DIVERSÃO

É de graça

Listamos 16 atrações gratuitas para você curtir o fim de semana sem gastar nem um tostão. Tem filmes, exposições e mais

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

CINEMA

É Tudo Verdade

Na 19ª edição, o festival vai exibir, com entrada franca, 77 documentários de 26 países, de sábado (5) ao dia 13. A programação, que ocupa o Espaço Itaú de Cinema 4, o CCBB, o Oi Futuro Ipanema e o Instituto Moreira Salles, traz atrações inéditas como Tudo por Amor ao Cinema, de Aurelio Michiles, retrato de um profissional apaixonado por seu trabalho: Cosme Alves Neto (1937-1996) foi curador da Cinemateca do MAM carioca por mais de duas décadas e deu contribuição fundamental para a preservação de nossa cinematografia. O filme será exibido no Espaço Itaú, no sábado (5), às 17h. Outro lançamento nacional, Democracia em Preto e Branco passa no domingo (6), na mesma sala, às 15h. Dirigida por Pedro Asbeg, a produção resgata o momento histórico que, nos anos 80, uniu a Democracia Corinthiana, grupo liderado por jogadores de futebol como Sócrates, Vladimir e Casagrande, a estrelas do rock nacional, a exemplo dos integrantes dos grupos Barão Vermelho, Paralamas e Ultraje a Rigor, na luta contra desmandos da ditadura militar. Na seção retrospectiva, Helena Solberg terá oito de seus filmes apresentados. O ótimo Carmen Miranda ? Bananas Is My Business ganha sessão no sábado (5), às 20h, no CCBB. Confira a programação completa em abr.ai/e-tudo-verdade-2014

É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários. De sábado (5) a 13. Espaço Itaú de Cinema 4, CCBB, Oi Futuro Ipanema e Instituto Moreira Salles. Grátis.

Jorge Araújo/Folhapress
(Foto: Redação Veja rio)

CRIANÇAS

As Aventuras de Pedro A peça explora fantasias do menino do título. Com jeito de adulto e sem criatividade para brincar, ele embarca em uma aventura ao lado de personagens como um leitão hipocondríaco e uma bruxa aposentada. Direção de Mariana Rebelo (50min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 22/3/2014.

Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (150 lugares). Avenida Bartolomeu Mitre, 1?110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 18h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Até 11 de maio.

ESPECIAL

Feira do Rio Antigo Além do alentado roteiro gastronômico da vizinhança e dos expositores de antiguidades, artesanato, livros e peças de arte e decoração, a edição de abril vai lembrar o Dia Nacional do Choro, com apresentação do grupo Pixin Bodega, às 16h30, na Praça Emilinha Borba.

Rua do Lavradio, Lapa. Sábado (5), 10h ás 19h. Grátis.

EXPOSIÇÕES

✪✪✪ Cavalcante Primeira retrospectiva do caricaturista carioca, a mostra reúne 114 trabalhos produzidos ao longo de mais de 25 anos de uma sólida carreira. Entre as personalidades retratadas em seu inconfundível traço estão Vinicius de Moraes, Nelson Cavaquinho, Cartola, Romário, Dilma Rous-seff, Hugo Chávez e Manuel Bandeira. Além das caricaturas, há ilustrações em nanquim, esboços inéditos, objetos-esculturas (que, segundo ele, servem de inspiração para desenhar) e sete telas.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 3299-0600, Cinelândia. Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até dia 27.

✪✪✪ Chico Albuquerque Pioneiro da fotografia publicitária no Brasil, o cearense se dedicou a outros temas, como revela a mostra O Estúdio Fotográfico. Em cerca de 120 imagens, há registros ligados à arquitetura, como o dos bastidores da construção do Pavilhão da Bienal, em São Paulo, cenas urbanas da capital paulista (onde se radicou em 1945) e retratos de personalidades, a exemplo do paisagista Roberto Burle Marx.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 25 de maio.

Clare Andrews

Em 4 de junho de 1913, a ativista britânica Emily Davison invadiu a pista onde acontecia o Epsom Derby, uma das corridas de cavalo mais importantes da Inglaterra. Ao tentar agarrar a rédea do animal pertencente ao rei George V, seu objetivo era chamar a atenção do país para o direito da mulher ao voto. Emily, no entanto, foi atropelada, morrendo em decorrência dos ferimentos quatro dias depois, e tornou-se mártir de sua causa. Esse momento histórico inspira os nove óleos da série Deeds Not Words (em tradução literal, "ações e não palavras") reunidos na individual da escocesa Clare Andrews em cartaz na galeria Graphos: Brasil. Em todas as obras destacam-se três cores: verde, branco e roxo, símbolos, respectivamente, da esperança, da pureza e da dignidade. A maioria delas traz cenas, retratadas em pinceladas volumosas, de truculência policial contra sufragistas. Curiosamente, as imagens parecem evocar a ideia de um flagrante fotográfico, sem que os traços apelem para o hiper-realismo. Nesse sentido, especialmente impactante é o díptico The King?s Horse, que mostra Emily e o cavalo do rei caídos logo após o acidente.

Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja 11, Copacabana, ☎ 2256-3268 e 2255-8283. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 11h às 18h. Grátis. Até dia 12.

