MEMÓRIA DA CIDADE

A ditadura em cartaz

Nos cinquenta anos do golpe militar, galpão na zona portuária recebe exposição de fotos, peça e show que remetem aos anos de chumbo

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Arquivo nacional
(Foto: Redação Veja rio)

Feita no fim dos anos 60, a foto acima não deixa de ser um bem-humorado registro sobre uma época em que qualquer artifício era válido para ludibriar a censura e mandar uma mensagem subliminar. Ela exibe a fachada do Cine Odeon, e o filme em cartaz, A Noite dos Generais, nada tem a ver com o golpe militar brasileiro, que completa cinco décadas nesta segunda-feira (31). Trata-se, na verdade, de uma produção de 1967 com Omar Sharif e Peter O?Toole no elenco e cuja trama se passa na II Guerra. Essa imagem integra uma ampla exposição que ocupa o Armazém da Utopia, na região portuária, até o dia 13 de abril. Além da mostra, que se espalha por quatro ambientes e 48 telões, há uma série de atrações que remetem ao período dos anos de chumbo. "O objetivo é mostrar o ambiente cultural e político daquela época", diz o diretor de teatro, cinema e TV Luiz Fernando Lobo, idealizador do evento. A programação inclui a montagem da peça Sacco e Vanzetti, sobre uma dupla de imigrantes italianos condenados injustamente nos Estados Unidos, e uma recriação do show Opinião, outro libelo do movimento de resistência à ditadura. No palco, Camilla Costa, Renato Brás e Maurício Tizumba fazem as vezes de Nara Leão, João do Vale e Zé Kéti, integrantes originais do elenco. Está prevista ainda a exibição de documentários.

Reprodução
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO