajaras e no Fogueteiro, em Santa Teresa, destacam-se Mr. Catra, Tati Quebra-Barraco, MC Sabrina e Stevie B.

Fonte: VEJA RIO