GRÁTIS

É de graça!

Selecionamos 47 atrações gratuitas, de shows a exposições, para você se divertir sem gastar nada

- Atualizado em

DANÇA

AFINAL, O QUE ESTÁ POR TRÁS DA COISA CORPORAL?, de Ana Vitória. Nesta performance-solo, a coreógrafa baiana se exibe dentro de uma tenda criada pelo cenógrafo Sergio Marimba. Ana Vitória estabelece um diálogo com as artes plásticas, usando referências dos neoconcretistas, em especial de Lygia Clark (1920-1988). O primeiro figurino da apresentação reproduz Máscaras Abismo, um trabalho da artista de 1968, confeccionado com sacos de rede de náilon, daqueles que são usados para embalar laranjas. Direção da autora (25min). 12 anos. Estreou em 19/3/2010. Escola de Artes Visuais do Parque Lage ? Cavalariças (60 lugares). Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. Quinta (27) e sexta (28), 20h; domingo (30), 17h. Grátis. Visitação à instalação: segunda a quinta, 12h às 18h; sexta a domingo, 10h às 17h.

SHOWS

GILSON PERANZZETTA E MAURO SENISE. Próxima atração do projeto Samba & Outras Coisas, o pianista e o saxofonista cultivam uma parceria de mais de vinte anos. No repertório estão temas de João Bosco, Dorival Caymmi e Noel Rosa. Livre. Teatro Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4163. Sexta (28), 12h30. Grátis.

QUANDO EU ME CHAMAR SAUDADE. Produzidos por Haroldo Costa, três shows lembram o centenário de nascimento do sambista, violonista e compositor Nelson Cavaquinho (1911-1986). Na quinta (27) tem Claudia Telles; na sexta (28), Jards Macalé; e no sábado (29), Moacyr Luz. No domingo (30), os três se juntam para participar de um debate com o produtor. 10 anos. Centro Cultural dos Correios (200 lugares). Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. Quinta (27) a sábado (29), 19h. Grátis (distribuição de senhas uma hora antes).

ZÉ RENATO. Seu trabalho mais recente, Papo de Passarim (2010), lhe rendeu a indicação ao Prêmio da Música Brasileira na categoria melhor cantor de MPB. Esse compositor com belos serviços prestados ao samba é a próxima atração do projeto MPB 12h30. Além de cantar, ele participa de um talk-show comandado pelo jornalista e pesquisador Ricardo Cravo Albin. Livre. Centro Cultural Light (182 lugares). Avenida Marechal Floriano, 168, Centro, ☎ 2211-7295. → Quarta (26), 12h30. Grátis (distribuição de senhas uma hora antes).

TEATRO

ACONCHEGO CARIOCA Em sua terceira edição, a mostra de teatro reunirá de quinta (27) a 27 de novembro dezesseis companhias de dez estados para apresentar 21 espetáculos grátis. Abaixo, os destaques da primeira semana. ✪✪✪✪ ACORDA ZÉ! A COMADRE TÁ DE PÉ!, de Venício Fonseca. Comédia do Grupo Teatral Moitará, especialista em encenações com uso de máscaras. CARTAS DE RODEZ, de Antonin Artaud, com tradução de Lilian Escorel e adaptação de Ana Teixeira e Stephane Brod. Monólogo da Cia. Amok Teatro encenado por Stephane Brodt, baseado em cartas enviadas pelo dramaturgo francês Artaud ao seu psiquiatra, doutor Ferdière, no período em que esteve internado como louco no manicômio de Rodez, de 1943 a 1946. KABUL, de Ana Teixeira e Stephane Brodt. Outro drama da Cia. Amok Teatro, ambientado numa devastada cidade afegã de Cabul, onde quatro personagens buscam sentido para sua vida. Teatro Escola Sesc (100 lugares). Avenida Ayrton Senna, 5677, Jacarepaguá, ☎ 3214-7404. Acorda Zé! A Comadre Tá de Pé! (50min). 10 anos. Quinta (27), 18h30. Cartas de Rodez (55min). 12 anos. Sexta (28), 18h30. Kabul (80min). 14 anos. Sábado (30), 18h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. www.teatroescolasesc.wordpress.com.

CONCERTOS

EDUARDO MONTEIRO E CLARA ALBUQUERQUE. O flautista e a cravista se juntam em um repertório que inclui composições de Telemann, Leclair e Bach. Casa França-Brasil ? Lounge (80 lugares). Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. Quarta (26), 18h30. Grátis. Senhas distribuídas meia hora antes.

