DIVERSÃO

Fique ligado

Quatro filmes estreiam nos cinemas cariocas, seis peças iniciam temporadas e quatro exposições abrem suas portas. Sete espetáculos teatrais e seis mostras deixam a cidade. Atualize a agenda!

- Atualizado em

CINEMA

drive.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

ESTREIAS

✪ ANJOS DA NOITE -- O DESPERTAR, de Mans Marlind e Björn Stein (Underworld: Awakening, EUA, 2012). Depois de sair de cena no terceiro longa-metragem da cinessérie de ficção científica, Kate Beckinsale volta ao papel de protagonista. O jeito que encontraram para explicar o sumiço de Selene: esta vampira ficou em coma por doze anos e, ao acordar, descobre que teve uma filha -- fruto de sua relação com Michael, um híbrido de lobisomem. A guerra das duas raças encontra aqui seu capítulo mais anêmico. Para se ter uma ideia, os humanos descobriram a batalha entre os vampiros e os Lycans, como são conhecidos os lobisomens, e querem exterminar ambos da Terra. Para rolar um clima romântico com Selene, surge o jovem bonitão David (Theo James). Ação genérica, efeitos visuais medianos e um 3D que não faz diferença. Até quem é fã da saga pode achar aborrecido. A dupla de diretores suecos estreou no longa-metragem americano com um filme bem mais instigante: Identidade Paranormal, só lançado em DVD. Com Stephen Rea (88min). 16 anos. Estreou em 2/3/2012. Dublado: Cinemark Carioca Shopping 1, Iguaçu Top 2, Kinoplex Grande Rio 2. Legendado: Cinesystem Recreio 2, Rio Sul 3. Dublado, 3D: Box Cinemas São Gonçalo 1, Cinemark Plaza Shopping 4, Cinespaço Boulevard 3, Cinesystem Bangu 2, Cinesystem Via Brasil 5, Iguatemi 1, Kinoplex Nova América 7, Kinoplex West Shopping 2, UCI New York City Center 4 e 12, UCI Kinoplex NorteShopping 1. Legendado, 3D: Box Cinemas São Gonçalo 1, Cinemark Botafogo 5, Cinemark Downtown 12, Cinemark Plaza Shopping 4, Cinépolis Lagoon 4, Cinesystem Ilha Plaza 4, Cinesystem Via Brasil 5, Iguatemi 1, Kinoplex Nova América 7, Kinoplex West Shopping 2, UCI New York City Center 12, UCI Kinoplex NorteShopping 1.

✪✪ BILLI PIG, de José Eduardo Belmonte (Brasil, 2012). Diretor de Brasília, Belmonte, até então, teve uma carreira marcada por filmes densos e autorais, como A Concepção (2005) e Se Nada Mais Der Certo (2008). Parte agora para um projeto muito mais comercial, de fundo chanchadesco e humor ingênuo. Embora protagonistas e coadjuvantes tenham encontrado o timing certo nas atuações, o roteiro, de coautoria de Belmonte, apela para situações raspando o lugar-comum. Entretenimento leve e rasteiro, a comédia enfoca a vida conjugal de Wanderley (Selton Mello) e Marivalda, interpretada por Grazi Massafera, grande destaque do elenco. Ele vive um corretor de seguros em crise, ela é uma aspirante a atriz, que se aconselha com um porco rosa de borracha chamado Billi. Para sair do buraco financeiro, Wanderley tem uma ideia a princípio promissora. Ao saber que a filha de um traficante (Otávio Müller) está em coma, ele entra num acordo com seu vizinho Roberval (Milton Gonçalves) este falso padre deverá fazer um milagre para salvar a garota e, assim, ganharem uma bolada. O numeroso casting ainda inclui Preta Gil, Murilo Grossi, Léa Garcia e Aramis Trindade, entre outros (95min). 12 anos. Estreou em 2/3/2012. Bay Market 4, Box Cinemas São Gonçalo 4, Cine 10 Sulacap 4, Cinemark Botafogo 4, Cinemark Carioca Shopping 3, Cinemark Downtown 3, Cinemark Plaza Shopping 1, Cinesystem Bangu 6, Cinesystem Ilha Plaza 3, Cinesystem Recreio 4, Cinesystem Via Brasil 3, Iguaçu Top 3, Iguatemi 5, Kinoplex Fashion Mall 3, Kinoplex Grande Rio 3, Kinoplex Leblon 2, Kinoplex Nova América 4, Kinoplex Tijuca 3, Kinoplex West Shopping 4, Odeon Petrobras, Rio Sul 4, São Luiz 1, UCI Kinoplex NorteShopping 8, Unibanco Arteplex 2, Via Parque 6.

