É grátis

É de graça

Selecionamos 42 atrações para você se divertir muito sem gastar nada

- Atualizado em

SHOWS

GUITANE. Vertente criada pelo guitarrista belga Django Reinhardt, o manouche, ou jazz cigano, é a especialidade do trio formado por Carol Panesi (violino), Pedro Araújo (guitarra cigana) e Pedro Aune (baixo acústico). Em cartaz às quartas. Livre. Brasserie Rosário (96 lugares). Rua do Rosário, 34, Centro, ☎ 2518-3533/ 3033. Quarta (19), 18h30. Grátis.

JARDS MACALÉ. Com quase 35 anos de belos serviços prestados à música popular, o cantor e compositor é a próxima atração do projeto MPB 12h30. No repertório, parcerias com Vinicius de Moraes (O Mais-q-Perfeito), Torquato Neto (Sim Não) e Waly Salomão (Anjo Exterminado). Livre. Centro Cultural Light (194 lugares). Avenida Marechal Floriano, 168, Centro, ☎ 2211-7295. → Quarta (19), 12h30. Grátis (distribuição de senhas uma hora antes).

NEVILTON E TEREZA. Influências de Beatles, Pavement e Los Hermanos podem ser percebidas no som dançante do Nevilton. O trio de Flipi Stipp (bateria), Tiago Inforzato (baixo) e Nevilton de Alencar (guitarra) é uma das atrações do projeto Cedo e Sentado, que traz shows gratuitos. De Niterói, o quinteto Tereza traz o rock suave e redondo. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Terça (18), 21h30. Grátis.

ESPECIAL

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS. Na abertura dos debates chamados Carta de Escritores, o acadêmico e diplomata Sergio Paulo Rouanet analisa as correspondências de Machado de Assis. Ele lerá trechos de missivas e falará da importância dessa forma de comunicação na vida do Bruxo do Cosme Velho, algo fundamental para compreender a relação do escritor com parentes e amigos. Academia Brasileira de Letras ? Teatro Raimundo Magalhães Junior (280 lugares). Avenida Presidente Wilson, 203, Castelo, ☎ 3974-2500. Terça (18), 17h30. Grátis.

EXPOSIÇÃO.

Com início na próxima sexta e se estendendo até o dia 30, o Forte de Copacabana recebe uma mostra sobre ikebanas, milenar arte japonesa de arranjo floral. Os visitantes poderão ver exemplares desenvolvidos com a técnica, além de participar de aulas gratuitas para aprender a montar modelos de formas e dimensões diversas. Forte de Copacabana. Praça Coronel Eugênio Franco, 1, Posto 6, Copacabana, ☎ 2240-2383. A partir de sexta (21), 15h às 17h. Grátis. As inscrições devem ser feita por e-mail: eventos@japao-rio.org.br.

LANÇAMENTO DE LIVRO

BIOGRAFIA. O escritor, jornalista e produtor musical Nelson Motta lança A Primavera do Dragão ? A Juventude de Glauber Rocha (Objetiva, 368 págs., R$ 56,90). O autor, que se tornou amigo do cineasta quando foram vizinhos em Ipanema nos anos 70, esmiuça uma fase da vida do criador de Terra em Transe e narra situações hilariantes. Studio RJ. Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204. Segunda (17), 20h. Grátis.

CRIANÇAS

CABELOS ARREPIADOS, de Karen Acioly. O espetáculo flerta com a literatura fantástica de escritores como Wilhelm Busch e Edgar Allan Poe, além da cinematografia de diretores influenciados por esse gênero, a exemplo de Tim Burton (Edward Mãos-de-Tesoura). Da obra de Busch foram pinçados Juca (Tony Lucchesi) e Chico (Jules Vandystadt), protagonistas de um livro que o alemão publicou em 1865 chamado Juca e Chico ? História de Dois Meninos em Sete Travessuras. Aqui, eles são guardiões dos sonhos de seis crianças: Tico (Kiko do Vale), Cora (Daíra Sabóia), Clara, Flora (ambas Tatih Kohler), Dora (Haline Oliveira) e Ciro (Jonas Hammar). Conduzindo a trama, a dupla apresenta em cinco histórias musicadas o que passa pela cabeça destes personagens quando dormem. Lucchesi e Vandystadt também respondem pelas canções (com letras de Karen), todas executadas ao vivo. Direção da autora (55min). Rec. a partir de 7 anos. Estreou em 15/10/2011. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado e domingo, 16h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Até 18 de dezembro.