ORQUESTRA VILLA-LOBOS E AS CRIANÇAS. O conjunto encerra a série de concertos didáticos iniciados em setembro, dentro do Projeto Mobilidade Sonora ? Alma Barroca. Regida pelo maestro Sérgio Barbosa, a apresentação intercala obras de Vivaldi, Haendel, Corelli e Bach, com comentários sobre a vida e a obra desses compositores. Teatro Carlos Gomes (650 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2215-0556. Quarta (26), 10h30, 12h, 14h30, 16h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes.

VINICIUS AMARAL, PAULO SANTORO E JACOB HERZOG. Violinista, violoncelista e pianista apresentam um repertório inteiramente dedicado a Haydn. Centro Cultural Ibeu (107 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690, 11º andar, Copacabana, ☎ 3816-9400, ? Siqueira Campos. Quinta (27), 19h. Grátis. Senhas distribuídas a partir de 18h15.

ESPECIAL

ACADEMIA CARIOCA DE LETRAS. No ciclo de palestras dedicado à história e aos personagens da cidade, a próxima convidada é a professora Melissa de Mello e Souza. Ela vai falar sobre o escritor Rubem Fonseca, que tem diversos de seus contos e romances ambientados no Rio de épocas variadas. Academia Carioca de Letras (130 lugares). Rua Teixeira de Freitas, 5, sala 306, Lapa, ☎ 2224-3139. Segunda (24), 17h30. Grátis.

LITERATURA POLICIAL. Autor de livros de suspense e criador do investigador Espinoza, Luiz Alfredo Garcia-Roza se junta ao crítico Flávio Carneiro para conversar sobre os grandes detetives da ficção policial. A mediação será do jornalista Álvaro da Costa e Silva. Biblioteca de Botafogo (60 lugares). Rua Farani, 53, Botafogo, ☎ 2551-6911. Quarta (26), às 19h30. Grátis.

DEPOIMENTOS PARA POSTERIDADE. Esses encontros são uma boa oportunidade para conhecer um pouco mais da biografia do entrevistado. No caso, o compositor Edu Lobo, que vai desfiar sua trajetória artística em bate-papo com os jornalistas Regina Zappa, Beatriz Thielmann, Hugo Sukman e João Máximo. O registro será gravado para ficar no arquivo da instituição. Museu da Imagem e do Som ? Auditório (56 lugares). Praça Luiz Souza Dantas, 1, Praça XV, Centro ☎ 2332-9520. Quarta (26), 13h30. Grátis.

AUTOAJUDA. A psicoterapeuta Berenice Kuenerz lança Para Tornar a Vida Bela (Editora Gryphus, 176 págs., R$ 29,90), livro que une o conhecimento científico ocidental à sabedoria milenar do Oriente. Livraria Argumento ? Rio Design Barra. Avenida das Américas, 7777, 3º piso, lojas 326 a 330, ☎ 2438-7644. Quinta (27), 19h. Grátis.

NELSON CAVAQUINHO. O Museu da República será palco para uma grande homenagem ao sambista, que completaria 100 anos no dia 28 de outubro, autor de sucessos eternos como A Flor e o Espinho e Folhas Secas. No evento, o jornalista e escritor Afonso Machado lançará Nelson Cavaquinho - Violão Carioca (ND Comunicação, 200 págs, R$ 40,00). Museu da República. Rua do Catete, 153, Catete, ☎ 3235-3693. Quinta (27), 19h. Grátis.

CRIANÇAS

✪✪✪✪ CABELOS ARREPIADOS, de Karen Acioly. Leia em Veja Rio Recomenda (pág. 10). Direção da autora (55min). Rec. a partir de 7 anos. Estreou em 15/10/2011. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado e domingo, 16h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Até 18 de dezembro.

✪✪✪ CLUBE DOS PALHAÇOS, de Ne­hemias Rezende e Evandro Mesquita. Na produção da trupe Irmãos Brothers, é no tal clube que tudo acontece: números de acrobacia, contorcionismo, malabarismo, perna de pau, ilusionismo... A peça é embalada por boa música, incluindo Elvis Presley, The Temptations, Tom Waits e Celly Campelo. Tradição entre os Brothers, o espetáculo é repleto de humor ? ninguém segura o riso no número do palhaço que imita Beethoven. Direção de Evandro Mesquita (60min). Livre. Estreou em 30/7/2011. Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (150 lugares). Avenida Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (grátis). Até 6 de novembro.

