DIVERSÃO

Fique ligado

Onze espetáculos teatrais e quatro exposições desembarcam no Rio neste fim de semana. Nos cinemas, duas pré-estreias e cinco estreias agitam as salas da cidade. Aproveite também para conferir uma peça e sete mostras que encerram suas temporadas. Programe-se!

Por: Louise Peres - Atualizado em

CINEMA

argo-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

PRÉ-ESTREIAS

AMANHECER - PARTE 2, de Bill Condon (Breaking Dawn Part 2, EUA, 2012). Iniciada com Crepúsculo, em 2008, a série de romance chega à retal final depois de quatro longas-metragens. O filme anterior terminou com o nascimento do bebê de Bella (Kristen Stewart) e do vampiro Edward (Robert Pattinson). Agora, o clã dos Cullen, do qual Edward faz parte, precisa proteger a criança dos inimigos (115min). 14 anos. Dublado: Cinemark Botafogo 3, Cinemark Carioca 5, Cinemark Downtown 11, Iguatemi 1, 2, 3 e 4, UCI New York City Center 4, 13 e 17, UCI Kinoplex NorteShopping 1, 2, 10. Legendado: Cinemark Botafogo 4 e 5, Cinemark Downtown 4 e 8, Cinépolis Lagoon 1, Kinoplex Fashion Mall 1 e 2, Kinoplex Leblon 2, 3 e 4, Kinoplex Tijuca 1, 2, 4, 5 e 6, Leblon 1, Rio Sul 1 e 2, Roxy 2, São Luiz 2 e 3, UCI New York City Center 4 e 8, UCI Kinoplex NorteShopping 1, 4, 5 e 6, Via Parque 2.

E AGORA, AONDE VAMOS?, de Nadine Labaki (Et Maintenant on Va Où?, França/Líbano/Egito/Itália, 2011). Em seu segundo longa como diretora, a libanesa (que também assina o roteiro e atua no filme) aborda questões ligadas à religião. A comédia dramática se passa em uma aldeia no Líbano, país natal da cineasta, onde muçulmanos e cristãos ortodoxos vivem um eterno embate por causa de suas diferenças. Muitos dos jovens do lugarejo morreram nesses conflitos. Para evitarem que os homens briguem, as mulheres da comunidade se unem um dos planos é fazer com que eles ingiram haxixe para relaxar (110min). 14 anos. Estação Vivo Gávea 1.

ESTREIAS

✪✪✪✪ ARGO, de Ben Affleck (Argo, EUA, 2012). Inspirado em caso real, o thriller mostra a execução de um plano de um agente da CIA. Em 1979, Tony Mendez (papel do diretor Ben Affleck) é convocado para resgatar seis americanos refugiados na casa do embaixador canadense em Teerã. A ideia dele é se infiltrar no país disfarçado de produtor de cinema para retirar de lá seus conterrâneos (120min). 14 anos. Cinemark Botafogo 3, Cinemark Downtown 5, Cinépolis Lagoon 4, Cinesystem Ilha Plaza 3, Espaço Itaú de Cinema 2, Espaço Rio Design 3, Estação Vivo Gávea 5, Kinoplex Fashion Mall 1 e 2, Kinoplex Leblon 3, Roxy 3, São Luiz 1, UCI New York City Center 6.

✪✪✪ HISTERIA, de Tanya Wexler (Hysteria, Inglaterra/França/Alemanha/Luxemburgo, 2011). Na Londres de 1880, o jovem doutor Mortimer Granville (Hugh Dancy) é demitido de um hospital por advogar pelas causas dos carentes. Ele tem um ímpeto populista, mas só consegue emprego como assistente do médico Robert Dalrymple (Jonathan Pryce), um especialista em, literalmente, dar prazer às mulheres endinheiradas. Tendo por base que suas clientes sofrem de histeria, Dalrymple arranjou um jeito de acalmá-las. Detalhe: o processo consistia em masturbá-las. Por Granville ser bem mais novo e atraente, a clientela cresceu do dia para a noite. Sem ir além na trama, vale dizer que o assunto central vai tratar da invenção do vibrador. O tema da comédia inglesa poderia descambar para algo vulgar, mas a desconhecida diretora americana Tanya Wexler resolve a parada com tato e discrição, amparada numa formidável recriação de época. Maggie Gyllenhaal interpreta a filha rebelde de Dalrymple que, ao contrário da caçula, dedica sua vida a ajudar os pobres (100min). 14 anos. Estreou em 9/11/2012. Estação Sesc Barra Point 1, Estação Sesc Rio 2, Estação Vivo Gávea 4, UCI New York City Center 8 e 9.