✪✪✪ DRIVE, de Nicolas Winding Refn (Drive, EUA, 2011). As atuações neste thriller e no drama Tudo pelo Poder renderam merecidos elogios ao ator Ryan Gosling, mas ele foi totalmente ignorado nas indicações ao Oscar. Em papel de palavras contidas, olhar expressivo e fúria interior, Gosling interpreta um sujeito sem nome que mora em Los Angeles e tem no volante seu maior ganha-pão. Embora trabalhe numa oficina mecânica durante o dia, o rapaz faz bico de motorista de assaltantes à noite e atua como dublê de produções cinematográficas. Solitário, ele acaba se encantando por Irene (Carey Mulligan, de Educação), sua vizinha, uma jovem mãe cujo marido está na cadeia. Standard (Oscar Isaac) ganha a liberdade e precisa participar de um roubo a fim de se ver livre de agiotas. Como é bom de direção e tem apego à família ao lado, o mecânico decide lhe dar uma mãozinha. A partir daí, tem início um eletrizante acerto de contas, movido a fugas espetaculares e tensão constante (100min). 16 anos. Estreou em 2/3/2012. Cinemark Botafogo 2, Cinemark Downtown 7, Cinépolis Lagoon 3, Estação Sesc Botafogo 1, Estação Vivo Gávea 1, Iguatemi 4 e 7, Kinoplex Leblon 1, Kinoplex Tijuca 1, UCI New York City Center 15, UCI Kinoplex NorteShopping 5, Via Parque 4.

✪✪✪ PODER SEM LIMITES, de Josh Trank (Chronicle, EUA/Inglaterra, 2012). O diretor Josh Trank e o roteirista Max Landis não chegaram aos 30 anos de idade e já realizaram, em sua estreia no cinema, um dos longas-metragens de fantasia mais empolgantes da temporada. Deram, ao menos, um novo fôlego àquele já cansado clichê do filme que quer parecer realidade, na linha de fitas de terror como Atividade Paranormal e O Último Exorcismo. Aqui, saem de cena os sustos programados para entrar um misto de suspense e ficção científica plugado na imaginação. Irresistível sobretudo para os mais jovens, a trama começa mostrando as reviravoltas na vida de três estudantes. Tímido e virgem, Andrew (Dane DeHaan) comprou uma câmera para registrar sua sofrida adolescência. Espancado pelo pai e achacado pelos colegas de escola, ainda convive com a mãe à beira da morte. Seu alento é o primo Matt (Alex Russell), a única pessoa com quem consegue desabafar. Junta-se à dupla o popular Steve (Michael B. Jordan). Durante uma festa, o trio faz uma descoberta ao entrar num buraco no solo. Lá embaixo, prismas luminosos vão dar a eles poderes telecinéticos. Assim, são capazes de mover objetos e até voar apenas com a força da mente. Mas o que antes era uma deliciosa brincadeira toma rumo oposto quando a raiva e o ódio invadem o coração de Andrew. Efeitos sutis, porém bem realizados, completam uma diversão acima da média (84min). 12 anos. Estreou em 2/3/2012. Box Cinemas São Gonçalo 3, Cine 10 Sulacap 3, Cinemark Carioca Shopping 6, Cinemark Downtown 5, Cinemark Plaza Shopping 5 e 7, Cinépolis Lagoon 5, Cinespaço Boulevard 2, Cinesystem Bangu 3, Cinesystem Ilha Plaza 1, Cinesystem Recreio 1, Cinesystem Via Brasil 6, Iguatemi 6, Kinoplex Grande Rio 4, Kinoplex Nova América 3, UCI New York City Center 13, UCI Kinoplex NorteShopping 7.