CONVERSAS INVERSAS HISTÓRIAS DIVERSAS, de Breno Sanches. Usando como fio condutor o conto O Gargalo da Garrafa, trabalho menos conhecido do dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875), o espetáculo narra a trajetória de uma garrafa, desde seus dias de glória, quando era usada na celebração de um casamento, até seus momentos difíceis, boiando no mar. Dividindo o palco, Adriano Pellegrini e Matheus Calado vivem dez personagens. Os atores também subvertem a ordem natural da ação, fazendo a garotada participar ativamente do espetáculo. Direção do autor (50min). Livre. Estreou em 9/10/2011. Espaço Cultural Eletrobras Furnas ? Auditório (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-2794. Domingo, 17h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Até domingo (30).

EXPOSIÇÕES

FLÁVIO-SHIRÓ. Um dos artistas mais longevos ainda em atividade, o pintor, gravador e desenhista nipo-brasileiro Flávio-Shiró segue inquieto. Ele migrou do Japão para o nosso país ainda criança e morou com a família no Pará e em São Paulo, onde começou a manejar os pincéis na adolescência. São 83 anos de vida e quase sete décadas de trajetória artística, período em que realizou quarenta individuais e participou de mais de 160 coletivas aqui e no exterior. Soma-se a essa bagagem a mostra que ele vai abrir na próxima quarta (26), na Galeria Gustavo Rebello, que fica no térreo do Copacabana Palace. Com energia para produzir intensamente, Shiró apresentará apenas trabalhos inéditos, um atrativo a mais da exposição, batizada de Obras Recentes. O visitante poderá ver vinte peças de pequenas dimensões e outras cinco de formatos médios e grandes. As obras, por sinal, exibem temáticas e estilos abrangentes, mas têm em comum a textura da tinta com grossas camadas, marca característica desse autor que passeou ao longo da carreira por um amplo arco de movimentos, do expressionismo figurativo ao abstracionismo informal. Um quadro da mostra, Austral, faz alusão ao grupo homônimo que ele integrou nos anos 60. "Não gosto de fazer telas sem título. Os quadros são como filhos e merecem receber nome", diz ele, que, desde a década de 80, se divide entre o ateliê no bairro do Marais, em Paris, e a casa-oficina, próxima do Outeiro da Glória. Galeria Gustavo Rebello Arte. R$ 15?000,00 a R$ 100?000,00. Avenida Atlântica, 1708, loja 8 (Copacabana Palace), Copacabana, ☎ 2548-6163. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, 14h às 18h. Grátis. Até 19 de novembro. A partir de quarta (26). www.gustavorebelloarte.com.br.

O CIRCO DOS SONHOS. Reúne trabalhos em videoarte e fotografias de Andrei Muller, Flávio Vasconcellos e Gustavo Speridião, integrantes do coletivo Gráfica Utópica. Fundado há dez anos pelos três ex-alunos da Escola de Belas Artes da UFRJ, o grupo faz uma produção plural, mesclando cinema, fotografia, música, poesia, desenho, pintura e intervenção urbana. No acervo estarão 26 registros em preto e branco e o vídeo O Circo dos Sonhos, de 45 minutos, com o qual o trio venceu o Prêmio Rumos, do Itaú Cultural, em 2009. Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (grátis aos domingos). Até 11 de dezembro. A partir de terça (25). www.mnba.gov.br.

EM TORNO DA ESCULTURA. Com curadoria de Guilherme Bueno, esta coletiva juntará treze trabalhos tridimensionais, entre objetos, instalações e esculturas. Vão ficar à mostra obras de Ana Holck, Ana Linnemann, Angelo Venosa, Antonio Manuel, Carla Guagliardi, Carlos Bevilacqua, Daisy Xavier, Estela Sokol, Felipe Co-hen, Gonçalo Ivo, Gustavo Speridião, Ivens Machado e Otavio Schipper. R$ 15?000,00 a R$ 60?000,00. Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 7 de janeiro. A partir de quinta (27). www.anitaschwartz.com.br.

