DIVERSÃO

Fique ligado

Onze espetáculos teatrais e cinco exposições desembarcam no Rio neste fim de semana. Nos cinemas, três pré-estreias e sete estreias agitam as salas da cidade. Aproveite também para conferir outras cinco peças e quatro mostras que encerram suas temporadas. Programe-se!

- Atualizado em

CINEMA

fique-ligado-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

PRÉ-ESTREIAS

✪A ARTE DA CONQUISTA, de Gavin Wiesen (The Art of Getting By, EUA, 2011). Freddie Highmore era um bom ator mirim que brilhou em filmes como Em Busca da Terra do Nunca (2004), A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005) e O Som do Coração (2007). Hoje com 20 anos, virou um mocinho desengonçado e sem charme. Protagonista desse drama arrastado, Highmore, para seu azar, pegou um papel nada carismático. Ele interpreta George, um estudante virgem de Nova York que só pensa na morte e, deprimido e niilista, não tem amigos nem namorada. Em resumo: o cara é um chato. George, porém, acaba encontrando na colega de escola Sally (Emma Roberts, de Pânico 4) sua alma gêmea. Os papos e encontros vão ficando cada vez mais constantes e ele parece sair de seu mundinho. A situação fica ainda melhor quando, craque em desenhos, ele descola um artista plástico como mentor (papel de Michael Angarano). Até o desfecho, extremamente previsível, há muita enrolação e poucas situações aproveitáveis (83min). 12 anos. Cinemark Downtown 5, UCI New York City Center 9.

O GATO DO RABINO, de Antoine Delesvaux e Joann Sfar (Le Chat du Rabbin, França/Áustria, 2011). Vencedora do César (o Oscar francês) de melhor animação, a fita se passa na Argélia da década de 20. Na casa do rabino Sfar vivem um papagaio e um gato. Certo dia, o felino engole a ave, começa a falar e se empenha em converter-se ao judaísmo (100min). Estação Vivo Gávea 4.

PROCURA-SE UM AMIGO PARA O FIM DO MUNDO, de Lorene Scafaria (Seeking a Friend for the End of the World, EUA/Singapura/Malásia/Indonésia, 2012). Comédia dramática. A aproximação de um asteroide da Terra causa a separação de Dodge (Steve Carell) de sua mulher. Decidido a reencontrar um amor da adolescência antes do fim do mundo, o protagonista põe o pé na estrada. A vizinha, interpretada por Keira Knightley, o acompanha na empreitada (101min). Cinemark Botafogo 1, Cinemark Downtown 6, Kinoplex Leblon 2.

ESTREIAS

✪ AMOR EM PEDAÇOS, de Pau Balagué e outros doze diretores (Puzzled Love, Espanha, 2010). Treze estudantes de cinema, já se achando diretores e roteiristas, decidiram unir as forças para rodar este romance em Barcelona. A bela cidade de Gaudí pouco aparece, já que quase toda a história se desenrola entre quatro paredes. Durante treze meses, a americana Sun (Saras Gil) e o espanhol vindo de Mallorca Lucas (Marcel Borràs) vão dividir um apartamento com mais dois espanhóis. No início, eles se estranham e se detestam. A inimizade, porém, logo vira amor. Cada "cineasta" ficou responsável por filmar um mês da vida do casal. Embora o ponto de partida seja original, o resultado decepciona. Nem os atores nem seus personagens convencem e, pior, a direção pasteurizada evidencia a imaturidade profissional da turma (84min). 16 anos. Estreou em 17/8/2012. Estação Vivo Gávea 4.

✪ CORAÇÕES SUJOS, de Vicente Amorim (Brasil, 2011). O diretor errou na abordagem do nazismo em Um Homem Bom (2008) e também derrapa nesse drama, livremente inspirado no livro homônimo de Fernando Morais. Também um filme de época, traz uma trama ambientada no interior de São Paulo, em 1946. Numa colônia japonesa, os imigrantes têm certeza de que seu país ganhou a II Guerra -- a vitória dos Estados Unidos, segundo eles, seria apenas propaganda americana. Reprimidos com violência pela polícia local, os orientais se reúnem para dar o troco e castigar os conterrâneos que não acreditam na vitória do Japão. A princípio neutro no conflito, Takahashi (Tsuyoshi Ihara) vai sendo atraído a tornar-se um matador justiceiro. Nem a boa recriação da década de 40 consegue domar um roteiro esquemático que, a certa altura, passa do realismo ao melodrama. Com Eduardo Moscovis (107min). 14 anos. Estreou 17/8/2012. Cinemark Downtown 2, Cinépolis Lagoon 2, Espaço Itaú de Cinema 1, Estação Sesc Rio 3, Estação Vivo Gávea 2, Kinoplex Leblon 3, UCI New York

City Center 16.

