DIVERSÃO

É de graça

Confira 31 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

- Atualizado em

SHOWS

Rio + Vivo, Vivo + Rio

Na primeira edição, o projeto reúne atrações gratuitas ao ar livre. Entre os destaques estão Preta Gil, Diogo Nogueira e Jorge Ben Jor, além da DJ Helen Sancho, residente do Baile da Favorita. Livre.

Quinta da Boa Vista. Avenida Dom Pedro II, s/nº, São Cristóvão. Domingo (1º), a partir das 17h30. Grátis.

ben-jor.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

CONCERTOS

Música no Museu

O jovem pianista Arthur Villar repete o programa que lotou o Palácio Foz, em Lisboa, no mês passado. No palco do CCBB, ele apresenta obras de Bach, Debussy, Liszt e Beethoven.

Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎?3808-2020. Quarta (28), 12h30. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes.

CRIANÇAS

Lançamento de livro

A dramaturga Renata Mizrahi, em cartaz com os infantis Nadistas e Tudistas e O Jardim Secreto, lança em livro duas de suas peças teatrais ganhadoras do prêmio Zilka Salaberry: Joaquim e as Estrelas e Coisas que a Gente Não Vê (R$ 30,00 cada um). Destinadas às crianças de 6 a 11 anos, as obras ressaltam a valorização das pequenas coisas da vida.

Teatro dos Quatro (200 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎?2239-1095. Sábado (31), 13h30/16h30. Grátis. Estac. (R$ 7,00 por duas horas).

Os Tapetes Contadores de Histórias ? 15 Anos

Em celebração de aniversário, a companhia apresenta uma exposição interativa composta de tapetes, caixas e livros de pano confeccionados no Brasil, no Peru e na França. Além dos vinte cenários tridimensionais, grupos de até 25 pessoas poderão conferir sessões de histórias aos sábados e domingos, às 16h e às 17h. O repertório é escolhido na hora e há distribuição de senhas trinta minutos antes. Rec. a partir de 3 anos. Abertura prevista para este sábado (24), às 16h.

Caixa Cultural ? Sala Margot (50 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎?3980-3815, ??Carioca. Terça a domingo, 10h/21h. Grátis. Até 13 de outubro.

Deslizes

O espetáculo celebra os seis anos de estrada do Coletivo Nopok, formado pelos palhaços e bailarinos Daniel Poittevin e Fernando Nicolini. Sob direção de Renato Linhares (ex-acrobata e Intrépida Trupe e atualmente ator), o show tem linguagem circense e é preenchido por números de acrobacia, interpretados por dois irmãos que se trapaceiam a todo o momento (50min). Rec. a partir de 5 anos.

Jardim do Museu da República (300 lugares). Rua do Catete, 153, Centro, ☎?3235-3693. Sábado e domingo, 15h. Grátis.

Minotauro

Ao ar livre, a montagem reúne atores, um cantor lírico e músicos com instrumentos de sopro e cordas para contar a história de Agabo, jovem artista da Ilha de Creta. O personagem encara um perigoso labirinto para retratar seu maior medo, o Minotauro, criatura mitológica com cabeça de touro e corpo de homem. Direção de Fernando Maatz (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 13/7/2013.

Museu da República (50 lugares). Rua do Catete, 153, Centro, ☎?3235-3693. Sábado e domingo, 11h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Até dia 31.

Clubinho do Jack

No espaço recreativo do Center Shopping, as crianças brincam em oficinas culturais e assistem apresentações de teatro infantil. A atração da vez é a peça Batman.

Center Shopping, Av. Geremário Dantas, 404, Tanque, Jacarepaguá. Informações, ☎?3312-5001. Domingo, 13h às 15h. Grátis.

O Reino do Feijão

Na trama, uma baronesa resolve inscrever a feijoada em um grande concurso internacional de gastronomia para salvar o Reino do Feijão Preto ? em decadência após a morte de seu marido. Samba, o porco-compositor, é escolhido para virar ingrediente do prato. Os servos Romão e Mariola enfrentam o dilema: salvam o reino ou evitam que o amigo acabe na panela? Direção de Helton Tinoco (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 4/8/2013.

Centro Cultural Parque das Ruínas (60 lugares). Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎?2224-3922. Domingo, 11h. Grátis. Senhas distribuídas meia hora antes. Até 27 de outubro.

Genesis

Dirigido por Marcelo Silveira, o espetáculo é o mais novo projeto da trupe do Afro Circo, um dos oito grupos artísticos do AfroReg¬gae. Através da fusão de elementos das culturas indígena, afro-brasileira e dos centros urbanos com dança, música e técnicas de picadeiro, a montagem conta a história da evolução humana desde a sua criação até os dias atuais. Tudo embalado por trilha sonora bem brasileira, de nomes como Criolo, Caetano Veloso, MV Bill e Tom Jobim (90min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 29/6/2013.