A SAGA MOLUSCO -- ANOITECER, de Craig Moss (Breaking Wind, EUA, 2011). Infame, o título nacional já vai direto ao ponto: trata-se de uma sátira à cinessérie Crepúsculo, fazendo troça da mesma história dos livros de Stephenie Meyer. Até os personagens da comédia ganharam nomes idênticos. A jovem Bella (Heather Ann Davis) está para se casar com o vampiro branquelo Edward (Eric Callero). Além de pressentir a gravidez, a moça não consegue fazer com que Jacob (Frank Pacheco), o amigo-chiclete, largue de seu pé (82min). 14 anos. Estreou em 2/3/2012. Dublado: Bay Market 2, Box Cinemas São Gonçalo 8, Cine 10 Sulacap 2, Cinemark Carioca Shopping 8, Cinespaço Boulevard 1, Cinesystem Bangu 4, Kinoplex Grande Rio 6, Kinoplex Nova América 6, Kinoplex West Shopping 3, UCI New York City Center 3, UCI Kinoplex NorteShopping 6, Via Parque 3. Legendado: Cinemark Downtown 9, Iguatemi 4.

TEATRO

ESTREIAS

HERÓIS, O CAMINHO DO VENTO, de Gerald Sibleyras. Produção integrante da Mostra Nacional Funarte de Dança e Teatro Mambembão, a comédia dramática, traduzida do original francês Le Vent des Peupliers, é uma montagem do Grupo Cena, de Brasília. Os atores Chico Sant?Anna, João Antônio e William Ferreira representam três ex-combatentes da I Guerra Mundial. À espera da morte em um asilo geriátrico, eles se relacionam com fina ironia, demonstrando comportamentos absurdos aos olhos das pessoas consideradas normais. Antes subordinado a um militar de patente superior, o trio agora tem de lidar com a autoridade de uma freira, que mantém um regime repleto de restrições na instituição. Direção de Guilherme Reis (75min). 12 anos. Teatro Dulcina (45 lugares). Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro, ☎ 2240-4879, ? Cinelândia. → Quinta (1º) a domingo (4), 19h. R$ 5,00. Bilheteria: 14h/19h (qui. a dom.).

OS MAMUTES, de Jô Bilac. Segunda montagem da Companhia Omondé, após a premiada Conchambranças de Quaderna, de Ariano Suassuna, essa comédia dramática traça um paralelo com o espelho de Alice (da obra de Lewis Carroll) e aborda a deformação do ser humano diante de uma sociedade consumista e deficiente. Com humor cáustico, a trama é narrada por Isadora (Débora Lamm), uma garota perversa e inteligente que inventa a história de Leon (Diogo Camargos). Ele é um rapaz honesto, que tenta conseguir trabalho na rede multinacional de lanchonetes Mamute?s Food, conhecida por fabricar hambúrgueres de carne humana. Porém, para ser contratado, Leon precisa abater um "mamute", isto é, uma pessoa sem caráter. Eis o dilema: ele desiste da vaga, por questões morais, ou se torna um caçador de gente? Completam o elenco Inez Viana, Cristina Flores, Carolina Pismel, Ricardo Souzedo, Luiz Antonio Fortes, Jefferson Schroeder, Iano Salomão, Zé Wendell, Junior Dantas e Juliane Bodini. Direção de Inez Viana (90min). 16 anos. Espaço Sesc -- Teatro de Arena (242 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-1088. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Até 8 de abril. Estreia prometida para quinta (1º).

MODÉSTIA, Rafael Spregelburd. Inédito no Brasil, o texto integra uma heptologia escrita pelo dramaturgo argentino dedicada aos sete pecados contemporâneos -- da qual também faz parte A Estupidez, montada aqui pela Cia. Os Dezequilibrados em abril de 2011. Na comédia dramática são contadas duas histórias paralelas: uma ambientada na Argentina nos dias de hoje e outra que se passa na Rússia no fim do século XIX. Na trama de Buenos Aires estão quatro personagens de classe média. Arturo (Gilberto Gawronski), Angeles (Isabel Cavalcanti), Maria Fernanda (Bel Garcia) e San Javier (Fernando Alves Pinto) se envolvem numa série de confusões de identidades, traição amorosa e em uma trama de suspense. Numa cidade russa do passado, um quarteto luta para sobreviver por meio da criação artística. Forçado pela esposa, Anja Terezovna (Isabel), Terzov (Fernando), um escritor tuberculoso, tenta vender os direitos de um livro que não é seu. O comprador, Smeredovo (Gilberto), um médico imigrante, casado com Leandra (Bel), troca o tratamento pelos direitos da obra. Direção de Pedro Brício (90min). 14 anos. Centro Cultural Correios (200 lugares). Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. Quinta a domingo, 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (qui. a dom.). Até 15 de abril. Estreia prometida para quinta (1º).