✪✪✪ UM DIVÃ PARA DOIS, de David Frankel (Hope Springs, EUA, 2012). Comédia dramática. Eis uma rara união de humor e drama em que ambos os gêneros são bem explorados. Além de um assunto bacana narrado às claras, a dupla protagonista encara os personagens com desenvoltura e gosto. Não à toa, eles são interpretados pelos magníficos atores Meryl Streep e Tommy Lee Jones, que vivem um casamento falido na pele de Kay e Arnold. Embora morem sob o mesmo teto, eles não dormem juntos e não fazem sexo há, pelo menos, quatro anos. Dona de casa, Kay nota que a relação esfriou e paga 4000 dólares para fazer terapia de casal durante uma semana com o renomado Dr. Feld (Steve Carell). Ela convence Arnold a atravessar o país para chegar à pequena Hope Springs. Lá, o psicanalista é objetivo para saber da intimidade deles. O roteiro usa a graça para tocar em tema adulto -- as relações sexuais na meia-idade -- sem que a seriedade saia de cena. Vinda da TV, Vanessa Taylor acerta no tom do roteiro levado ao cinema pelo diretor de O Diabo Veste Prada (100min). 12 anos. Estreou 17/8/2012. Cinemark Botafogo 3, Cinemark Downtown 10, Cinemark Plaza Shopping 1, Cinépolis Lagoon 1, Cinesystem Ilha Plaza 2, Cinesystem Via Brasil 3, Estação Sesc Ipanema 1, Estação Sesc Rio 1, Estação Vivo Gávea 5, Iguatemi 3, Kinoplex Fashion Mall 2, Kinoplex Tijuca 2, Leblon 1, Rio Sul 4, Roxy 1, São Luiz 2, UCI New York City Center 13, UCI Kinoplex NorteShopping 10, Via Parque 3.

✪✪✪ OUTBACK UMA GALERA ANIMAL, de Kyung Ho Lee (The Outback, EUA/Coreia do Sul, 2012). Mesmo sem o primor técnico da Disney-Pixar nem de outras produtoras americanas, a animação sul-coreana encanta pelas paisagens inóspitas e por uma galera de personagens atraentes. Vítima de bullying por causa de sua cor branca, Johnny, um coala albino, é expulso de seu hábitat, mas não demora a fazer amizade com um espertinho diabo-da-tasmânia e um macaco mudo. Pelo exotismo dele, a dupla de novos amigos o convence a virar atração de circo. Devido à superexposição, Johnny fica logo descontente e, durante uma viagem, os três vão parar no outback, o vasto deserto australiano. A partir daí, perigosas aventuras os aguardam. A projeção em 3D dá a arrancada para a criançada embarcar em uma história de fácil assimilação e mensagem direta: seja feliz do jeito que você é e trace seu caminho conforme manda o coração. Lançado fora das férias escolares, o desenho animado torna-se uma boa opção para quem já viu A Era do Gelo 4 e Valente (85min). Livre. Estreou 17/8/2012. Dublado, 3D: Bay Market 3, Box Cinemas São Gonçalo 1, Cinemark Carioca Shopping 3, Cinemark Downtown 3, Cine 10 Sulacap 1, Cinépolis Lagoon 5, Cinespaço Boulevard 3, Cinesystem Bangu 2, Cinesystem Ilha Plaza 4, Cinesystem Recreio 2, Cinesystem Via Brasil 4, Iguatemi 1, Kinoplex Fashion Mall 2, Kinoplex Grande Rio 2, Kinoplex Leblon 4, Kinoplex Nova América 5, Kinoplex Tijuca 5, Kinoplex West Shopping 5, Rio Sul 2, UCI New York City Center 14, UCI Kinoplex NorteShopping 3, Via Parque 5.