Anfiteatro Benjamim de Oliveira (180 lugares). Estrada do Cantagalo, s/nº, Cantagalo, ☎?2267-9834. Sexta, 20h; sábado, 19h; domingo, 18h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Até 1º de setembro.

O Patinho Feio

O Bangu Shopping apresenta o clássico infantil que fez parte da infância de muitas crianças por décadas. A história gira em torno de um patinho que, logo ao nascer, chama a atenção por ser diferente de seus irmãos. Por ter um jeito e traços distintos de sua família, ele passa a ser hostilizado pelas aves que convivem com ele. Devido a essa rejeição, ele acaba fugindo do ninho. A partir daí, descobre o mundo junto com sua amiguinha Tina, uma ratinha muito esperta que vai ajudá-lo a conhecer a sua verdadeira identidade. No final, ele descobre que, independente de ser diferente ou não, é tão importante quanto os outros e para sua surpresa, é um cisne! Vale a pena conferir essa emocionante história. A atração é gratuita e será realizada na expansão do Bangu Shopping.

Bangu Shopping. Rua Fonseca, 240, Bangu. ☎ 2430-5130. Domi9ngo (1º), 17h. Grátis.

ESPECIAL

O Cluster

Em sua quarta edição, o evento multidisciplinar traz novidades, como uma minifeira de cartunistas,. Exposições e pintura ao vivo, além de convidados, a exemplo do pioneiro do grafite carioca Marcelo Ment, completam o programa.

Rua das Palmeiras, 35, Botafogo. Domingo (1°), 13h às 21h. Grátis.

Dia da Cidadania ? Atitude Comunitária

Em sua quarta edição, o evento tem como objetivo levar aos moradores da região um dia de atividades gratuitas e de cidadania para todas as idades e gêneros, como exames médicos, práticas esportivas, segunda via de documentos, dicas de profissão e conscientização para preservação ambiental, recreação infantil, oficinas, entre outras. Os jovens e as crianças terão atrações esportivas e lúdicas como aula de skate, atividades físicas, pintura no rosto e escultura em bola. Haverá ainda oficina de inglês, dicas de carreira, inscrição para vestibular, curso de informática e limpeza de pele. O público também poderá participar de palestras didáticas sobre a preservação do meio ambiente, o uso consciente da água e orientação sobre reciclagem de óleo de cozinha.

Praça do Metrô Estácio. Sábado (31), 10h às 16h. Grátis.

Heróis do Cinema

A mostra reúne as peças inusitadas da coleção de Alexandre Bonelli, com estátuas de heróis do cinema e dos quadrinhos. Numa área de 72 metros quadrados, estão expostas cerca de 100 peças. Os destaques ficam por conta das estátuas em tamanho real de Jack Sparrow e Indiana Jones, com cabelo de verdade e pele com textura semelhante à humana.

Boulevard Rio Shopping. Rua Barão de São Francisco, 236, Vila Isabel. ☎ 2577-8777. Grátis. Segunda a sábado, 10h às 22h; domingos e feriados, 13h às 21h. Até 29 de setembro.

CINEMA

Festival Assim Vivemos

Com entrada grátis e classificação livre ? apenas o longa americano As Sessões, previsto para domingo (25), às 16h, é recomendado para maiores de 16 anos ?, o festival Assim Vivemos leva ao CCBB, de quarta (21) a 1º de setembro, um panorama audiovisual sobre o universo dos portadores de deficiência. Na programação desta sexta edição, 28 filmes de dezessete países serão apresentados com recursos de acessibilidade total, proporcionada por meio de audiodescrição, catálogos em braile, legendas closed caption e interpretação em Libras. Dirigido por Benjamin e Susie Jones, Bruscamente Interrompido será exibido na quarta (21), às 16h, e também no dia 26. O documentário de 2009 acompanha a trajetória da banda de rock australiana que o batiza, dos pubs de Melbourne ao palco da sede da ONU, em Nova York. Formado por portadores das síndromes de Asperger e de Down, além de deficientes visuais e auditivos, o grupo enfrenta com alegria contagiante a rotina de uma turma de roqueiros em turnê.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎?3808-2020. Grátis. Até 1º de setembro. Programação completa em abr.io/assimvivemos-festival-2013