GABRIEL CENTURION. Este artista paulistano de 33 anos que transita entre o grafite, a fotografia e o vídeo faz sua primeira individual no Rio, batizada de Retratos de um Mundo Flutuante. Em texto de apresentação, o crítico de arte Fernando Gerheim destaca que os trabalhos de Centurion têm uma estética entre as gravuras japonesas e a colagem videográfica, explorando imagens de personagens infantis em situações inusitadas, como os robôs Transformers, o ursinho Pooh e outros bichos de pelúcia. Constam do acervo pinturas de títulos curiosos, a exemplo de Macaco Noia, além de trabalhos em pequenos formatos da série Fetiche. R$ 4?500,00 a R$ 8?500,00. Artur Fidalgo Galeria. Rua Siqueira Campos, 143, 2º piso, Copacabana, ☎ 2549-6278, ? Siqueira Campos. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 26 de novembro. A partir de quinta (27), às 19h. www.arturfidalgo.com.br.

PETRILLO. Fluminense de Valença, o artista plástico e designer de 36 anos exibirá na individual Imaterial 25 pinturas inspiradas em plantas de levantamento topográfico. Essas pranchas usadas para descrever relevos de terreno são constituídas de linhas irregulares, exploradas por Petrillo, ora correndo em paralelo, ora convergindo para pontos em comum, resultando em um interessante grafismo. R$ 2?000,00 a R$ 22?000,00. Almacén Galeria. Avenida Ayrton Senna, 2150 (CasaShopping), Barra, ☎ 3325-8622. Segunda, 12h às 22h; terça a sábado, 10h às 22h; domingo, 15h às 21h. Grátis. Até 13 de novembro. A partir de quarta (26).

THIAGO HONÓRIO. Professor da Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), o artista visual mineiro radicado em São Paulo fará sua primeira individual no Rio. Batizada de Corte, a mostra reunirá objetos construídos com matérias-primas variadas. Em Vis-à-Vis, por exemplo, ele usa chifres de boi, lupas e espelho convexo. Outra obra, chamada Presa, exibe um dente de elefante com um anel de bronze e um projétil fincado. Já em Viravolta são utilizados retalhos de peles negras e brancas de lebres, um par de chifres de touro e madeira laqueada. Completam o conjunto desenhos produzidos neste ano. R$ 5?000,00 a R$ 30?000,00. Galeria Laura Marsiaj. Rua Teixeira de Melo, 31 C, Ipanema, ☎ 2513-2074. ? General Osório. Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 16h. Grátis. Até 3 de dezembro. A partir de quinta (27), às 19h.

✪✪✪✪ FERNANDO BOTERO. Conhecido por representar personagens rechonchudos e bem-humorados, o pintor colombiano de 79 anos e há quatro décadas radicado em Paris apresenta também uma diferente faceta de sua produção. Na individual Dores da Colômbia, exibe 36 desenhos, 25 pinturas e seis aquarelas com cenas violentas repletas de vítimas de conflitos políticos que envolvem guerrilheiros, paramilitares e forças do governo de seu país. Caixa Cultural ? Galeria 3. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-7666, ? Carioca. → Terça a sábado, 10h às 22h; domingo e feriados, 10h às 21h. Grátis. Até domingo (30). www.caixacultural.com.br.

✪✪✪ IVAN CARDOSO. Antes de 1970, quando se estabeleceu como cineasta e mestre do gênero terrir, uma mistura de terror e chanchada, Cardoso atuou como pintor e aproximou-se de colegas como Rubens Gerchman, Carlos Vergara e Hélio Oiticica. Ainda nos anos 60, também começou a fotografar diversos amigos ? muitos deles se tornariam bem famosos, como Caetano Veloso ? e reuniu um acervo de 70?000 negativos ao longo de três décadas. Na individual que leva seu nome, o artista exibe oitenta ampliações, pintadas a guache, caneta hidrográfica e acrílica, com imagens de Ney Matogrosso, Claudia Ohana, Débora Bloch e Glauber Rocha, entre outros. R$ 2?500,00 a R$ 8?000,00. Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143, 2º piso, Copacabana, ☎ 2256-3268, ? Siqueira Campos. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até sábado (29).