✪✪✪ 360, de Fernando Meirelles (360, Inglaterra/Áustria/França/Brasil, 2011). Sob um roteiro circular do inglês Peter Morgan (A Rainha), o paulistano Fernando Meirelles traça um ambicioso painel das relações humanas. Com locações na Eslováquia, Áustria, Inglaterra, França e Estados Unidos, a trama abarca uma série de personagens, alguns literalmente em trânsito pelo planeta, outros amargando perdas ou traições. O drama começa com uma prostituta eslovaca sendo agenciada por um cafetão. Ela vai encontrar seu primeiro cliente, um executivo inglês (Jude Law), em Viena, mas o plano dá errado. Já em Londres, a mulher dele (Rachel Weisz) não sabe como terminar uma relação com o amante brasileiro (Juliano Cazarré). Ao saber da traição, a namorada deste (Maria Flor) volta ao Rio de Janeiro, mas seu avião, por causa de uma nevasca, é obrigado a permanecer no aeroporto da cidade americana de Denver. Lá, ela conhece um senhor (Anthony Hopkins) e joga charme para um rapaz (Ben Foster) que, condenado por agressão sexual, acabou de deixar a penitenciária. A história segue adiante e, sem perder o fio da meada, mais pessoas saem e entram (110min). 14 anos. Estreou 17/8/2012. Cinemark Botafogo 2, Cinemark Downtown 7, Cinemark Plaza Shopping 5, Cinépolis Lagoon 4, Espaço Itaú de Cinema 4, Espaço Rio Design 3, Kinoplex Fashion Mall 1, Kinoplex Tijuca 4, Leblon 2, São Luiz 4, UCI New York City Center 11, UCI Kinoplex NorteShopping 8.

✪ A VIDA DE OUTRA MULHER, de Sylvie Testud (La Vie d?une Autre, França/Luxemburgo/Bélgica, 2012). Atriz de talento, Juliette Binoche vem se envolvendo em filminhos de conteúdo duvidoso. Depois do medíocre drama Elles, ainda em cartaz, estrela essa tola comédia romântica, primeiro longa-metragem escrito e dirigido pela atriz Sylvie Testud. Com jeitão de enredo americano, a história começa quando Marie (Juliette), de 25 anos, descola um emprego na empresa do milionário Dimitri Speranski (Vernon Dobtcheff) e tem uma noite de amor com o filho dele, Paul (Mathieu Kassovitz). Ao acordar, a protagonista leva um tremendo susto. Além de ser seu 41º aniversário, ela é mãe de um garoto, ficou rica e mora num belo apartamento pegado à Torre Eiffel. Contudo, o trabalho no mercado financeiro ao lado do sogro a afastou do marido, o mesmo Paul do passado. Sem se lembrar de absolutamente nada, Marie tem agora a chance de acertar os ponteiros com o amado. Um ponto de partida curioso se perde em piadas previsíveis (Marie não sabe da morte de Michael Jackson nem que o dinheiro francês é o euro) e na falta de timing cômico da realizadora. O desfecho acelerado também contribui para a frustração (97min). 12 anos. Estreou em 17/8/2012. Estação Sesc Botafogo 1, Estação Vivo Gávea 4.

✪✪✪ O VINGADOR DO FUTURO, de Len Wiseman (Total Recall, EUA, 2012). A ficção científica é inspirada no conto Lembramos para Você a Preço de Atacado, de Philip K. Dick (1928-1982), que está sendo lançado na coletânea do escritor Realidades Adaptadas, pela Editora Aleph. Em 1990, o mesmo texto foi adaptado numa fita homônima estrelada por Arnold Swarzenegger. Quem viu o original pode ter uma sensação de mais do mesmo. Enquanto entretenimento de ação e fantasia, não há aqui do que reclamar. Com robusta direção de arte e efeitos especiais espetaculares, a trama, um tanto complexa de se resumir, se passa no fim do século XXI. A Terra foi devastada por guerras químicas e os sobreviventes se instalaram em dois polos: uma metrópole no lugar do Reino Unido, onde se concentra a riqueza, e a Colônia (a Austrália), região de trabalhadores humildes. Para ir e vir em questão de minutos, a população usa um meio de transporte chamado "a queda". Operário de uma fábrica, Douglas Quaid (o sempre competente Colin Farrell) é casado com a paramédica Lori (Kate Beckinsale) e, certa noite, decide visitar a Rekall, empresa de implantes de memórias que fornece à clientela fantásticas viagens virtuais. Quando menos espera, Quaid descobre habilidades físicas impensáveis, mata dez policias de uma vez e encara uma fuga implacável. Qual realidade estaria vivendo o protagonista? Esta é uma das questões levantadas pelo engenhoso roteiro capaz de dar um nó na cabeça de quem não ficar atento a muitas informações e reviravoltas. Com Bill Nighy e Jessica Biel (118min). 14 anos. Estreou em 17/8/2012. Dublado: Bay Market 2, Box Cinemas São Gonçalo 8, Cine 10 Sulacap 2, Cinemark Botafogo 5, Cinemark Carioca Shopping 4 e 5, Cinemark Downtown 4, Cinemark Plaza Shopping 6, Cinépolis Lagoon 6, Cinespaço Boulevard 5, Cinesystem Bangu 1, Cinesystem Recreio 1, Cinesystem Via Brasil 5, Iguaçu Top 2, Kinoplex Grande Rio 1 e 2, Kinoplex Nova América 6, Kinoplex West Shopping 1 e 5, UCI New York City Center 3, UCI Kinoplex NorteShopping 5. Legendado: Cinemark Downtown 4 e 8, Cinemark Plaza Shopping 4, Cinesystem Ilha Plaza 1, Cinesystem Recreio 1, Cinesystem Via Brasil 6, Espaço Rio Design 1, Iguatemi 1 e 4, Kinoplex Fashion Mall 4, Kinoplex Leblon 1, Kinoplex Nova América 7, Kinoplex Tijuca 6, Rio Sul 1, Roxy 3, São Luiz 3, UCI New York City Center 2, UCI Kinoplex NorteShopping 2, Via Parque 4.