OLÁ PESSOA, de Edmundo de Novaes Gomes. Livremente adaptado do livro E Ninguém Tinha Nada com Isso, de Marcelo Garcia, esse monólogo dramático produzido pela Odeon Companhia Teatral, de Belo Horizonte, conta a história de um funcionário público em processo de assumir-se gay. O ator Alexandre Cioletti dá vida ao personagem que dialoga com o público no espetáculo em formato de palestra, em que narra suas percepções desde o momento em que se identificou como homossexual até a sua aceitação. Direção de Carlos Gradim (60min). 18 anos. Fundição Progresso Espaço Teatro de Anônimo (80 lugares). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2240-0930. Sexta a domingo, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 18h (sex. a dom.). Até 11 de março. Estreia prometida para a sexta (2).

UMA SOCIEDADE, de Virginia Woolf, com adaptação de Marina Monteiro. Montagem realizada em Florianópolis, o drama ambientado em 1910 narra a história de seis amigas que buscam compreender o mundo por meio de uma sucessão de encontros. Às vezes se vestem como homens e frequentam bibliotecas para aprender o que eles pensam, vão a jantares para descobrir o que eles sentem e ao tribunal para saber como julgam. No elenco estão três atrizes de Santa Catarina Andréa Buzato, Mitzi Evelyn e Marina Monteiro --, além das cariocas Alice Assef, Marina Palha e Diana Herzog. Direção de Lelette Couto (75min). 14 anos. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2543-5411. → Quarta e quinta, 21h. R$ 30,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a qui.). IC. Até 19 de abril. Estreia prometida para quarta (29).

AS ÚLTIMAS FLORES DO JARDIM DAS CEREJEIRAS, de Anton Tchekhov. Drama. Livre adaptação de O Jardim das Cerejeiras, a produção do Grupo Oficcina Multimédia, de Belo Horizonte, celebra 35 anos de atividades da companhia. A trupe, que havia uma década não trazia peças ao Rio, apresenta a montagem em uma instalação de 324 metros quadrados, inspirada nos conhecidos Penetráveis de Hélio Oiticica (1937-1980). Nela, cinquenta espectadores são cercados por cenas que acontecem em 360 graus. O elenco Escandar Alcici Curi, Fabrício Trindade, Henrique Mourão, Jonnatha Horta Fortes e Marco Vieira conduz a trama em torno de um impasse social, levando o público a um labirinto onde personagens do século XIX convivem com o Minotauro, síntese da morte que se alastrou por todos os lados. Direção de Ione de Medeiros (50min). 12 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (50 lugares). Rua Visconde Silva, s/nº, Humaitá, ☎ 2535-3846. Quinta, 21h; sexta e sábado, 19h e 21h; domingo, 20h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 17h (qui. a dom.). Até domingo (4). Estreia prometida para quinta (1º).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ O BOM CANÁRIO, de Zach Helm. A comédia do roteirista e dramaturgo americano ganha tradução de Mauro Lima. No palco, Flávia Zillo, Joelson Medeiros, Érico Brás, Leandro Castilho, Marcos Acher, Roberto Lobo e Sara Freitas encenam a história de Jack, um romancista apaixonado pela esposa, Annie. Instável emocionalmente, a mulher, viciada em anfetaminas, faz com que ele se esforce diariamente para mantê-la viva. O escritor acaba passando para as páginas o seu drama pessoal, e o livro torna-se um sucesso. Direção de Rafaella Amado e Leonardo Netto (100min). 16 anos. Estreou em 12/1/2012. Teatro Poeira (130 lugares). Rua São João Batista, 104, Botafogo, ☎ 2537-8053. Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 50,00. Bi-lhe-teria: a partir das 15h (qui. a dom.). IC. Até domingo (4).

✪✪✪ COZINHA E DEPENDÊNCIAS, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Bárbara Duvivier e Bianca Byington. Sucesso na versão cinematográfica de Philippe Muyl (Cuisine et Dépendances, de 1992), a comédia dramática gira em torno do reencontro de cinco amigos após uma década de distanciamento. Verdades e ressentimentos surgem do contato entre os anfi-triões Martine (Bian-ca Byington) e Jacques (Márcio Vito), o hóspede Georges (Flavio Pardal) e os convidados Charlotte (Silvia Buarque) e seu aguardado marido. Fred (Leandro Castilho), irmão de Martine, e sua noiva, Marylin, também comparecem. Direção de Bianca Byington e Leonardo Netto (80min). 14 anos. Estreou em 2/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 20h. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Um Dia como os Outros, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até quarta (29).