✪ MARCADOS PARA MORRER, de David Ayer (End of Watch, EUA, 2012). Quem já viu algum episódio do programa de TV Polícia 24 Horas vai notar semelhanças. O drama policial começa com Brian Taylor (Jake Gyllenhaal) e Mike Zavala (Michael Peña) perseguindo dois bandidos. Numa troca de tiros, os criminosos são mortos. Os tiras são afastados das ruas por um tempo e retornam para vigiar um dos bairros mais violentos de Los Angeles. Para dar um toque original, Taylor passa a carregar uma câmera para registrar seu cotidiano e o do parceiro vêm daí as imagens trepidantes e o clima de cinema-verdade. Além dos registros que enfocam ocorrências pesadas que nunca são concluídas, o roteiro busca batidos clichês para dar certa dramatização à trama. Enquanto Zavala vem de uma zelosa família mexicana, Taylor tenta firmar um namoro com a personagem de Anna Kendrick. Quando os protagonistas decidem investigar a rotina de traficantes, o título do longa-metragem passa a fazer sentido (109min). 14 anos. Estreou em 9/11/2012. Cinemark Carioca 4, Cinemark Downtown 3 e 9, Kinoplex Tijuca 2, Rio Sul 4, UCI New York City Center 7 e 14, UCI Kinoplex NorteShopping 3.

PEIXONAUTA -- AGENTE SECRETO DA O.S.T.R.A., de Célia Catunda e Kiko Mistrorigo (Brasil, 2012). Sucesso no Discovery Kids, o desenho animado ganha um longa-metragem com momentos aproveitados da série de TV. Na trama, Peixonauta, um peixe vestido de astronauta, tem de cumprir sete missões para ser promovido a agente secreto. Entre os desafios, estão ajudar um pinguim perdido em praias tropicais e utilizar a energia gerada por uma roda-d?água (92min). Livre. Estreou em 9/11/2012. Estação Vivo Gávea 3, Iguatemi 1, UCI New York City Center 2.

✪✪ VIRANDO BICHO, de Silvia Fraiha e Alexandre Carvalho (Brasil, 2012). Com uma estrutura narrativa que lembra o programa Profissão Repórter, o documentário seguiu seis estudantes durante 2010. Os personagens são três moças e dois rapazes de São Paulo, além de uma jovem do Rio de Janeiro. De classes sociais distintas, eles tentam entrar na universidade. O filme cobre desde as aulas no cursinho até o sufocante momento de saber o resultado do vestibular. Extraindo-se os momentos pessoais (onde moram, de qual cidade são, como chegam para assistir às aulas), que pouco acrescentam ao enredo, o filme traz à tona assuntos oportunos entre eles a discussão da cota racial. Há ainda depoimentos bacanas de Dráuzio Varella e Heródoto Barbeiro, ex-professores de cursinho (75min). Livre. Estreou em 9/11/2012. Cine 10 Sulacap 1, Cinesystem Bangu 2, Cinesystem Recreio 3, Cinesystem Via Brasil 5, Espaço Itaú de Cinema 5.

TEATRO

edipo-rei.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

ESTREIAS

CAFÉ COM TORRADAS, de Gero Camilo. Apresentado inicialmente em 2006, em São Paulo, o monólogo cômico põe o ator Marcello Airoldi como um homem perdido em seu próprio individualismo. Enquanto espera a vez em uma fila, o personagem relata seu drama. Esta é uma das peças que o ator apresenta no mesmo palco -- a outra é Um Segundo e Meio. Direção do próprio Marcello Airoldi (45min). 14 anos. Caixa Cultural -- Teatro de Arena (226 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. → Quinta, 20h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes do espetáculo. Até dia 15. Estreia prometida para quinta (8).

CALANGO DEU! -- OS CAUSOS DE DONA ZANINHA, de Suzana Nascimento. Inspirada pelo arquétipo de senhoras interioranas que são ao mesmo tempo religiosas e fofoqueiras, a autora concebeu este monólogo cômico estrelado por ela própria. Entre um pedaço de broa e outro, a atriz conta histórias da sua terra. Direção de Isaac Bernat (80min). 18 anos. Teatro Café Pequeno (100 lugares). Avenida Ataulfo de Paiva, 269, Leblon, ☎ 2294-4480. Sábado e domingo, 20h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 16h (sáb. e dom.). Até 9 de dezembro. Estreia prometida para sábado (10).