TEATRO

fique-ligado-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

ESTREIAS

MALDITO CORAÇÃO -- ME ALEGRA QUE TU SOFRAS, de Vera Karan. Brenda Jaci estrela o monólogo dramático. Ela está internada em um hospício por dizer que viveu uma relação amorosa ao longo de trinta anos no dia em que ela mesma completa 30 anos. O público não chega a interagir com a atriz, mas é convidado a subir ao palco e participar junto com ela de uma espécie de sessão de terapia-- assim, apesar de a lotação do teatro ser de 350 pessoas, apenas sessenta serão recebidas a cada sessão. Direção de Angel Palomero (60min). 14 anos. Teatro Serrador (60 lugares). Rua Senador Dantas, 13, Cinelândia, ☎ 2220-5033, ? Cinelândia. Terça (14) a sábado (18), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 11h/19h.

MICHAEL E EU, de Marcelo Pedreira. O operador de som Leandro Lapagesse, fã de Michael Jackson (1958-2009) e dono de uma coleção de mais de 10000 itens relacionados ao cantor, inspira a comédia dramática. Na história, Léo (Pedro Henrique Monteiro), um sujeito obcecado pelo astro, entra em depressão após a morte do ídolo. Desesperado, ele procura a ajuda de um psicólogo, Doc (Bruno Garcia). Detalhe: o próprio Lapagesse é o operador de áudio do espetáculo. Direção de Ivan Sugahara (80min). 12 anos. Teatro do Leblon -- Sala Marília Pera (417 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 50,00 (qui.), R$ 60,00 (sex. e dom.) e R$ 70,00 (sáb.). Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 4,00 a cada meia hora). Até 30 de setembro. Estreia prometida para sexta (17).

NA SOBREMESA DA VIDA, de Maria Letícia. Aos 60 anos de carreira e 76 de vida, o ator Emiliano Queiroz é homenageado nesta comédia dramática com tintas biográficas, escrita por sua mulher. O próprio Queiroz esté no elenco, completado por Antonio dos Santos, Ana Queiroz e Ivone Hoffmann -- cada um deles faz diversos personagens. Direção de Ernesto Piccolo (70min). 10 anos. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), 2º piso, Gávea, ☎ 2274-9895. → Quinta, 17h; sexta e sábado, 19h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a sáb.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 13 de outubro. Estreia prometida para sexta (17).

PROFANAÇÕES, criação coletiva da Companhia Phila7. O espetáculo performático concebido por Rubens Velloso começa no Largo do Machado, com um número inspirado na obra do dramaturgo Samuel Beckett. De lá, o elenco de treze integrantes parte em direção ao Oi Futuro Flamengo em uma espécie de passeata-fanfarra. Uma vez no centro cultural, a performance segue por todos os ambientes do prédio, com imagens sendo projetadas nos degraus das escadas, nas paredes e no chão. A última parte da encenação acontece no teatro. Não há um número máximo de pessoas para assistir ao espetáculo do lado de fora, mas a entrada no Oi Futuro para acompanhar a peça é limitada -- e restrita a quem tiver ingresso. Direção de Rubens Velloso (75min). 12 anos. Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 19h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (ter. a sex.); a partir das 13h (sáb. e dom.). Até 2 de setembro. Estreia prometida para terça (14).