✪✪✪ UM DIA COMO OS OUTROS, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Ângela Leite Lopes. A comédia dramática se passa no núcleo de uma família tradicional de classe média durante o aniversário da esposa de um dos filhos. Como faz todas as sextas, a submissa Yolanda (Bianca Byington) se reúne para jantar com a família do marido, o bem-sucedido executivo Philippe Mesnard (Flavio Pardal). O ponto de encontro é o bar do irmão mais velho, Henrique (Márcio Vito), cuja esposa, Arlette, está atrasada justo na noite de aniversário de Yolanda. A demora exaspera a mãe dos rapazes (Analu Prestes). Em meio às confusões, a caçula solteirona Betty (Silvia Buarque) namora às escondidas o garçom Denis (Leandro Castilho). Direção de Bianca Byington e Leo-nardo Netto (90min). 14 anos. Estreou em 1º/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 21h30. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Cozinha e Dependências, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até quarta (29).

ISTO AQUI É ROCK?N?ROLL -- A LITTLE ROCK CONCERT, de Aloísio de A. Neto do comediante Oscarito, o ator Carlos Lof-fler estrela este musical de bolso na pele de C.Q. Lee, um lendário roqueiro brasileiro que retorna ao show-biz. Ele revira o baú de memórias fictícias e conta casos escabrosos, ora picantes, ora cômicos, envolvendo grandes nomes do rock nacional e estrangeiro. A narração das histórias é entremeada por clássicos do gênero, como Satisfaction, dos Rolling Stones, e I Wanna Be Sedated, dos Ramones (na versão em português escrita por Rita Lee). São executados ainda sucessos nativos, a exemplo de Inútil, do Ultraje a Rigor, e Por que a Gente É Assim?, de Cazuza. Loffler é acompanhado pela backing vocal Kelly Ana e por banda composta de duas guitarras, baixo e bateria. Direção cênica do autor e direção musical de Andrea Zeni (75min). 16 anos. Estreou em 11/1/2012. Teatro do Leblon -- Sala Fernanda Montenegro (417 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Terça e quarta, 22h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (ter. e qua.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até quarta (29).

✪✪✪ A MECÂNICA DAS BORBOLETAS, de Walter Daguerre. Prepare-se para altas doses de emoção. O bem urdido drama gira em torno da misteriosa ligação entre dois gêmeos. Eles, não por acaso, foram batizados com os nomes dos personagens mitológicos cujo trágico confronto é associado à fundação de Roma. No interior do Rio Grande do Sul, Rômulo, vivido por Eriberto Leão, foge de casa aos 16 anos, decidido a conquistar o mundo. Remo, em tocante interpretação de Otto Jr., sente-se traído e abandonado. Após duas décadas de ausência, Rômulo retorna como um famoso autor de livros de ficção em inglês, mas não sabe que seu pai, um mecânico, morrera dois anos depois de sua fuga. Restou ao irmão que ficou a ingrata missão de assumir as tarefas da oficina e sustentar a mãe, Rosália -- a personagem da mulher mentalmente perturbada pela viuvez é representada com sensibilidade por Suzana Faini. Na volta para casa, o escritor descobre ainda que a ex-namorada Liza (Ana Kutner) se tornou sua cunhada. Elaborados diálogos e a direção de Paulo de Moraes, da Cia. Armazém de Teatro, contribuem para desatar os nós familiares exibidos em cena (90min). 12 anos. Estreou em 11/1/2012. Centro Cultural Banco do Brasil -- Teatro I (175 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a domingo, 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua. a dom.). Até domingo (4).

AS REGRAS DA ARTE DE BEM VIVER NA SOCIEDADE MODERNA, de Jean-Luc Lagarge. Monólogo cômico da última fase do dramaturgo francês Lagarge (1956-1995), cuja obra contundente costumava abordar conflitos pessoais e relações difíceis. No espetáculo, a atriz Lorena da Silva dá vida a uma senhora que passa orientações a respeito de como os indivíduos devem se comportar em determinadas situações sociais: nascimento, batismo, casamento, bodas de prata e funeral. A graça vem das regras absurdas que a protagonista sugere. Direção de Miguel Vellinho (60min). 10 anos. Estreou em 5/7/2011. Casa de Cultura Laura Alvim -- Espaço Rogério Cardoso (70 lugares). Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2015, ? General Osório. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 10,00. Bilheteria: 16h/21h (ter. a sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). IC. Até domingo (4).

