COTIDIANO

Prefeitura pode decretar feriadão durante a Rio +20

Medida anunciada pelo prefeito, Eduardo Paes, pode criar recesso que valeria entre os dias 20 e 24 de junho e teria como efeito aliviar o trânsito na cidade

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Pedro Kirilos/Riotur
(Foto: Redação Veja rio)

O Rio poderá ter, entre os dias 20 e 24 de junho, um megaferiado de cinco dias. O prefeito Eduardo Paes estuda o recesso que duraria quarta, quinta e sexta, como forma de aliviar o trânsito durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio +20. O evento começa no dia 13 de junho e vai durar 10 dias, sendo que a decisão municipal valeria para os últimos três. De acordo com o Paes, seria uma solução para melhorar o deslocamento dos 100 chefes de Estado que estarão na cidade para participar do evento.

Marcada para comemorar os 20 anos de realização da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Rio-92, a RIO + 20 tem como objetivo discutir a agenda de desenvolvimento sustentável. Também estão em pauta ideias para a transição da economia baseada no consumo de combustíveis fósseis, que contribuem para o aquecimento global, para a economia verde, calcada em fontes renováveis de energia.

Fonte: VEJA RIO