A SERPENTE, de Nelson Rodrigues. Onze anos depois de montar Bonitinha, Mas Ordinária, a companhia Os Dezequilibrados volta ao universo rodriguiano neste drama -- o último texto para teatro do autor cujo centenário de nascimento é celebrado em 2012. Ângela Câmara, Carolina Ferman, José Karini e Saulo Rodrigues integram o elenco da montagem. A trama aborda um triângulo amoroso formado por duas irmãs mais o marido de uma delas. Direção de Ivan Sugahara (60min). 16 anos. Caixa Cultural -- Teatro Nelson Rodrigues (388 lugares). Avenida República do Chile, 230, Centro, ☎ 2262-5483, ? Carioca. → Quinta a domingo, 19h. R$ 20,00. Bilheteria: 13h/20h (ter. a sex.); 15h/20h (sáb. e dom.). Até dia 26. Estreia prometida para quinta (16).

REESTREIAS

ÁLBUM DE FAMÍLIA, de Nelson Rodrigues. Jorge Farjalla responde pela direção, cenografia e iluminação, além de integrar o elenco do drama, adaptação do clássico do autor que estaria completando 100 anos. Ele vive Jonas, patriarca da desajustada família por meio da qual Nelson abordou o tabu do incesto (80min). 16 anos. Teatro Sesi Jacarepaguá (348 lugares). Avenida Geremário Dantas, 940, Freguesia, ☎ 3312-3700. Sábado (18), 21h. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 20h (sáb.).

HOMENS, SANTOS E DESERTORES, de Mario Bortolotto. No ano passado, Rodolfo Bottino (1959-2011) atuou neste que seria o seu último espetáculo. Ele é substituído por Ricardo Blat, que contracena com Nelson Yabeta no drama sobre a convivência entre um homem maduro e um jovem estudante. No desenrolar da trama, o espectador é conduzido a acreditar que eles são apenas vizinhos, amigos e até amantes. Mas, aos poucos, percebe que essa relação por vezes paternalista, por parte do mais velho, é pautada por afinidades como a inadequação social de ambos e os gostos musicais e literários que compartilham. Direção de Ernesto Piccolo (60min). 14 anos. Espaço Cultural Eletrobras Furnas -- Auditório (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-5166. Sábado e domingo, 20h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Para o acesso é necessário portar documento de identidade com foto. Até 2 de setembro. Reestreia prometida para sábado (18).

KABUL, de Ana Teixeira e Stephane Brodt. Concebida pelo grupo carioca Amok Teatro, a Trilogia da Guerra reúne espetáculos independentes que tratam de questões contemporâneas em meio a conflitos armados. Finda a recente temporada de Histórias de Família, a companhia voltou na semana passada à sua primeira peça, O Dragão, já encenada em 2008. Agora, monta novamente a segunda parte, o drama Kabul, de 2010. A história aborda a condição feminina no mundo muçulmano a partir de um episódio real: a execução pública de uma mulher em Cabul, a capital do Afeganistão, em novembro de 1999 -- cujas imagens correram o mundo. Fabianna de Mello e Souza, Stephane Brodt, Rosana Barros e Bruce Araujo integram o elenco, escoltado pelo músico Beto Lemos. Direção dos autores (70min). 12 anos. Centro Cultural Banco do Brasil -- Teatro III (45 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta (15) a domingo (19), 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua. a dom.).

MEU AVESSO É MAIS VISÍVEL QUE UM POSTE, de Emanuel Aragão. Quinta montagem da Cia. das Inutilezas, fundada em 2007, o drama aborda as recordações e a difícil convivência dos integrantes de uma família. Em cena, Arthur Schmidt, Carolina Bianchi, Gabriel Pardal, Liliane Rovaris, Renato Linhares (substituindo Michel Blois), Rossini Viana Jr. e Thiare Maia representam dois irmãos, uma irmã, uma cunhada, a sua irmã e um agregado. Eles passam um fim de semana num sítio, recentemente vendido, encaixotando antigos pertences e revirando os baús da memória. Direção do autor (90min). 14 anos. Galpão Gamboa (80 lugares). Rua da Gamboa, 279, Gamboa, ☎ 2516-5929. → Sábado (18), 21h; domingo (19), 20h. R$ 10,00. Bilheteria: 14h/19h (ter. a sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). Bilheteria na produtora Pequena Central (Rua Conde de Irajá, 98, Botafogo): 10h/16h (ter. a qui.).