✪✪✪ A VINGANÇA DO ESPELHO: A HISTÓRIA DE ZEZÉ MACEDO, de Flavio Marinho. Na comédia dramática, Betty Gofman interpreta a atriz Zezé Macedo (1916-1999). Sua trajetória artística é narrada em cena de forma não linear, sem ordem cronológica. O elenco, que também conta com Tadeu Mello, Mouhamed Harfouch, Marta Paret e Antonio Fragoso, interpreta a história de uma companhia de teatro que prepara uma montagem sobre a vida e a obra da artista, considerada a primeira-dama da chanchada. O texto aborda o passado de Zezé em Silva Jardim, a adolescência, a perda do filho, a passagem pelo teatro de revista, os filmes, as relações de amor e amizade, os bastidores da televisão e até a homenagem rendida por uma escola de samba. Direção de Amir Haddad (80min). 12 anos. Estreou em 26/1/2012. Teatro Laura Alvim (245 lugares). Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2015, ? General Osório. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 10,00. Bilheteria: 16h/21h (ter. a sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). IC. Até domingo (4).

EXPOSIÇÕES

ESTREIAS

BRUNO VILELA. Natural do Recife, o artista apresenta quatro telas da série Ouroborus, que dá nome à mostra -- a palavra se refere ao conhecido símbolo que mostra uma cobra (às vezes, um dragão) devorando a própria cauda . São óleos de grandes dimensões, alguns com 3,5 metros de altura, como o quadro sem título que apresenta um barco à deriva. Completam o acervo cinco criações em técnica mista, de desenho e colagem. Bastante coloridas, foram feitas com materiais inusitados, a exemplo de um rótulo de cachaça e uma embalagem de papel de seda. Tema recorrente na obra de Vilela, a espiritualidade aparece em santos, auréolas, cruzes e até divindades egípcias. Galeria Laura Marsiaj. Rua Teixeira de Melo, 31-C, Ipanema, ☎ 2513-2074. Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 16h. Grátis. Até 28 de abril. A partir de terça (28).

IRINA IONESCO. Famosa fotógrafa, a francesa de origem romena expõe dezoito imagens de mulheres, em preto e branco, na mostra Invenções do Feminino. A controversa série que ela fez da filha, Eva, dos 4 aos 12 anos, está representada por três trabalhos. Outras criações selecionadas são Litanies pour une Amante Funèbre, de 1970, e Icône Byzantine, de 1978. Casa do Saber. Avenida Epitácio Pessoa, 1164, Lagoa, ☎ 2227-2237. Segunda a sexta, 11h às 20h. Grátis. Até 31 de maio. A partir de quinta (1º). www.casadosaber.com.br.

IRMÃOS CAMPANA. Leia a matéria. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 6 de maio. A partir de terça (28). Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 14h. Grátis. Até 31 de março. A partir de quarta (29). www.lucianacaravello.com.br.

exposicoes-1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

VIRTUDE DA CARIDADE. Entre dezembro de 2006 e junho de 2008, a Divisão de Obras Raras da Biblioteca Nacional abrigou Ao Pio Leitor... o Pecado, série de exposições que tinham como tema os sete pecados capitais. Agora, a instituição inaugura a série Ao Pio Leitor... a Virtude, começando pela caridade (as próximas abordarão humildade, mansidão, diligência, generosidade, temperança e castidade). Vinte itens do acervo da biblioteca ligados a este tema serão expostos. Um destaque é Psychomachia, obra do poeta da Roma Antiga Prudêncio, na qual as virtudes relacionadas à fé cristã vencem os vícios relacionados ao paganismo. Biblioteca Nacional. Avenida Rio Branco, 219, 3º andar, Centro, ☎ 3095-3879, ? Cinelândia. Segunda a sexta, 10h às 16h. Grátis. Até 13 de abril. A partir de segunda (27). www.bn.br.

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ CARLITO CARVALHOSA. Lugar Comum é a primeira mostra de Carvalhosa depois da montagem de sua instalação sonora, A Soma dos Dias, no Museum of Modern Art (MoMa) de Nova York, em 2011. De volta ao Rio, onde vive, o artista paulista exibe outras quatro instalações nas quais reflete sobre as paisagens e seus desdobramentos. Servem de matéria-prima pontaletes de eucalipto, espelhos, tinta, lâmpadas fluo-rescentes, alumínio e, como em A Soma dos Dias, tecidos. Quem assina a curadoria é Fernando Cocchiarale. Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017, ? General Osório. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até domingo (4).