✪✪✪ MANUEL MESSIAS NAS COLEÇÕES GUTMAN E KORNIS. Sergipano que viveu e trabalhou no Rio, Manuel Messias (1945-2001) teve uma intensa produção entre os anos 60 e 90. Portador de problemas psiquiá­tricos que se agravaram ao longo de sua vida, ele tem poucas obras presentes em acervos públicos. Aluno de Ivan Serpa no MAM carioca, em 1963, foi orientado pelo mestre a produzir xilogravuras. Nesta mostra, estão reunidos 72 exemplares de pequenos e médios formatos pertencentes às coleções de Guilherme Gutman e de Mônica e George Kornis. Caixa Cultural ? Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-7666, ? Carioca. → Terça a sábado, 10h às 22h; domingo e feriados, 10h às 21h. Grátis. Até domingo (30). www.caixacultural.com.br.

✪✪✪ PULSO IRANIANO. Coletiva de fotografias, vídeos e poesias criados por 24 artistas contemporâneos nascidos no Irã, cuja produção já circula pela Europa e pelos Estados Unidos. Entre os destaques do conjunto, selecionado por Marc Pottier, ex-adido cultural da França no Brasil, estão as imagens realizadas pelas fotógrafas Shadi Ghadirian e Shirin Neshat, além do performático Peyman Hooshmandzadeh ? ele faz autorretratos de cabeça para baixo em espaços urbanos na série Up Side Down. Há também projeções de quatro filmes com duração média de cinquenta minutos, a exemplo de Shirin (2009), uma história de amor à moda de Romeu e Julieta dirigida pelo premiado cineasta Abbas Kiarostami. Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até domingo (30). www.oifuturo.org.br.

✪✪✪ RIO: A ARTE DA ANIMAÇÃO. Mostra interativa sobre os bastidores da realização do longa-metragem Rio, protagonizado pela ararinha Blu e dirigido pelo carioca Carlos Saldanha. No acervo, reunido com curadoria de Marcello Monteiro, da Mister Toon Studios, estão as primeiras páginas do roteiro, imagens de storyboard, esboços dos personagens e cenários, além de todo o processo de montagem digital. Os visitantes também podem encontrar jogos eletrônicos, um telão em 3D e painéis onde é permitido tirar fotos ao lado dos personagens. Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (grátis aos domingos). Até domingo (30). www.mnba.gov.br.

SANDRA PASSOS E ELIO HADDAD. Após intensa pesquisa sobre a água e suas implicações na vida, a criadora conceitual Sandra e o artista plástico Elio construíram os trabalhos integrantes da mostra Aqua. No acervo selecionado estão duas instalações, uma escultura, um vídeo e uma fotografia da performance realizada pela dupla. A ideia é provocar no espectador reflexões sobre problemas ambientais, como a escassez de água potável e a ameaça do aquecimento global. Centro Cultural Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2224-3922. Terça a sábado, 10h às 18h. Grátis. Até domingo (30).

✪✪ VINTE OLHARES NOVOS. Coletiva com trabalhos de vinte fotógrafos novatos de todo o país, em variadas técnicas de composição e diversos temas. Curador da mostra, o experiente fotógrafo Flávio Damm fez a seleção das imagens entre 1890 registros recebidos de 189 candidatos, que enviaram material para o projeto Leitura de Portfólio por meio do site do CCJF. Centro Cultural Justiça Federal ? Gabinete de Fotografia. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até domingo (30). www.ccjf.trf2.gov.br.

✪✪✪ ÁFRICA-BRASIL, AN­CES­TRA­­LIDADE E EXPRES­SÕES CONTEMPORÂNEAS. Realizada pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros, a mostra com fotografias, pinturas, esculturas, cartuns e cartazes apresenta um panorama das nações africanas e sua história. Outro intuito da atração é celebrar a memória do recém-falecido pintor, poeta, escritor e ativista Abdias Nascimento (1914-2011). Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 4 de dezembro. www.ccjf.trf2.gov.br.

AMADOR PEREZ. Há quase quatro décadas o artista visual e professor da Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi) tem pautado sua criação pelos binômios obra/simulacro, produção/reprodução, materialidade/imaterialidade. Na individual 1, 2, Perez apresenta dezesseis trabalhos em técnica mista, que juntam desenho, gravura, reprodução xerográfica e tecnologia digital. R$ 9?000,00 a R$ 36?000,00. Jaime Portas Vilaseca Galeria. Avenida Ataulfo de Paiva, 1079, subsolo 109, Leblon, ☎ 2274-5965. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 3 de dezembro. www.portasvilaseca.com.br.

ANA MARIA TAVARES. Escultora mineira com trajetória internacional, Ana Maria tem obras em importantes acervos, como o do Kröller-Müller Museum, na Holanda, da Culturgest, em Portugal, e do Frac-Basse Normandie, na França, além de várias coleções no Brasil. Sem expor no Rio desde 1997, ela exibe na individual Desviantes quatro painéis da série Hieróglifos Sociais, exemplares da série de dípticos Eclipse e a instalação Mesa Oca. Esses trabalhos são desdobramentos da pesquisa que ela faz há catorze anos, manipulando graficamente as plantas feitas por Oscar Niemeyer para o Pavilhão Lucas Nogueira Garcez, no Parque Ibirapuera, espaço cultural mais conhecido como Oca. A ideia é deformar as linhas modernistas. Curiosamente, os quatro novos trabalhos receberam nomes de motéis do Rio. A partir de R$ 6?000,00. Galeria Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 19h. Grátis. Até 19 de novembro. www.silviacintra.com.br.

ANO 4. Para celebrar os quatro anos de atividades do Largo das Artes, a coletiva apresenta mais de sessenta trabalhos de treze artistas representados pela galeria e de outros quinze criadores cuja trajetória é ligada à casa. Curadora da mostra, a marchande Martha Pagy agrupa no acervo obras de autores de diferentes gerações para promover diálogos artísticos. Na seleção há nomes como Bruno Miguel, Marinho, Lica Cecato, Maria do Carmo Secco, Nelson Félix, Regina Silveira, Valéria Costa Pinto, Lena Bergstein, Flavio Colker, Murillo Meirelles e Zeka Araújo. R$ 500,00 a R$ 50?000,00. Largo das Artes. Rua Luís de Camões, 2, Largo de São Francisco, Centro, ☎ 2224-2985, ? Uruguaiana. Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, 12h às 17h. Grátis. Até 5 de novembro.

CLAUDIA HERSZ E CLAUDIA TAVARES. As artistas ocupam com suas individuais os salões do Espaço Cultural Sérgio Porto. Na mostra Khaza, com curadoria de Bernardo Mosqueira, Claudia Hersz exibe uma grande instalação constituída de objetos, móveis, encadernações, pinturas e mais de 100 metros quadrados de tapetes que cobrem parte do chão e das paredes. São tapeçarias de estilo antigo (gobelins) que integram a série Scènes de la Vie aux Tropiques. Já Claudia Tavares apresenta na exposição Nós, fotografias, objetos e o vídeo Inserção em Circuito Amoroso. Espaço Cultural Sérgio Porto. Rua Visconde Silva, s/nº, Humaitá, ☎ 2535-3846. Quarta a domingo, 14h às 21h. Grátis. Até 20 de novembro.

✪✪✪ CLÉCIO PENEDO. Considerado um dos principais nomes do desenho brasileiro contemporâneo, Penedo (1936-2004) é lembrado na retrospectiva Notas de um Percurso Gráfico ? 50 Anos de Arte. Reunido para marcar a passagem de seus 75 anos de nascimento, o acervo selecionado pelo curador Edson Borges apresenta 120 obras em variados suportes, distribuídas por catorze séries. Foram escolhidas pinturas realizadas entre 1956 e 1973 e desenhos das séries Geróticos e Inominados. Há também obras em que o artista mineiro conjuga a irreverência da pop art com a essência do Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade (1890-1954), a exemplo das séries És Tupi do Brasil, Cartilhada e Comei-vos uns aos Outros. Museu Histórico Nacional ? Casa do Trem. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, ☎ 2550-9220. → Terça a sexta, 10h às 17h30; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. R$ 6,00. Grátis para menores de 5 anos e pessoas com mais de 65 anos. A bilheteria fecha meia hora antes. Grátis aos domingos. Até 25 de novembro. www.museuhistoriconacional.com.br.

✪✪✪✪ FRANZ WEISSMANN (1911-2005). Expoente do neoconcretismo, o escultor tem seu centenário de nascimento lembrado na mostra que reúne 82 peças. Curador do material, Max Perlingeiro selecionou trabalhos emblemáticos, caso de Cubo Vazado, exibido na Bienal de São Paulo de 1953, e criações menos conhecidas, além de maquetes. Completam a exposição obras assinadas por artistas que tiveram importante participação na trajetória de Weissmann. Entre eles, Alberto da Veiga Guignard (1896-1962), criador da Escola do Parque, em Belo Horizonte, e que o convidou para ser professor, e Amilcar de Castro (1920-2002), um dos alunos do artista na instituição mineira. Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎ 2537-7566. Segunda a sexta, 10h às 18h; sábado e feriados, 10h às 16h. Grátis. Até 3 de dezembro.