ECLIPSE TOTAL: RIMBAUD E VERLAINE, adaptação de Rubens Lima Jr. a partir da obra de Christopher Hampton. O autor britânico, responsável pelo roteiro do filme Ligações Perigosas (1988), com Glenn Close e John Malkovich, assina o drama que serve de base para esta montagem. Eder Faversani, Anthero Montenegro, Sabrina Miragaia, Jalusa Barcellos e Rubens de Araújo integram o elenco. Em cena estão os poetas franceses Arthur Rimbaud e Paul Verlaine, apresentados no período em que o primeiro foi apadrinhado pelo segundo. A admiração mútua entre os dois acabou culminando num relacionamento amoroso. Direção do adaptador (100min). 16 anos. Cultura Laura Alvim -- Porão (70 lugares). Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2016. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 16h (qui. a dom.). Até 23 de dezembro. Estreia prometida para sexta (9).

ÉDIPO REI, adaptação da obra de Sófocles. Nesta montagem da tragédia grega, Gustavo Gasparani vive Édipo, e Eliane Giardini, de volta aos palcos após cinco anos, interpreta Jocasta. Amir Haddad, Rogério Fróes, César Augusto, Fabianna de Mello e Souza, Pietro Mario Bogianchini, Johnny Luz, Nina Malm e Louise Marrie completam o elenco, que é escoltado pelos percussionistas Murilo O?Reilly e Felipe Antello. Direção de Eduardo Wotzik (80min). 16 anos. Espaço Sesc -- Teatro de Arena (240 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-1088. Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Até 23 de dezembro. Estreia prometida para quinta (8).

PRIMEIRO AMOR, de Samuel Beckett (1906-1989). Publicado em 1970, o texto do autor irlandês apresenta um personagem que, expulso de casa após o falecimento do pai, passa a vagar por túmulos, ler epitáfios e a esperar pelo momento de sua própria morte. Em suas andanças, ele encontra uma prostituta e conhece o amor -- que, para a sua surpresa, só se manifesta na ausência da mulher. Ana Kfouri estrela o monólogo dramático. Direção de Antonio Guedes (50min). 14 anos. Teatro Poeirinha (60 lugares). Rua São João Batista, 104, Botafogo, ☎ 2537-8053. Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). IC. Até 23 de dezembro. Estreia prometida para quinta (8).

UM SEGUNDO E MEIO, de Marcello Airoldi. O próprio autor estrela o monólogo dramático, que estreou em 2008. No enredo, um homem caminha 3000 quilômetros para assassinar um outro. Durante o trajeto, ele relembra acontecimentos importantes da sua vida e tenta entender a questão da morte. Trata-se de um dos espetáculos que o ator apresenta no mesmo teatro -- o outro é Café com Torradas. Direção de Antonio Januzelli (50min). 14 anos. Caixa Cultural -- Teatro de Arena (226 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. → Sexta e sábado, 20h; domingo, 19h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes do espetáculo. Até dia 18. Estreia prometida para sexta (9).

TAMBÉM QUERIA TE DIZER -- CARTAS MASCULINAS, de Martha Medeiros. Correspondências extraídas do livro Tudo que Eu Queria Te Dizer, de Martha, são compiladas neste monólogo dramático, o primeiro da carreira do ator Emilio Orciollo Netto. Em primeira pessoa, ele relata experiências de seis homens, abrangendo visões sobre temas como culpa, traição, sexo, aborto e morte. Direção de Victor Garcia Peralta (60min). 12 anos. Midrash Centro Cultural (50 lugares). Rua General Venâncio Flores, 184, Leblon, ☎ 2239-1800. Sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 18h (sáb. e dom.). Até 27 de janeiro. Estreia prometida para sábado (10).

REESTREIAS

AMORES SURDOS, de Grace Passô. Apresentado pela primeira vez no Festival de Curitiba de 2006, o drama do grupo Espanca!, de Belo Horizonte, gira em torno de uma família composta por um pai ausente, uma mãe zelosa e três filhos -- o caçula com problemas respiratórios. Alienados pela rotina, eles têm dificuldades de perceber a situação. No elenco, Assis Benevenuto, Gustavo Bones, Marcelo Castro, Mariana Maioline e a autora, Grace Passô. Direção de Rita Clemente (60min). 12 anos. Centro Cultural Banco do Brasil -- Teatro III (120 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a domingo, 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua. a dom.). Até dia 25. Restreia prometida para quarta (7).