PEDRAS NOS BOLSOS, de Marie Jones, com tradução de Ana Luiza Martins Costa e Laura Rónai. Vencedora de vários prêmios na Europa e nos Estados Unidos, a comédia da atriz e escritora irlandesa Marie Jones faz uma crítica ao mundo do cinema. Na trama ambientada em uma pequena vila da Irlanda, os atores Luiz Furlanetto e Paulo Trajano incorporam os figurantes Charlie e Jake, recrutados para trabalhar no set de filmagens de uma produção de Hollywood que está sendo rodada no local onde moram. No decorrer da encenação, os habitantes do vilarejo impressionam os diretores do filme com suas histórias de vida e tornam-se os protagonistas do longa-metragem, tomando o lugar dos astros estrangeiros. Direção de David Herman (90min). 14 anos. Teatro do Leblon -- Sala Tônia Carrero (200 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Terça e quarta, 21h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (ter. e qua.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 4,00 a cada meia hora). Até 19 de setembro. Reestreia prometida para terça (14).

POPCORN, QUALQUER SEMELHANÇA NÃO É MERA COINCIDÊNCIA, de Jô Bilac. Comédia dramática que explora a temática autoral e propõe reflexões sobre o que é livremente inspirado, apropriação ou plágio. No palco, é encenada a história de Márcia (Mabel Cezar), uma dona de casa sem nenhuma experiência literária, que lança um best-seller e está de viagem marcada para a Noruega, onde receberá um prêmio pela publicação. Num jantar comemorativo estão o pai da autora, Otávio (Cássio Pandolfi), o professor universitário Marcos (Vinícius Arneiro) e sua mulher, a espalhafatosa Roni (Maria Maya). A tranquilidade do encontro é quebrada com a chegada de Saubara O?Donnor (Xuxa Lopes), estrela de TV que pretende comprar os direitos do livro para rodar um filme. Direção do autor e de Sandro Pamponet (80min). 16 anos. Theatro Net Rio -- Sala Paulo Pontes (100 lugares). Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), 2º piso, Copacabana, ☎ 2147-8060, ? Siqueira Campos. → Domingo, 21h; segunda, 20h. R$ 50,00. Bilheteria: 10h/22h. Cc: D, M e V. Cd: todos. IR. Estac. (no shopping, Rua Figueiredo Magalhães, 598, R$ 10,00 a primeira hora, mais R$ 5,00 a fração). Até 2 de setembro.

ÚLTIMA SEMANA

DOLCE & COPACABANA: 6 CLICHÊS EM CRISE, criação do grupo Gob Squad. Conhecido por suas experimentações cênicas, o coletivo anglo-alemão montou, há dois anos, o espetáculo Are You with Us?. A versão brasileira da tragicomédia é levada ao palco em uma parceria da Cia Pequena Orquestra com o grupo Nós do Morro, com direção de Sharon Smith e Simon Will, integrantes do Gob Squad. Fanjul, Carina Wachholz, Carol Portes, Michel Blois, Raquel Rocha e Samuel Melo vivem um fotógrafo e cinco modelos em um ensaio (os papéis se alternam a cada sessão). A câmera usada em cena transmite as imagens filmadas ao vivo diretamente para um telão posicionado acima do elenco. A certa altura, o fotógrafo vira uma espécie de terapeuta, fazendo perguntas aos demais atores, que respondem tudo na base do improviso. Sendo assim, apesar de haver um roteiro que serve de base, cada sessão é única (100min). 14 anos. Estreou em 10/8/2012. Teatro Ipanema (240 lugares). Rua Prudente de Morais, 824, Ipanema, ☎ 2523-9794. → Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 18h30 (sex. a dom.). Até domingo (19).