FRONTEIRIÇOS. A coletiva reúne trabalhos que estejam na fronteira entre suportes. Pelo conceito da curadora Daniela Name, essa condição reforça a impossibilidade na arte contemporânea de determinarmos que uma criação "pintura", "escultura", "instalação" ou "objeto". No elenco estão momes de diferentes gerações e procedimentos: Alessandro Sartore, Bruno Miguel, Carolina Ponte, Caroline Valansi, Felipe Co-hen, Hugo Houayek, Ivan Grilo, Jaqueline Vojta, Letícia Lampert, Marcos Cardoso, Matias Mesquita, Nazareno, Rodrigo Torres, Siri e Wagner Malta Tavares. R$ 500,00 a R$ 16?000,00. Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 14h. Grátis. Até 18 de novembro. www.lucianacaravello.com.br.

GIORGIO VASARI: A INVENÇÃO DO ARTISTA MODERNO. Natural de Arezzo, o arquiteto e pintor Giorgio Vasari (1511-1574) ficou conhecido ao projetar importantes edificações e decorar os interiores com afrescos, a exemplo da Galeria Uffizi e do Palazzo Vecchio, ambos em Florença. Mas ele é mais lembrado por ser o primeiro historiador da arte de que se tem notícia, ao lançar, em 1550, o pioneiro livro do gênero, As Vidas dos Mais Conhecidos Pintores, Escultores e Arquitetos ? De Cimabue até Nossos Dias. Era um catálogo com biografias de artistas que atuaram nos séculos anteriores, como Giovanni Cimabue (1240-1303), e também na época em que viveu, caso de Michelangelo (1475-1564). Muitos atribuem a ele a conceituação desse período como "Rinascita", o que lhe valeu o título de Pai do Renascimento. Nessa mostra, com curadoria da historiadora Elisa Byington, estão 200 desenhos, gravuras e livros raros pertencentes ao acervo da Biblioteca Nacional. Entre os destaques, um exemplar original da segunda edição do livro Le Vite de? Più Eccellenti Pittori, Scultori e Architetti, de 1568. Fundação Biblioteca Nacional ? Espaço Eliseu Visconti. Rua México, s/nº, Centro, ☎ 3095-3862. ? Cinelândia. Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até 4 de dezembro. www.bn.br.

✪✪✪✪ ÍNDIA. Leia em Veja Rio Recomenda. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 29 de janeiro.

MODELO VIVO. Pintor tarimbado, Gianguido Bonfanti dá aulas de desenho e pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde alunos aprimoram a técnica de passar para o papel e para a tela os contornos observados em modelos vivos. É ele quem assina a seleção de peças desta mostra com trabalhos de Franklin Teredo, Gustavo Alves da Silva, Michael Sasso, Paulo Vieira e Rodrigo Heleno Vergueira. Escola de Artes Visuais do Parque Lage ? Galerias 1 e 2. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. Segunda a quinta, 9h às 22h; sexta a domingo e feriados, 10h às 17h. Grátis. Até 20 de novembro. www.eavparquelage.rj.gov.br.

✪✪✪ PAIXÕES PRIVADAS - A ARTE EUROPEIA NAS COLEÇÕES PARTICULARES DO RIO DE JANEIRO. Esculturas de Rodin e Modigliani, pinturas de Chagall e Kandinsky e objetos antigos da cultura greco-romana são alguns dos tesouros da mostra, com cerca de setenta obras pertencentes a vinte importantes acervos, a exemplo das coleções Roberto Marinho e de Geneviève e Jean Boghici. Entre os destaques da coletiva, com curadoria assinada por Romaric Büel, está um exemplar de bronze da escultura O Beijo, de Rodin. Trata-se de uma das primeiras fundições em pequena escala, de 1900, de uma das mais icônicas criações do artista francês. Também merecem atenção Busto de Coco, pintura de Pirre-Auguste Renoir, Bicho em Fundo Preto, de 1940, guache de Wassily Kandinsky, e Cabeça de um Executor, óleo sobre madeira de Hieronymus Bosch. Centro Cultural Correios ? Salão do 3º Andar. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 13 de novembro. www.correios.com.br.

