Histórias Cariocas

Festa terá exposição e estúdio de tatuagem sobre o Rio

Histórias e curiosidades sobre o Rio e seus habitantes

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Rio
(Foto: Julia Assis/Divulgação)

Rio de corpo e alma

Inspirada no amor que o carioca sente pela cidade, a festa Rio Porque Tô no Rio realiza sua próxima edição no sábado que vem (4), na Estação Leopoldina, no Centro. Além de contar com duas pistas, uma delas na área externa, haverá exposição do projeto Rio, Eu Tatuo, com fotos de Júlia Assis mostrando gente que carrega na pele o código telefônico daqui, ou o contorno de nosso relevo, ou mesmo o próprio nome da cidade em letras garrafais. Um estúdio estará montado para quem quiser, tal como os três personagens acima, deixar registrado para sempre no corpo esse seu apreço. Essa night já passou por lugares como Alto da Boa Vista, Vidigal e Santa Teresa, e da última vez em que esteve na Leopoldina reuniu cerca de 3 500 festeiros.

Plástico já era

Copo de Alumínio
(Foto: Menos 1 lixo/Divulgação)

Um copo de alumínio de 150 mililitros (19 reais no site menos1lixo.virgula.uol.com.br) é a aposta da empresária Fernanda Cortez, numa campanha sem fins lucrativos, para conscientizar os cariocas com relação à produção de resíduos. Refratária ao rótulo de ecochata, ela acredita que grandes mudanças surgem com atitudes simples. Artistas como Fernanda Paes Leme e Nanda Costa já aderiram à causa e têm o seu. O copo é retrátil, cabe na bolsa e pretende ser uma alternativa ecológica aos descartáveis, de plástico.

Retângulo Histórico

Pedra do Sal
(Foto: Alexandre Macieira/Divulgação)

O nome do passeio é Quadrilátero da Fundação, e seus vértices formam mesmo um trapézio retângulo quase perfeito, no Centro. São três morros ainda visíveis e um quarto, o Morro do Castelo, sumido (desde o início do século passado) por força de reformas urbanísticas. Sobraram dele, no entanto, vestígios como a Ladeira da Misericórdia, uma das primeiras ruas do Rio. É de lá que sai o tour, às 9 horas deste domingo (29), promovido pelo grupo Rolé Carioca (% 2279-4504) e gratuito. Ao lado, a Pedra do Sal, na subida para o Morro da Conceição, também parte do circuito.

Mapa
(Foto: Arte Veja Rio)

3500 Kilos

Isso mesmo, 3 toneladas e meia é o peso perdido, desde 2010, pelos pacientes do Programa de Cirurgia Bariátrica (que reduz o tamanho do estômago) da Secretaria de Saúde do Estado. Não é o único número que vem sendo festejado. Pelas contas do Sistema Único de Saúde (SUS), a quantidade dessas operações vem aumentando 3 000% ao ano. Dos 92 municípios fluminenses, 67 já tiveram moradores atendidos. E justamente uma dona de casa de Cachoeiras de Macacu, no interior, tornou-se, há duas semanas, a paciente 1 000, motivo de comemoração entre os médicos. As intervenções contra a obesidade são realizadas por videolaparoscopia e têm como objetivo, segundo a secretaria, devolver ao convívio social pessoas que já não trabalhavam, com vergonha de comprar roupas e quase sem vida afetiva.

Um belo almoço executivo

Comida
(Foto: Nicolás Ernesto/Divulgação)

Manu Zappa passou anos preparando encontros gastronômicos para seus amigos no apartamento da mãe, no Leblon. Em 2014, deu um salto na carreira de chef ao instalar, numa simpática casa do Jardim Botânico, o Prosa na Cozinha, projeto que virou point de gente de renome na culinária da cidade, como Roberta Ciasca, Nanda De Lamare e Ricardo Lapeyre. Agora o negócio irá além das palestras. Desde a semana passada ela está servindo almoço executivo com pratos elaborados pelo chef Pedro Pecego, mudando a cada semana. Um deles é este salmão marinado no missô, com legumes e molho de ostra. Com entrada, está custando razoáveis 40 reais. É de segunda a sexta, do meio-dia às 15 horas, só para trinta pessoas, pois o lugar é pequeno.

Fonte: VEJA RIO