✪✪✪✪ O OUTRO VAN GOGH, de Mauricio Arruda Mendonça. Um dos maiores pintores de todos os tempos, Vincent van Gogh (1853-1890) não vendeu um único quadro em vida. Durante anos, foi sustentado pelo irmão mais novo, Theo, marchand respeitado em Paris e defensor ardoroso do então incompreendido gênio da família. Testemunho dessa amorosa relação, a correspondência dos dois inspira o primoroso texto do monólogo dramático. Paulo Moraes dirige a peça com precisão e também cuida da cenografia despojada piso claro, uma cadeira e um abajur valorizados pela iluminação de Maneco Quinderé. Ator tarimbado, Fernando Eiras passeia com desenvoltura por variados estados de espírito ao viver Theo no fim da vida, internado em um sanatório. Entre realidade e delírio, o personagem relembra a sua trajetória e, por tabela, a do irmão, em montagem comovente (70min). 14 anos. Estreou em 29/6/2012. Teatro Poeira (120 lugares). Rua São João Batista, 104, Botafogo, ☎ 2537-8053. Quinta a sábado, 21h30; domingo, 19h. R$ 40,00 (qui. e sex.) e R$ 60,00 (sáb. e dom.). Bi-lhe-teria: a partir das 15h (qui. a dom.). IC. Até domingo (19).

A PROPÓSITO DE SENHORITA JÚLIA, de August Strindberg. Mais relevante obra do dramaturgo sueco Strindberg (1849-1912), o drama ganha remontagem com elementos da peça After Miss Julie, releitura do inglês Patrick Marber, que transpôs a ação do fim do século XIX para a década de 40. No espetáculo adaptado pelo escritor José Almino, a trama começa em um churrasco comemorativo da eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002. Alessandra Negrini e Armando Babaioff dão vida à protagonista Júlia e a Moacir. Ela é filha de um rico empresário e deputado, e ele, o motorista do pai dela. O amor impossível e intenso não resiste ao abismo social que os separa. Direção de Walter Lima Jr. (90min). 14 anos. Reestreou em 10/8/2012. Imperator -- Centro Cultural João Nogueira (1500 lugares). Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 3259-1998. Sexta e sábado, 21h; domingo, 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 14h/20h (ter. a qui.); a partir das 14h (sex. a dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. Até domingo (19).

✪✪ RAIMUNDA, RAIMUNDA, de Francisco Pereira da Silva. Dois textos do dramaturgo piauiense Pereira da Silva (1918-1985), Ramanda e Rudá e Raimunda Pinto, compõem a farsa sertaneja protagonizada e dirigida por Regina Duarte. A primeira história se passa em um futuro indefinido, em que o planeta foi destruído por armas nucleares. Regina e Saulo Segreto vivem dois parceiros à procura de uma cidade que teria sobrevivido ao cataclismo. A diferença de idade entre os dois -- ela conheceu o mundo antes da devastação, ele não -- dá margem a situações interessantes, mas a resolução da trama parece apressada. Mais desenvolvida, a segunda história (na qual se juntam à cena André Cursino, Gustavo Rodrigues, Henrique Pinho, Milton Filho, Ricardo Soares, Rodrigo Candelot e Rodrigo Becker) traz Regina como uma cearense que decide abandonar a terra natal e ir para o Rio, onde acaba se casando com um playboy americano. Presente em ambas as partes, o humor é um tanto ingênuo, mas funciona graças à atuação correta, ainda que sem brilho, do elenco (85min). 14 anos. Estreou em 28/6/2012. Centro Cultural Banco do Brasil -- Teatro I (175 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a sexta, 19h; sábado, 19h e 21h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua. a sáb.). Até sábado (18).

TODA NUDEZ SERÁ CASTIGADA, de Nelson Rodrigues. Sucesso do repertório da Armazém Companhia de Teatro, a tragédia conquistou o Prêmio Shell de 2005 nas categorias direção, para Paulo de Moraes, e iluminação, para Maneco Quinderé. Patrícia Selonk vive Geni, a prostituta suicida cuja história com o viú-vo Herculano (Ricardo Martins) é contada em flashback. Direção de Paulo de Moraes (105min). 16 anos. Reestreou em 2/8/2012. Tea-tro Sesc Ginástico (513 lugares). Avenida Graça Aranha, 187, Centro, ☎ 2279-4027. → Quinta a domingo, 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 13h (qui. a dom.). Até domingo (19).

EXPOSIÇÕES

ESTREIAS

DANILO RIBEIRO. Paisagens urbanas e personagens típicos do cotidiano carioca, como surfistas, garotas na praia, policiais e vendedores de mate, aparecem nas dezoito pinturas que o artista exibe em Viagem Pitoresca ao Rio de Janeiro Contemporâneo ? Volume I. Curadoria de Fernando Cocchiarale. R$ 7?500,00. Galeria Artur Fidalgo. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), 2º piso, Copacabana, ☎ 2549-6278, ? Siqueira Campos. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 22 de setembro. A partir de sexta (17). www.arturfidalgo.com.br.

FELIPE BARBOSA. Em De Casa em Casa, o artista apresenta seis obras inéditas, entre coloridas pinturas de acrílica (sobre tela e madeira) e esculturas. R$ 2?000,00 a R$ 45?000,00. CosmoCopa Arte Contemporânea. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), 2º piso, ☎ 2236-4670, ? Siqueira Campos. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 16h. Grátis. Até 15 de setembro. A partir de quinta (16). www.cosmocopa.com.

GAIS. Carioca egresso da arte de rua, o artista apresenta a mostra As Poucas Modificações Feitas Não Desfiguraram o Diretório: Fotomontagem Originalcopia. São dez fotomontagens nas quais ele se vale de colagens e intervenções variadas. Como sugere o nome da exposição, além dos trabalhos originais, Gais exibe uma cópia de cada um. Curadoria de Vanda Klabin. Huma Art Projects. Rua Alfredo Chaves, 56, Humaitá, ☎ 2535-3395. Terça a sábado, 11h às 18h. Grátis. Até 29 de setembro. A partir de quarta (15). www.huma.art.br.

MAURÍCIO DIAS E WALTER RIEDWEG. Juntos desde 1993, o carioca Dias e o suíço Ried-

weg propõem aqui uma homenagem à obra de João do Rio (1881-1921), autor de A Alma Encantadora das Ruas, jornalista e um dos maiores cronistas de personagens e paisagens cariocas. Em Até que a Rua nos Separe, a dupla exibe obras em suportes variados, de videoinstalações a trabalhos que misturam vídeo, fotografias, desenho e música. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Terça a sexta, 11h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 30 de setembro. A partir de quinta (16).

WALTERCIO CALDAS. Três instalações compõem a exposição Cromática. A que batiza a mostra vai ficar no salão central: é um tríptico no qual o visitante tem a sensação de estar mergulhado nas cores vermelha, amarela e azul. Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 21 de outubro. A partir de quinta (16). www.fcfb.rj.gov.br.

ÚLTIMA SEMANA

DAISY XAVIER. Em Arqueologia da Perda, a artista carioca exibe uma eclética seleção de trabalhos. Há uma instalação com onze lanças de madeira (referência ao tríptico A Batalha de São Romano, de Paolo Ucello, que data do século XV), dezesseis esculturas de madeira e vidro, desenhos, pinturas e um vídeo. R$ 5?000,00 a R$ 30?000,00. Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até sábado (18). www.anitaschwartz.com.br.

✪✪✪ GUEL SILVEIRA. O baiano Silveira, que já ilustrou uma edição do livro Tieta do Agreste, de Jorge Amado, apresenta a individual Dobras. Nela, exibe doze trabalhos em técnica mista sobre cartão. R$ 5?000,00 a R$ 8?000,00. Tramas Galeria de Arte. Avenida Atlântica, 4240 (Shopping Cassino Atlântico), loja 219, ☎ 2287-2036. Segunda a sábado, 11h às 18h. Grátis. Até sábado (18).

JOÃO & ANTONIO. Fotografias de João de Orleans e Bragança e peças de prata do designer de joias Antonio Bernardo (este estreando no circuito de galerias de arte) compõem a coleção em exibição. O primeiro apresenta 35 imagens de reflexos de barcos sobre as águas da Baía de Paraty. Bernardo comparece com oito objetos sem título, pertencentes à série que ele batizou de Radiolaria. R$ 3?000,00 a R$ 75?000,00. Galeria H.A.P. Rua Abreu Fialho, 11, Jardim Botânico, ☎ 3874-2830/2796. Segunda a sexta, 11h às 18h; sábado, 13h às 18h. Grátis. Até sábado (18). www.hapgaleria.com.br.

MEU PADRINHO PADRE CÍCERO. Com curadoria de Emanoel Araújo, diretor do Museu Afro Brasil, em São Paulo, a exposição tem como personagem o líder religioso padre Cícero Romão Batista (1844-1934). Seis artistas cearenses exibem gravuras, esculturas e pinturas. Pertences do próprio homenageado também são mostrados. Espaço Memória do Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas. Campo de São Cristóvão, s/nº (Pavilhão de São Cristóvão), São Cristóvão. Terça a quinta, 10h às 18h; sexta a domingo, 10h às 22h. Grátis. Até domingo (19).

Fonte: VEJA RIO