CONVERSAS INVERSAS HISTÓRIAS DIVERSAS, de Breno Sanches. Usando como fio condutor o conto O Gargalo da Garrafa, trabalho menos conhecido do dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875), o espetáculo narra a trajetória de uma garrafa, desde seus dias de glória, quando era usada na celebração de um casamento, até seus momentos difíceis, boiando em alto-mar. Dividindo o palco, Adriano Pellegrini e Matheus Calado vivem dez personagens. Os atores também interferem no roteiro, subvertendo a ordem natural da ação, e fazem a garotada participar ativamente do espetáculo. Direção do autor (50min). Livre. Estreou em 9/10/2011. Espaço Cultural Eletrobras Furnas ? Auditório (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-2794. Domingo, 17h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Até dia 30.

EXPOSIÇÃO

GIORGIO VASARI: A INVENÇÃO DO ARTISTA MODERNO. Natural de Arezzo, Giorgio Vasari (1511-1574) conjugava as habilidades de arquiteto e pintor ao projetar imponentes edificações e decorar os interiores com afrescos. Seus legados mais notáveis são a Galeria Uffizi e o Palazzo Vecchio, ambos em Florença. Ganhou notoriedade também como crítico e por ser o primeiro historiador da arte de que se tem notícia. Foi ele quem lançou, em 1550, o pioneiro livro do gênero, As Vidas dos Mais Conhecidos Pintores, Escultores e Arquitetos ? De Cimabue até Nossos Dias. Era um catálogo com biografias de artistas que atuaram nos séculos anteriores, como Giovanni Cimabue (1240-1303) e Giotto di Bondone (1266-1337), e também de Michelangelo (1475-1564) e Rafael Sanzio (1483-1520). Muitos atribuem a ele a conceituação desse período como "Rinascita", o que lhe valeu o título de Pai do Renascimento. Um pouco dessa rica trajetória e produção poderá ser conhecido por meio dos 200 desenhos, gravuras e livros raros integrantes da mostra Giorgio Vasari: a Invenção do Artista Moderno. As peças foram pinçadas do acervo da Real Biblioteca de Portugal, trazido ao Rio em 1810 a mando de dom João VI e conservado na Biblioteca Nacional. Curadora da atração, a historiadora Elisa Byington destaca entre os itens expostos um exemplar original da segunda edição do livro Le Vite de? Più Eccellenti Pittori, Scultori e Architetti, de 1568. Haverá também um setor com gravuras de Michelangelo e de Rafael, além de obras de artistas da geração seguinte por eles influenciados. Entre eles está Giovanni Battista Cavalleris (1525-1597), autor da gravura A Batalha de Constantino contra Maxêncio, com 1,68 metro de comprimento. Datada de 1571, a peça reproduz

o afresco homônimo de Rafael, que fica no Museu do Vaticano. Fundação Biblioteca Nacional ? Espaço Eliseu Visconti. Rua México, s/nº, Centro, ☎ 3095-3862. ? Cinelândia. Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até 4 de dezembro. A partir de sexta (21). www.bn.br.

AMADOR PEREZ. Há quase quatro décadas, o artista visual e professor da Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi) tem pautado sua criação pelos binômios obra/simulacro, produção/reprodução, materialidade/imaterialidade. Na individual 1, 2, Perez apresenta dezesseis trabalhos em técnica mista, que mesclam desenho, gravura, reprodução xerográfica e tecnologia digital. R$ 9?000,00 a R$ 36?000,00. Jaime Portas Vilaseca Galeria. Avenida Ataulfo de Paiva, 1079, subsolo 109, Leblon, ☎ 2274-5965. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 3 de dezembro. A partir de quinta (20) www.portasvilaseca.com.br.

CLAUDIA HERSZ E CLAUDIA TAVARES. As artistas ocupam com suas individuais os salões do Espaço Cultural Sérgio Porto. Na mostra Khaza, com curadoria de Bernardo Mosqueira, Claudia Hersz exibirá uma grande instalação constituída de objetos, móveis, encadernações, pinturas e mais de 100 metros quadrados de tapetes que cobrem parte do chão e das paredes. São tapeçarias de estilo antigo (gobelins) que integram a série Scènes de la Vie aux Tropiques. Já Claudia Tavares apresentará na exposição Nós, fotografias, objetos e o vídeo Inserção em Circuito Amoroso. Espaço Cultural Sérgio Porto. Rua Visconde Silva, s/nº, Humaitá, ☎ 2535-3846. Quarta a domingo, 14h às 21h. Grátis. Até 20 de novembro. A partir de quinta (20), às 19h.

FELIPE CAMA. Em sua primeira individual no Rio, o fotógrafo gaúcho radicado em São Paulo exibirá dezesseis trabalhos realizados na última década. As obras das séries O que Te Seduz (2003/2004), Foi Assim que Me Ensinaram (2005), Nus Versus (2007-2009), After Post (2010) e Paisagens Street View (2011) abordam a linguagem fotográfica sob o ponto de vista das novas tecnologias digitais. R$ 7?000,00 a R$ 30?000,00. Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 14h. Grátis. Até 18 de novembro. A partir de sexta (21). www.lucianacaravello.com.br.

RONALD DUARTE. Na individual 7, o artista plástico carioca apresentará conjuntos de trabalhos em variados suportes. Fernando Cocchiarale assina a curadoria da mostra de nome inspirado no número que determina sequências marcantes ? dias da semana, cores do arco-íris, notas musicais, pecados capitais ? e estabelece a distribuição do acervo. Sempre em sete, serão exibidos desenhos de fogo, objetos em garrafas PET da série Filíferos e ampliações fotográficas em grandes formatos com registros de intervenções urbanas. Uma delas é Fogo Cruzado, de 2002, em que Ronald transformou em fogueira um trecho dos trilhos de bondes de Santa Teresa. Completam a mostra vídeos e uma escultura de 2 metros em formato de gota. Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017, ? General Osório. → Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 4 de dezembro. A partir de quinta (20).

SÉRGIO MARIMBA. Carioca de Bangu, Marimba iniciou sua carreira de cenógrafo no Carnaval de 1982. De lá para cá, desenvolveu seu trabalho como artista plástico explorando diversas possibilidades do ferro oxidado e materiais reciclados. Na individual Lembranças Perdidas, exibirá duas instalações e trinta fotografias antigas aplicadas em superfícies metálicas enferrujadas. Há quinze anos, ele coleciona retratos e cartões-postais que encontra em feiras de antiguidade e antiquários. Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-7666, ? Carioca. → Terça a sábado, 10h às 22h; domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 27 de novembro. A partir de terça (18). www.caixacultural.com.br.

TEMPO FUTURO / FUTURO DO TEMPO. Coletiva com trabalhos de onze artistas em vídeo, fotografia e web art. Entre os destaques está uma série de desenhos a nanquim sobre papel da paraense Keyla Sobral, em que a fotografia é o tema, e não o suporte. Também integram a mostra Luiza Baldan, Joana Traub Czekö, Ana Angelica Costa, Claudia Hersz, Claudia Tavares, Eduardo Delfim, Rebeca Rasel, Renata Ursaia, Tom Lisboa e Patricia Gouvêa (que também assina a curadoria). Galeria do Ateliê da Imagem. Avenida Pasteur, 453, Urca, ☎ 2541-3314. Segunda a sexta, 10h às 21h30; sábado, 10h às 17h30. Grátis. Até 10 de dezembro. A partir de sexta (21), às 19h. www.ateliedaimagem.com.br.