HOLOCLOWNSTO, de Marcela Rodrigues e Natalie Rodrigues. O espetáculo da companhia teatral Troupp Pas d?Argent leva seis palhaços ao palco. As autoras se juntam a Carolina Garcês, Zoatha Davi, Lilian Meireles e Orlando Caldeira para encenar a tragicomédia clown ambientada no Holocausto. Eles são seis prisioneiros que se conhecem no vagão de um trem com destino desconhecido. Lutando por comida e contra o frio, eles transformam o espaço num campo de batalha. Direção de Marcela Rodrigues (70min). 12 anos. Teatro Maria Clara Machado (128 lugares). Rua Padre Leonel Franca, 240 (Planetário da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7722. Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 15h (sex. a dom.). Até 2 de dezembro. Reestreia prometida para sábado (10).

LAR LONGE LAR, de Miriam Halfim. Produção da Cia. Poeira de Teatro, a comédia dramática aborda com leveza o complicado processo de imigração de uma família de judeus poloneses para a América do Sul entre os anos 20 e 30, a fim de fugir da grave crise econômica em seu país. No palco, Nina Reis, Diego Araújo, José de Ipanema, Raquel Tamaio, Nelson Yabeta e Rafael Ferrão encenam uma trama que reconstitui o episódio real que marcou a infância da comediante Berta Loran, agora com 86 anos. Curiosidade: na criativa trilha de Warley Goulart há uma gravação em hebraico de Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira). Direção de Gilberto Gawronski (70min). 12 anos. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2543-5411. → Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 40,00. Bilheteria: 16h/21h (ter. a qui.); a partir das 16h (sex. a dom.). IC. Até 16 de dezembro. Reestreia prometida para sexta (9).

ÚNICAS APRESENTAÇÕES

TIO VÂNIA (AOS QUE VIEREM DEPOIS DE NÓS), de Anton Tchekov (1860-1904). Comemorando seus trinta anos, o Grupo Galpão, de Belo Horizonte, exibe esta montagem do célebre drama do autor russo. À frente do elenco de sete atores, Antonio Edson interpreta o papel-título dessa peça ambientada em uma decadente propriedade rural russa no fim do século XIX. Na história, ele descobre, com quase 50 anos de idade, que sempre desempenhou um papel irrelevante na vida. Direção de Yara de Novaes (90min). 12 anos. Teatro Dulcina (429 lugares). Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro, ☎ 2240-4879, ? Cinelândia. → Sábado (10) e domingo (11), 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ CUCARACHA, de Jô Bilac. Leia em Veja Rio Recomenda. Direção de Vinícius Arneiro (70min). 18 anos. Estreou em 12/10/2012. Centro Cultural Banco do Brasil -- Teatro II (158 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quinta a domingo, 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (qui. a dom.). Até domingo (11).

EXPOSIÇÕES

ESTREIAS

ISABELA FRANCISCO. O corpo é a principal inspiração da individual da artista plástica, que ocupa o 2º andar do Centro Cultural Justiça Federal. Des&encontros reúne dezenove telas de tamanhos variados e 24 desenhos em caixas de acrílico. As obras dialogam com as de Jackson Pollock e incorporam propostas estéticas de artistas como Yves Klein e Ana Mendieta. Curadoria de Marcus Lontra. Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 16 de dezembro. A partir de terça (6).

O FAROL E O MAR. Amigos desde 1992, os artistas Raimundo Rodriguez e Deneir de Souza remontam no Parque das Ruínas o trabalho que exibiram no evento Sesc Rio Noites Cariocas, no Píer Mauá, em 2011. Composta de 26 hélices em movimento, a instalação remete ao balanço do mar. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2215-0621. Terça a domingo, 8h às 18h. Grátis. Até 20 de dezembro. A partir de quarta (7).

LUIZ ERNESTO. Após cinco anos sem uma mostra individual, período no qual participou da coletiva Europalia, em Bruxelas, o artista apresenta Pintura Muda. As dez obras nada convencionais do professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage são criadas a partir de fotografias de objetos do dia a dia, como botões e copos. As imagens são trabalhadas com resina e pigmentos sobre placas de fibra de vidro. R$ 17?000,00 a R$ 30?000,00. Galeria Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 8 de dezembro. www.silviacintra.com.br. A partir de sexta (9).

