COTIDIANO

Evento debate Cultura Livre na Caixa Cultural

Em sua quinta edição, ciclo de palestras e oficinas Copyfight traz discussões sobre a propriedade intelectual na arte, tecnologia e sociedade

Por: Thaís Meinicke - Atualizado em

divulgacao.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A partir desta terça (29), a Caixa Cultural, no Centro, promove o ciclo de debates e oficinas Copyfight. Em sua quinta edição, o evento, que acontece até sexta (1º), abordará novas perspectivas sobre cultura livre. Entre os nomes que participam das discussões estão os músicos e compositores Marcelo Yuka e Leoni, o co-fundador da rede de Centro de Mídia Independente (Indymedia) no Brasil, Pablo Ortellado, e Felipe Fonseca, co-fundador da rede MetaReciclagem. As mesas de debate acontecem sempre às 18h30 e têm entrada gratuita.

O Copyfight também contará com uma oficina de experimentações artísticas e midiáticas com tecnologias livres e abertas, que será realizada às 14h, durante os quatro dias do evento. As inscrições antecipadas podem ser feitas pelo site copyfight.me/inscricoes.

Realizadas em 2010, no Pontão de Cultura Digital da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), as atividades do Copyfight são consideradas, hoje, referência nos estudos sobre cultura livre, direito autoral e propriedade intelectual no século XXI, não só no Brasil, como no exterior. A pesquisa de perfil do público mostra ainda dezenas de pessoas interessadas em países como EUA, França, Uruguai, Chile, Itália, entre outros.

Confira abaixo a programação completa:

Terça (29):

Coautores. Um debate aberto sobre autoria, licenciamento e produção cultural em tempos de uploads e downloads.

Debatedores: Leoni e Marcelo Yuka (músicos), Thiago Novaes e Miguel Said (pesquisadores)

Quarta (30):

Redes.br: A cultura digital foi devorada, deglutida e hoje é expressa em uma infinidade de práticas no Brasil. Rumo à descolonização tecnológica e cultural, eis a digitofagia das mídias.

Debatedores: Dudu de Morro Agudo (rapper e criador do Movimento Enraizados), Felipe Fonseca (pesquisador e co-fundador da rede MetaReciclagem), Jaborandy Yandê (produtor cultural da Rede de Comunicação Indígena Índios Online) e Pablo Meijueiro (artista gráfico do coletivo Norte Comum).

Quinta (31):

Mega.eventos: Uma reflexão coletiva sobre transformações urbanas e aproximações entre arte, mídia e política.

Debatedores: Alexandre Mendes (professor participante da rede internacional Universidade Nômade), João Roberto Lopes (professor e co-fundador e coordenador do Instituto Mais Democracia), Pablo Ortellado (professor e co-fundador da rede do Centro de Mídia Independente - Indymedia - no Brasil) e Victor Ribeiro (cineasta e radialista).

Sexta (1º):

Bio.tecnologias: Da ciência das erveiras e dos xamãs à construção de ambientes sustentáveis em espaços urbanos e rurais. Quais os desafios para a construção de biotecnologias baseadas na autonomia e em conhecimentos comuns?

Debatedores: Giuseppe Cocco (professor), Cinthia Mendonça (co-idealizadora do projeto Nuvem), Aderbal Ashogun (fundador da Rede AfroAmbiental) e Sarita Albagli (pesquisadora e autora do livro Geopolítica da biodiversidade).

A Caixa Cultural fica na Avenida Almirante Barroso, 25, Centro. Os debates têm entrada gratuita, com retirada de senha uma hora antes do evento, por ordem de chegada. Mais informações pelo telefone: 3980-3815.

Fonte: VEJA RIO