VIAGENS ITALIANAS AO BRASIL ? DA IDADE MÉDIA AOS NOSSOS DIAS. Mostra com cerca de 400 imagens do Arquivo Nacional, em parceria com a Unesco, o Arquivo do Estado de Roma, o Instituto Italiano de Cultura e a Embaixada da Itália no Brasil. Um dos 380 eventos integrantes da programação do Momento Itália / Brasil, que celebra os 150 anos da unificação italiana, a exposição com curadoria das pesquisadoras Claudia Heynemann e Renata William Santos do Vale reunirá originais de livros, obras raras, manuscritos, gravuras, litografias, fotografias, cartografia, filmes e gravações em torno do tema da cultura e história italianas e sua relação com o nosso país em diferentes instâncias e épocas. O maior destaque do acervo é o conjunto de quatro Livros de Horas, do fim do século XV, escritos em latim, flamengo e alemão gótico. Arquivo Nacional. Praça da República, 173, Centro, ☎ 2179-1273. ? Central. → Segunda a sexta, 8h30 às 18h. Grátis. Até fevereiro de 2012. A partir de quarta (19).

CARLOS ZILIO. O artista carioca exibe 35 trabalhos produzidos nos anos 70, mas nunca expostos. Batizada de Paisagens 1974-1978, a individual reúne desenhos, objetos e fotografias. A exposição integra a programação do 20º Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (Anpap). Galeria Candido Portinari. Rua São Francisco Xavier, 524, térreo (Uerj), ☎ 2334-0114, ? Maracanã. → Segunda a sexta, 9h às 20h. Grátis. Até sexta (21).

CHILE RIO 2011. Coletiva com pinturas em variadas técnicas de cinco artistas chilenos que vivem e trabalham no Rio. No acervo estão telas de Maria Luisa Vidaurre, a exemplo de Torito Alegre e Paseando com Mi Gatojaba, além de quadros assinados pelo ex-cônsul-geral Horacio Del Valle, por Urbano Mena, pelo grafiteiro Raul Cancino e pela pintora Jemile Diban. Instituto Cervantes ? Sala de Exposições. Rua Visconde de Ouro Preto, 62, Botafogo, ☎ 3554-5910, ? Botafogo. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até quinta (20). www.riodejaneiro.cervantes.es.

✪✪ DANIEL LANNES. Vencedor do Salão de Artes Visuais Novíssimos 2010 e indicado ao Prêmio Pipa 2011, o artista de 30 anos que vive e trabalha em Niterói apresenta doze pinturas na individual Old Master Techniques and Contemporary Applications ? Só Lazer, com curadoria de Humberto Farias. As telas do acervo seguem a linha de pesquisa de Lannes, que faz releituras contemporâneas de célebres quadros da tradição figurativa brasileira, iniciada pelo francês Debret e continuada por nomes como Victor Meirelles e Rodolfo Amoedo. Há também cenas do cotidiano em família. Galeria de Arte Ibeu. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690, 2º andar, Copacabana, ☎ 3816-9400, ? Siqueira Campos. → Segunda a sexta, 13h às 19h. Grátis. Até sexta (21). www.ibeu.org.br.

FRANS KRAJCBERG. Polonês naturalizado brasileiro, radicado na cidade baiana de Nova Viçosa desde a década de 70, o artista de 90 anos é o convidado de honra da celebração dos quinze anos do Museu de Arte Contemporânea de Niterói. Na mostra que leva o nome de Krajcberg estão reunidas 28 obras, entre sete esculturas de solo, sete relevos de parede e catorze fotografias de recantos da natureza que o inspiram a criar seus trabalhos tridimensionais. Museu de Arte Contemporânea. Mirante da Boa Viagem, s/nº, Niterói, ☎ 2620-2400. → Terça a domingo e feriados, 10h às 18h. R$ 5,00. A bilheteria fecha quinze minutos antes. Crianças de até 7 anos e estudantes até o ensino médio não pagam. Grátis às quartas. Até domingo (23).

LUCIANO FIGUEIREDO. Espaço-Laço é o nome da nova individual do multiartista de 62 anos que vive no Rio desde 1969. Ele exibe 28 trabalhos inéditos divididos em duas séries. O conjunto que dá nome à mostra é constituído de pinturas em tinta acrílica sobre densas camadas de telas, de lona ou papel arches e madeira. A outra, sem título, conta com obras em médios formatos construídas com superposição de planos sobre pesadas chapas de madeira. R$ 11?000,00 a R$ 30?000,00. Lurixs Arte Contemporânea. Rua Paulo Barreto, 77, Botafogo, ☎ 2541-4935. Segunda a sexta, 14h às 19h. Sábado, mediante agendamento. Grátis. Até Sexta (21). www.lurixs.com.

MARCO TERRANOVA. Fotojornalista, este carioca desenvolve em paralelo trabalhos artísticos há vinte anos. Na individual Santa Marta dos Anjos, apresenta 35 registros ? a maioria em preto e branco ? que vem produzindo desde 1998 no Morro Dona Marta. Há retratos de moradores e detalhes da arquitetura das casas. Baukurs Cultural. Rua Goethe, 15, Botafogo, ☎ 2530-4847. Segunda a sexta, 12h às 19h; sábado, 15h às 20h. Grátis. Até sábado (22). www.baukurscultural.com.br.

ÁFRICA-BRASIL, AN­CES­TRA­­LIDADE E EXPRES­SÕES CONTEMPORÂNEAS. Realizada pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros, a mostra com fotografias, pinturas, esculturas, cartuns e cartazes apresenta um panorama das nações africanas e sua história. Outro intuito da atração é celebrar a memória do recém-falecido pintor, poeta, escritor e ativista Abdias Nascimento (1914-2011). Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 4 de dezembro. www.ccjf.trf2.gov.br.

ANO 4. Para celebrar os quatro anos de atividades do Largo das Artes, a coletiva apresenta mais de sessenta trabalhos de treze artistas representados pela galeria e de outros quinze criadores cuja trajetória é ligada à casa. Curadora da mostra, a marchande Martha Pagy agrupa no acervo obras de autores de diferentes gerações para promover diálogos artísticos. Na seleção há nomes como Bruno Miguel, Marinho, Lica Cecato, Maria do Carmo Secco, Nelson Félix, Regina Silveira, Valéria Costa Pinto, Lena Bergstein, Flavio Colker, Murillo Meirelles e Zeka Araújo. R$ 500,00 a R$ 50?000,00. Largo das Artes. Rua Luís de Camões, 2, Largo de São Francisco, Centro, ☎ 2224-2985, ? Uruguaiana. Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, 12h às 17h. Grátis. Até 5 de novembro.

✪✪✪✪ FERNANDO BOTERO. Conhecido por representar personagens rechonchudos e bem-humorados, o pintor colombiano de 79 anos e há quatro décadas radicado em Paris apresenta uma diferente faceta de sua produção. Na individual Dores da Colômbia, exibe 36 desenhos, 25 pinturas e seis aquarelas com cenas violentas repletas de vítimas de conflitos políticos que envolvem guerrilheiros, paramilitares e forças do governo de seu país. Caixa Cultural ? Galeria 3. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-7666, ? Carioca. → Terça a sábado, 10h às 22h; domingo e feriados, 10h às 21h. Grátis. Até dia 30. www.caixacultural.com.br.

✪✪✪✪ FRANZ WEISSMANN (1911-2005). Expoente do neoconcretismo, o escultor tem seu centenário de nascimento lembrado na mostra que reúne 82 obras. Curador do acervo, Max Perlingeiro selecionou trabalhos emblemáticos, a exemplo de Cubo Vazado, exibido na Bienal de São Paulo de 1953, e criações menos conhecidas, além de maquetes. Completam a exposição peças assinadas por artistas que tiveram importante participação na trajetória de Weissmann, como Alberto da Veiga Guignard (1896-1962), criador da Escola do Parque, em Belo Horizonte, que o convidou para ser professor. Amilcar de Castro (1920-2002), um dos alunos do artista na instituição mineira, comparece com uma obra. Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎ 2537-7566. Segunda a sexta, 10h às 18h; sábado e feriados, 10h às 16h. Grátis. Até 3 de dezembro.

GISELE CAMARGO e OMAR SALOMÃO. Artistas cariocas, a pintora e o poeta visual ocupam com suas respectivas individuais os salões da galeria da marchande Mercedes Viegas. Na mostra Metrópole, Gisele apresenta um conjunto de telas, a exemplo de A Capital, que constitui um único políptico fixado nas quatro paredes do salão. A proposta é criar uma sensação panorâmica de 360 graus através da paisagem fictícia de uma cidade desabitada. Omar exibe fotografias e desenhos, como Ao Mar, Turbulências e Dois Corações, além das páginas de seu livro manuscrito. R$ 1?200,00 a R$ 30?000,00. Mercedes Viegas Arte Contemporânea. Rua João Borges, 86, Gávea, ☎ 2294-4305. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, 16h às 20h. Grátis. Até dia 31. www.mercedesviegas.com.br.

ÍNDIA. Mostra com 340 objetos de arte popular, esculturas sacras, fotografias, pinturas e fragmentos de filmes de Bollywood. O material transmite uma noção do país cuja história remete a 3?300 a.C. e hoje tem 1,21 bilhão de habitantes, vinte idiomas oficiais e seis religiões. Curador do acervo, o holandês radicado no Brasil Peter Tjabbes ? o mesmo de O Mundo Maravilhoso de Escher e Os Gêmeos ? dividiu o conjunto nos blocos temáticos "Homem", "Deuses" e "Formação da Índia Moderna", com peças de antiguidade pertencentes aos museus de Arte Asiática (Berlim), Rietberg (Zurique) e Volkenkunde (na holandesa Leiden) e itens de instituições privadas e colecionadores particulares indianos. As obras de idade mais remota são do segmento religioso, a exemplo da escultura em pedra do ano 200 a.C. que representa uma deusa-mãe, e de um relevo associado a Buda. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 29 de janeiro.

✪✪✪ IVAN CARDOSO. Leia em Veja Rio Recomenda. R$ 2?500,00 a R$ 8?000,00. Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143, 2º piso, Copacabana, ☎ 2256-3268, ? Siqueira Campos. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até dia 29.

✪✪✪ MANUEL MESSIAS NAS COLEÇÕES GUTMAN E KORNIS. Sergipano que viveu e trabalhou no Rio, Manuel Messias (1945-2001) teve uma intensa produção entre os anos 60 e 90. Portador de problemas psiquiátricos que se agravaram ao longo de sua vida, ele tem poucas obras presentes em acervos públicos. Aluno de Ivan Serpa no MAM carioca, em 1963, foi orientado pelo mestre a produzir xilogravuras. Nesta mostra, estão reunidos 72 exemplares de pequenos e médios formatos pertencentes às coleções de Guilherme Gutman e de Mônica e George Kornis. Caixa Cultural ? Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-7666, ? Carioca. → Terça a sábado, 10h às 22h; domingo e feriados, 10h às 21h. Grátis. Até dia 30. www.caixacultural.com.br.

✪✪✪ PAIXÕES PRIVADAS ? A ARTE EUROPEIA NAS COLEÇÕES PARTICULARES DO RIO DE JANEIRO. Esculturas de Rodin e Modigliani, pinturas de Chagall e Kandinsky e objetos antigos da cultura greco-romana são alguns dos tesouros da mostra, com cerca de setenta obras pertencentes a vinte importantes acervos, a exemplo das coleções Roberto Marinho e Geneviève e Jean Boghici. Entre os destaques da coletiva, com curadoria assinada por Romaric Büel, está um exemplar de bronze da escultura O Beijo, de Rodin. Trata-se de uma das primeiras fundições em pequena escala, de 1900, de uma das mais icônicas criações do artista francês. Também merecem atenção Busto de Coco, pintura de Pirre-Auguste Renoir, Bicho em Fundo Preto, de 1940, guache de Wassily Kandinsky, e Cabeça de um Executor, óleo sobre madeira de Hieronymus Bosch. Centro Cultural Correios ? Salão do 3º Andar. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 13 de novembro. www.correios.com.br.

✪✪✪ PANORAMAS: A PAISAGEM BRASILEIRA NO ACERVO DO IMS. Cenários perdidos em algum lugar entre 1819 e 1920 compõem a mostra. Nesse acervo de 313 peças, destacam-se pinturas do alemão Rugendas e do inglês Charles Landseer e trabalhos de pioneiros da fotografia, a exemplo de Georges Leuzinger e Marc Ferrez. O ponto alto da visita, no entanto, é a reprodução de uma rotunda. Programão da Europa oitocentista, esse antepassado do cinema era um espaço onde se exibiam paisagens em telas circulares. A versão apresentada é a de Panorama do Rio de Janeiro (tomado do Morro do Castelo), de Félix Émile Taunay, exibida em Paris em 1824. Os curadores da mostra, Sergio Burgi e Carlos Martins, conduzirão visitas guiadas aos sábados, às 16h, partir do dia 22 até 5 de novembro. Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a sexta, 13h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 20h. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 13 de novembro. www.ims.com.br.

✪✪✪ PULSO IRANIANO. Coletiva de fotografias, vídeos e poesias criados por 24 artistas contemporâneos nascidos no Irã, cuja produção já circula pela Europa e pelos Estados Unidos. Entre os destaques do conjunto, selecionado por Marc Pottier, ex-adido cultural da França no Brasil, estão as imagens realizadas pelas fotógrafas Shadi Ghadirian e Shirin Neshat, além do performático Peyman Hooshmandzadeh ? ele faz autorretratos de cabeça para baixo em espaços urbanos na série Up Side Down. Há também projeções de quatro filmes com duração média de 50 minutos, a exemplo de Shirin (2009), uma história de amor à moda de Romeu e Julieta dirigida pelo premiado cineasta Abbas Kiarostami. Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até dia 30. www.oifuturo.org.br.

SONIA ANDRADE. Uma das pioneiras da videoarte no Brasil, a artista carioca ocupa todos os espaços expositivos do Centro de Arte Hélio Oiticica com a Retrospectiva 1974-1993. Com seleção de Marisa Flórido, o vasto acervo reúne sete conjuntos, entre eles uma instalação apresentada na XIV Bienal Internacional de São Paulo, em 1977, desenhos em papel japonês e 100 objetos da mostra Hydragrammas, montada no Museu Nacional de Belas Artes em 1993. Centro de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Praça Tiradentes, ☎ 2232-2213, ? Presidente Vargas. → Terça a sexta, 11h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 27 de novembro.

WLADEMIR DIAS-PINO. Um dos principais nomes da poesia visual no país, Dias-Pino apresenta 700 novos poemas, cujas imagens são projetadas na fachada do Oi Futuro Ipanema. O carioca de 84 anos é um dos criadores da Poesia Concreta e do Poema Processo, movimentos de vanguarda surgidos no Rio, que propunham a desconstrução nos formatos estabelecidos na elaboração de poemas. Entre seus trabalhos mais conhecidos estão A Ave (1954) e Solida (1956). Oi Futuro Ipanema. Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3201-3000, ? General Osório. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 18 de dezembro. www.oifuturo.org.br.