TIAGO RIVALDO. Na primeira individual do gaúcho no Rio, batizada como Eu e Outros Nós, ele exibe um conjunto de vídeos e fotografias de suas performances ao longo dos últimos dez anos. Galeria de Arte Ibeu. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690, 2º andar, Copacabana, ☎ 3816-9473. Segunda a sexta, 13h às 19h. Grátis. Até dia 30. A partir de quarta (7).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪✪ ADIR BOTELHO. Um dos episódios mais sangrentos da história do Brasil, a Guerra de Canudos, ocorrida em 1896 e 1897, serviu de inspiração para diversas criações artísticas ? a mais famosa delas é o livro Os Sertões, de Euclides da Cunha. Gravurista conceituado, o carioca Adir Botelho também bebeu nessa fonte, como revela a mostra Barbárie e Espanto em Canudos. São exibidos 142 expressivos trabalhos criados entre 1978 e 2001, divididos em duas séries que nunca haviam sido apresentadas completas ao público. Em Canudos, 120 xilogravuras ora evocam violência e desespero, ora aludem a religiosidade e cenas do cotidiano sertanejo. Feitos com carvão, 22 desenhos compõem Agonia e Morte de Antônio Conselheiro. Nessa lista, impressiona a densidade do traço, responsável pelo efeito palpável de profundidade obtido nas imagens. Caixa Cultural ? Galeria 3. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até domingo (11). www.caixacultural.com.br.

AOLEO E CLAIRE DE SANTA COLOMA. Com curadoria de Antonia Gaeta, a coletiva A Ordem Complexa reúne fotografias do carioca AoLeo e uma instalação de Claire, argentina radicada atualmente em Lisboa. Preços sob consulta. Progetti. Travessa do Comércio, 22, Centro, ☎ 2221-9893. Terça a sábado, 12h às 18h. Grátis. Até sábado (10). www.progettirio.com.

CECÍLIA RIBAS. Pela primeira vez, a escultora e ceramista apresenta uma individual. Intitulada O Abstrato Geométrico, reúne dezessete telas coloridas, criadas especialmente para a exposição. Como o próprio nome sugere, os trabalhos, feitos com óleo sobre tela e técnica mista, têm como característica os traços geométricos e a linguagem abstrata. No acervo, estão ainda seis esculturas de bronze e uma em terracota. R$ 1?000,00 a R$ 9?500,00 Marly Faro Galeria de Arte. Rua Aníbal de Mendonça, 221, Ipanema, ☎ 2259-9417. Segunda a sexta, 12h30 às 19h; sábado, 9h às 13h. Grátis. Até sábado (10).

✪✪✪ LEONARDO RAMADINHA. Na individual Aquilo que Habita em Mim, o fotógrafo carioca mostra 25 trabalhos produzidos nos últimos dez anos. Impressiona o jogo de iluminação que ele usa em suas imagens, como em O Silêncio que Habita em Mim, em que escureceu todo o fundo do mar para destacar apenas um peixe. O acervo conta ainda com dois backlights inéditos. Marco Antonio Portela é o responsável pela seleção. R$ 7?000,00 a R$ 15?000,00. Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaribe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 14h. Grátis. Até sábado (10). www.lucianacaravello.com.br.

✪✪✪ PATRICIA THOMPSON. Em City Lights, que ocupa o dois andares da galeria, a artista cria um ambiente escuro, iluminado através de oito backlights com fotografias feitas em Nova York nos últimos dois anos. Em Like Tokyo, a artista exibe um edifício clicado à noite. Assim, ao ligar a obra na tomada, o espectador fica com a impressão de que as luzes do prédio se acenderam. Completam a mostra oito fotos de ambientes urbanos. R$ 4?000,00 a R$ 15?000,00. Huma Art Projects. Rua Alfredo Chaves, 56, Humaitá, ☎ 2535-3395. Terça a sábado, 11h às 18h. Grátis. Até sábado (10). www.huma.art.br.

✪✪ SOMBRAS. Dono da extinta Petite Galerie, uma das casas pioneiras no mercado de arte brasileiro, Franco Terranova lança Sombras, um livro de poemas ilustrado por 71 artistas de seu círculo de amizade. Os trabalhos desses convidados, junto com os poemas de Terranova, são apresentados na exposição. Entre os presentes estão nomes do quilate de Anna Bella Geiger, Cildo Meireles, Abraham Palatnik, Nelson Leirner, Waltercio Caldas, Luiz Aquila e Wesley Duke Lee. Artistas sem dúvida expressivos, mas cujas obras são desvalorizadas pela montagem um tanto amontoada. Sem contar que alguns dos poemas aparecem impressos sobre os trabalhos. Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 2240-4944. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até domingo (11).

TABLADO EM CARTAZ. Criado por Maria Clara Machado (1921-2001), o teatro-escola O Tablado ganha uma exposição com vasto acervo iconográfico. Cartazes, ví­deos e fotografias integram a mostra. Curadoria de Julieta Sobral e João de Souza Leite. Caixa Cultural ? Grande Galeria. Avenida República do Chile, 230, Centro, ☎ 2262-8152, ? Carioca. Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. Grátis. Até domingo (11).

Fonte: VEJA RIO