Marcelo Duarte/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Laura Erber Em águas furtadas (que a artista grafou assim mesmo, com minúsculas) são apresentadas videoinstalações e duas colagens. O tema da água, metaforicamente e como elemento real, está presente em todos os trabalhos.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 25 de maio.

✪✪✪✪ Luigi Ghirri

Pensar por Imagens ? Ícones, Paisagens, Arquitetura exibe 300 fotografias do italiano Ghirri (1943-1992), pioneiro no uso da cor na fotografia em seu país. Examinada em conjunto, a obra joga luz sobre questões ligadas à própria fotografia, especialmente o embate entre o mundo real e sua representação ilusória.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até dia 13.

Marcius Galan Como Dobrar uma Bandeira Como Desdobrar é o nome da individual do artista e também de uma das obras apresentadas. Trata-se de uma instalação de parede inspirada pelo paradoxo geométrico segundo o qual podemos dividir uma área em duas partes iguais infinitamente. Outras treze obras compõem a mostra. R$ 40?000,00 a R$ 100?000,00.

Galeria Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até dia 26.

Miguel Rio Branco

Uma instalação com quatro projeções de imagens que abordam a temática da violência e do poder, uma projeção estática com áudio e um site specific compõem a individual do renomado fotógrafo, batizada como Gritos Surdos.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 25 de maio.

✪✪✪ Resistir É Preciso

A exposição aborda o período da ditadura militar no Brasil. Trata-se de um conjunto de obras de arte, imagens e documentos históricos da época. Entre os destaques estão a coleção do jornalista e ex-¬preso político Alípio Freire, com trabalhos de artistas plásticos como Sérgio Freire, Flávio Império e Sérgio Ferro.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até dia 7.

Tino Sehgal Atual vencedor do Leão de Ouro na Bienal de Veneza e um dos finalistas do Turner Prize, em 2013, o artista inglês radicado em Berlim expõe no Brasil pela primeira vez. Sua obra, baseada no conceito de performance, não depende de suporte físico. Em These Associations, que leva à rotunda do CCBB, cerca de cinquenta pessoas caminham pelo espaço em uma coreografia ensaiada, param para relatar as próprias histórias aos visitantes e, em seguida, voltam a andar.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até dia 21.

Toz

Nome conhecido da arte urbana carioca, o grafiteiro Tomaz Viana, o Toz, ocupa 300 metros quadrados com uma instalação, na qual dois de seus personagens ganham destaque: o colorido Vendedor de Alegrias, com a cabeça cheia de bolas, e o enigmático Insônia, identificado pelos olhos brilhantes.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 8 de maio.

Elodie Salmeron/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Vladimir Lagrange Em Assim Vivíamos, a primeira exposição do fotógrafo russo na América Latina, são exibidas 65 imagens em preto e branco que se contrapõem, pelo toque poético, à opressão do regime socialista do tempo em que foram realizadas.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 25 de maio.

CONCERTO

Yulianna Avdeeva. Criado em 1927, na Polônia, o prestigiado Concurso Chopin foi vencido por apenas duas mulheres ao longo de sua história: a argentina Martha Argerich, em 1965, e a russa Yulianna Avdeeva, em 2010 - desde 1955, a competição entre talentos do piano é realizada a cada cinco anos. Solista requisitada, Avdeeva, 28 anos, já se apresentou ao lado de grandes orquestras, como as filarmônicas de Londres e de Nova York. Em formações de música de câmara, tocou com o Quarteto da Filarmônica de Berlim e músicos da Orquestra St. Martin in the Fields. Ela vem ao Brasil pela primeira vez para estrelar o concerto de lançamento do IV Concurso Internacional BNDES de Piano do Rio de Janeiro - a disputa em solo carioca entre outros candidatos ao estrelato, no entanto, só vai acontecer a partir de 27 de novembro. No sábado (5), com entrada franca, a pianista será recebida no Theatro Municipal pela Orquestra Sinfônica Brasileira. Sob a regência de Fabio Mechetti, a OSB abre os trabalhos interpretando a Bachiana Brasileira Nº 9, de Villa-Lobos. Depois, acompanha a convidada em duas obras de referência para seu instrumento: Concerto para Piano em Dó Maior, K 467, de Mozart, e Concerto para Piano Nº 1, de Chopin, a obra que a consagrou no certame em Varsóvia.

Theatro Municipal (2?244 lugares). Praça Marechal Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, Cinelândia. Sábado (5), 17h. Grátis.

Orquestra Petrobras Sinfônica André Cardoso, o maestro escalado, conduz a orquestra por programa composto apenas de obras brasileiras. Estão previstas Petrópolis da Minha Infância e Roda de Amigos, ambas de César Guerra-Peixe, e Instantes Nº 1 e Concertino para Violino, Violoncelo e Orquestra de Cordas, de Ernani Aguiar. Na sexta (4), será realizado um ensaio gratuito às 16h, na Fundição Progresso, com distribuição de senhas uma hora antes.

Igreja São João Batista da Lagoa (240 lugares). Rua Voluntários da Pátria, 287, Botafogo, ☎ 2538-2926, Botafogo. Sábado (5), 16h. Grátis.

Fonte: VEJA RIO