ANA STEWART. Carioca, com atuação no fotojornalismo e em sets de filmagem, Ana cultiva a fotografia artística como atividade paralela. Na individual Meninas do Rio, exibe 25 retratos em grandes formatos, com imagens de jovens rea­lizadas ao longo de dez anos em regiões pobres da cidade. Após fazer os primeiros do ensaio há uma década, para o livro Zona Norte ? Território da Alma Carioca, Ana retornou às locações, em áreas como Jacaré, Irajá e Benfica, à procura de suas retratadas, a fim de efetuar novos registros e abordar a passagem do tempo. R$ 5?000,00. Galeria da Gávea. Rua Marquês de São Vicente, 431, loja A, Gávea, ☎ 2274-5200. De segunda a sexta é necessário agendar a visita por telefone. Sábado, 11h às 18h. Grátis. Até 20 de novembro.

✪✪✪ RENAN CEPEDA. Fotógrafo que utiliza há mais de uma década a técnica de light painting ? aumentando o tempo de exposição, ele "pinta" as imagens com a ajuda de lanternas e canetas a laser ?, Cepeda apresenta novos exemplares de sua produção. Na individual Knight Paintings entram 22 trabalhos de médio e grande formato com registros realizados neste ano na Espanha. Ele percorreu a região do altiplano de Castela e Leão, no noroeste daquele país, fotografando castelos medievais abandonados e em ruínas. R$ 1?500,00 a R$ 9?500,00. Galeria Tempo. Avenida Atlântica, 1782, loja E, Copacabana, ☎ 2255-4586. Terça a sábado, 11h às 19h. Grátis. Até dia 31. www.galeriatempo.com.br.

✪✪✪ VALÉRIE BELIN. Fotógrafa francesa, Valérie tem a produção caracterizada por trabalhos que se aproximam das pinturas hiper-realistas. Em 2008, exibiu na coletiva Demi-Verités ? Meias Verdades, no Oi Futuro Flamengo, um conjunto de retratos de mulheres que provocava estranhamento. Agora, na individual O Ser e o Aparecer, são apresentados exemplares em grandes formatos das séries Black-Eyed Susan ? de figuras femininas retratadas à moda dos anos 50, com os rostos circundados por flores ?, Fisiculturistas 1, Vintage Cars e uma ampliação monumental do conjunto Ballroom Dancers. Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 6 de novembro. www.fcfb.rj.gov.br.

VINTE OLHARES NOVOS. Coletiva com trabalhos de vinte fotógrafos novatos de todo o país, em variadas técnicas de composição e diversos temas. Curador da mostra, o experiente fotógrafo Flávio Damm fez a seleção das imagens entre 1890 registros recebidos de 189 candidatos, que enviaram material para o projeto Leitura de Portfólio por meio do site do CCJF. Centro Cultural Justiça Federal ? Gabinete de Fotografia. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até dia 30. www.ccjf.trf2.gov.br.

CONCERTOS

ALEXANDRE DIAS E WANDREI BRAGA

Idealizadores do Acervo Digital Chiquinha Gonzaga, que está sendo lançado com 300 partituras da artista, os pianistas rendem homenagem a ela em um recital. Escola de Música Villa-Lobos ? Auditório Guerra-Peixe (120 lugares). Rua Ramalho Ortigão, 9, Centro, ☎ 2332-9159. Quarta (19), 18h30. Grátis. Senhas distribuídas a partir das 18h.

ALEXANDRE GISMONTI

Filho de Egberto Gismonti, o violonista apresenta obras do pai, além de composições próprias e clássicos de Villa-Lobos e Piazzolla. Espaço Cultural Finep (180 lugares). Praia do Flamengo, 200, pilotis, Flamengo, ☎ 2555-0717. Terça (18), 18h30. Grátis.

Fonte: VEJA RIO