RONALD DUARTE. Na individual 7, o artista plástico carioca apresenta peças em variados suportes. Fernando Cocchiarale assina a curadoria da mostra de nome inspirado no número que determina sequências marcantes ? dias da semana, cores do arco-íris, notas musicais, pecados capitais ? e estabelece a distribuição do acervo. Sempre em sete, estão exibidos desenhos de fogo, objetos em garrafas PET da série Filíferos e ampliações fotográficas em grandes formatos com registros de intervenções urbanas. Uma delas é Fogo Cruzado, de 2002, em que Ronald transformou em fogueira um trecho dos trilhos de bondes de Santa Teresa. Completam a mostra vídeos e uma escultura de 2 metros em formato de gota. Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017, ? General Osório. → Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 4 de dezembro.

SONIA ANDRADE. Uma das pioneiras da videoarte no Brasil, a artista carioca ocupa todos os salões do Centro de Arte Hélio Oiticica com a Retrospectiva 1974-1993. Com seleção de Marisa Flórido, o vasto acervo reúne sete conjuntos, com destaque para uma instalação apresentada na XIV Bienal Internacional de São Paulo, em 1977, desenhos em papel japonês e 100 objetos da mostra Hydragrammas, montada no Museu Nacional de Belas Artes em 1993. Centro de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Praça Tiradentes, ☎ 2232-2213, ? Presidente Vargas. → Terça a sexta, 11h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 27 de novembro.

SÉRGIO MARIMBA. Carioca de Bangu, Marimba iniciou sua carreira de cenógrafo no Carnaval de 1982. De lá para cá, desenvolveu seu trabalho como artista plástico explorando diversas possibilidades do ferro oxidado e materiais reciclados. Na individual Lembranças Perdidas, exibe duas instalações e trinta fotografias antigas aplicadas em superfícies metálicas enferrujadas. Há quinze anos, ele coleciona retratos e cartões-postais que encontra em feiras de antiguidade e antiquários. Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-7666, ? Carioca. → Terça a sábado, 10h às 22h; domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 27 de novembro. www.caixacultural.com.br.

TEMPO FUTURO / FUTURO DO TEMPO. Coletiva com trabalhos de onze artistas em vídeo, fotografia e web art. Entre os destaques está uma série de desenhos a nanquim sobre papel da paraense Keyla Sobral, em que a fotografia é o tema. Também integram a mostra Luiza Baldan, Joana Traub Csekö, Ana Angelica Costa, Claudia Hersz, Claudia Tavares, Eduardo Delfim, Rebeca Rasel, Renata Ursaia, Tom Lisboa e Patricia Gouvêa (que também assina a curadoria). Galeria do Ateliê da Imagem. Avenida Pasteur, 453, Urca, ☎ 2541-3314. Segunda a sexta, 10h às 21h30; sábado, 10h às 17h30. Grátis. Até 10 de dezembro. www.ateliedaimagem.com.br.

✪✪✪ VALÉRIE BELIN. Fotógrafa francesa, Valérie tem a produção caracterizada por trabalhos que se aproximam das pinturas hiper-realistas. Em 2008, exibiu na coletiva Demi-Verités ? Meias Verdades, no Oi Futuro Flamengo, um conjunto de retratos de mulheres que provocava estranhamento. Agora, na individual O Ser e o Aparecer, são apresentados trabalhos de videoarte em grandes formatos das séries Black-Eyed Susan ? de figuras femininas retratadas à moda dos anos 50, com o rosto circundado por flores ?, Fisiculturistas 1, Vintage Cars e uma ampliação monumental do conjunto Ballroom Dancers. Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 6 de novembro. www.fcfb.rj.gov.br.

✪✪✪ RENAN CEPEDA. Fotógrafo que utiliza há mais de uma década a técnica de light painting ? aumentando o tempo de exposição, ele "pinta" as imagens com a ajuda de lanternas e canetas a laser ?, Cepeda apresenta novos exemplares de sua produção. Na individual Knight Paintings entram 22 trabalhos de médio e grande formato com registros realizados na Espanha. Ele percorreu a região do altiplano de Castela e Leão, no noroeste daquele país, fotografando castelos medievais abandonados e em ruínas. R$ 1?500,00 a R$ 9?500,00. Galeria Tempo. Avenida Atlântica, 1782, loja E, Copacabana, ☎ 2255-4586. Terça a sábado, 11h às 19h. Grátis. Até 12 de novembro. www.galeriatempo.com.br.

Fonte: VEJA RIO