CORDÃO DA BOLA PRETA: NOVE DÉCADAS ANIMANDO O CARNAVAL. Ao ar livre, a mostra reúne trinta grandes painéis com históricas reproduções fotográficas de cartazes que anunciavam antigos desfiles do bloco, ilustrações assinadas pelo artista Potoca, feitas em 1948, programas, ingressos e reportagens sobre a agremiação. O acervo ocupa uma galeria montada em estrutura tubular, com 70 metros quadrados e 5 metros de altura. Largo da Carioca, ? Carioca. Grátis. Até quarta (29).

EDUARDO DIAS DA ROCHA. Fotógrafo carioca que possui quinze trabalhos na coleção do Museu Rodin, em Paris, e já expôs no Festival de Fotografia de Montecchio Emilia, na Itália, Eduardo passou as últimas duas décadas fazendo registros de foliões durante o Carnaval no Rio, no Recife e em Veneza. Na individual Retratos e Carnavais, com curadoria da também fotógrafa Cristina Veneu, o artista exibe 37 ampliações em médios e grandes formatos, com flagrantes em preto e branco e em cores. No acervo, é possível notar semelhanças e contrastes entre mascarados e gaiatos fantasiados nas ruas cariocas, caboclinhos e brincantes do maracatu pernambucano e nobres renascentistas e figuras demoníacas representados na festa veneziana. Espaço Cultural Banco Central. Avenida Presidente Vargas, 730, subsolo, Centro, ☎ 2189-5327, ? Presidente Vargas. Segunda a sexta, 9h às 16h30. Grátis. Até sexta (2).

✪✪✪ ELISA BRACHER. A escultora paulistana ocupa o Espaço Monumental do MAM com a instalação Ponto Final sem Pausas. Sua obra consiste em uma esfera de aço com 1,10 metro de diâmetro e 8 toneladas de peso, suspensa por cabos a 2 metros do chão, além de três imensas chapas de chumbo. Com 80 metros quadrados cada uma, as chapas, batizadas por Elisa de "lençóis", ficam dispostas nos sentidos vertical e horizontal. Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 2240-4944. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h. R$ 8,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 4,00. Grátis para amigos do MAM e menores de 12 anos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 8,00 por grupo. Estac. (R$ 3,00 por uma hora). Até quarta (29). www.mamrio.com.br.

MARCELO JÁCOME MARTIN HOLZMEISTER & PEDRO PAGY O MEU RIO FOTOGRÁFICO. As três mostras com trabalhos de jovens artistas abrem a temporada 2012 do Largo das Artes. Em sua primeira individual, 001, o carioca Marcelo Jácome exibe colagens de papel sobre madeira, objetos e uma instalação com 150 pipas coloridas. Também do Rio, Martin Holzmeister e Pedro Pagy apresentam a instalação audiovisual Hypernova, inaugurando uma nova frente de atuação para a galeria -- a partir de agora aberta a criações que mesclam arte e tecnologia. Por fim, a coletiva O Meu Rio Fotográfico reúne 34 imagens produzidas por alunos da Brazil Foundation que frequentaram cursos de fotografia promovidos pela instituição nas localidades da Providência, Prazeres, Fogueteiro, Chapéu Mangueira e Babilônia. Largo das Artes. Rua Luís de Camões, 2, Largo de São Francisco, Centro, ☎ 2224-2985, ? Uruguaiana. Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, 12h às 17h. Grátis. Até sábado (3).

RAIMUNDO RODRIGUEZ. Na individual que leva seu nome, o artista cearense radicado no Rio apresenta quinze trabalhos, entre quadros, objetos e esculturas. Conhecido por reciclar materiais descartados, Rodriguez dá função nobre a retalhos de madeira e latas de tinta. No acervo, com curadoria de Renata Gesomino, há vistosas telas em técnica mista -- colagem e pintura -- da série Latifúndio. R$ 2 000,00 a R$ 35 000,00. Caza Arte Contemporânea. Rua do Resende, 52, Lapa, ☎ 9802-1848 (informações). Segunda a sexta, 14h às 19h. Grátis. Até sábado (3).

Fonte: VEJA RIO