EXPOSIÇÕES

✪✪✪ Cristina Iglesias

Realizada entre fevereiro e maio deste ano, a retrospectiva da artista espanhola no Museu Rainha Sofia, em Madri, confirmou-a como um dos mais destacados nomes na cena contemporânea de seu país. A mostra reuniu os nove trabalhos presentes em Lugar de Reflexão, primeira (e bela) individual de Cristina Iglesias no Rio, em cartaz na Casa França-Brasil. Organizada pela australiana Lynne Cooke, curadora-chefe do museu espanhol, a exposição convida o visitante à interação. É o caso de História Natural e Moral das Índias (Santa Fé I e II), de 2006, instalação labiríntica formada por estruturas vazadas de terracota, nas quais a artista inscreve trechos do livro História Natural e Moral das Índias, do padre jesuíta José de Acosta. No pátio da instituição se encontra Habitação dos Abraços (2005), cubo sem teto, revestido por dentro com o que parece ser uma vegetação ? feita de pó de bronze e resina. O mesmo material está em duas das obras mais atraentes do acervo, que simulam poços naturais com água corrente de verdade. Também presente, outra de suas ?habitações?,

com peças de alabastro, foi exposta na Bienal de Veneza, em 1993. Da mesma década, duas curiosas criações sem título parecem escapar da parede.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 20 de outubro.

Beatriz Milhazes

Em 2002, ano de sua última individual no Rio, realizada no CCBB, Beatriz Milhazes já era uma artista de trajetória reconhecida, mas nem de longe tão valorizada quanto viria a se tornar uma década depois ? quando sua tela Meu Limão foi comprada por 2,1 milhões de dólares em um leilão da Sotheby?s. Um dos nomes mais destacados da chamada Geração 80, ela se viu então no topo do ranking de brasileiros vivos com obra mais cara vendida em leilão (posição que já havia conquistado em 2008, antes de ser desbancada por Adriana Varejão, três anos depois). A partir de quinta (29), no Paço Imperial, os cariocas terão novamente a oportunidade de ver uma reunião de trabalhos da festejada artista e, assim, perceber como sua técnica evoluiu ao longo do tempo. Com curadoria do crítico francês Frédéric Paul, a exposição Meu Bem, uma panorâmica de sua produção desde 1989, reúne mais de sessenta criações, entre pinturas, colagens e gravuras. Trata-se de uma boa oportunidade para conferir ao vivo as telas abstratas e multicoloridas que lhe deram notoriedade, povoadas de círculos, arabescos, flores e mandalas, a exemplo de Beleza Pura (2006). Beatriz também desenvolveu, especialmente para o Paço, cinco móbiles. Expressão tridimensional de seu estilo, essas peças trazem flores, miçangas, contas e outros elementos decorativos.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 27 de outubro. A partir de quinta (29).

Isabella Matheus/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Alexandre Mazza

Na individual Entre o Fenômeno e o Monumento: das Manifestações da Memória Universal, o artista apresenta 26 obras, sendo duas instalações, incluindo um site-specific feito de neon na árvore em frente à galeria. A partir de R$ 20 000,00.

Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 14h. Grátis. Até 28 de setembro. A partir de terça (27).

Dose Tripla

Três mostras compõem o projeto. O duo Franz Manata e Saulo Laudares exibe obras em várias técnicas que têm como tema o embate entre natureza e civilização. Marcos Bonisson, fotógrafo, apresenta representações do mar. Leo Ayres traz uma instalação com espelhos. R$ 500,00 a R$ 30 000,00.

Galeria Artur Fidalgo. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), 2º piso, Copacabana, ☎?2549-6278, ? Siqueira Campos. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 14 de setembro. A partir de terça (27).

Graphos: Brasil Hoje

Após meses de obras, a galeria reabre no mesmo Shopping dos Antiquários, mas em outra loja, onde durante mais de duas décadas funcionou uma, digamos, casa de saliência. A coletiva inaugural reúne obras inéditas de 22 artistas ligados à Graphos: Brasil, entre eles Waltercio Caldas, Walter Goldfarb e Carlos Vergara. R$ 4 000,00 a R$ 150 000,00.

Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja 11, Copacabana, ☎ 2256-3268 e 2255-8283. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 11h às 18h. Grátis. Até 28 de setembro. A partir de quarta (28).

Lenora de Barros

Entre 1993 e 1996, a artista assinou uma coluna experimental, publicada semanalmente no Jornal da Tarde, de São Paulo. Sessenta e cinco desses trabalhos são apresentados na individual Umas e Outras, que conta ainda com dois vídeos e uma intervenção sonora.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 27 de outubro. A partir de quinta (29).

Marco Veloso

Conhecido por seus desenhos a carvão, o artista carioca adapta a técnica para a tela, usando tinta a óleo para fazer as sete obras apresentadas na individual Como a Vida Muda. R$ 8 000,00 a R$ 24 800,00.

Galeria Inox. Avenida Atlântica, 4240 (Shopping Cassino Atlântico), subsolo, Copacabana, ☎ 2521-9940. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 11h às 19h. Grátis. Até 21 de setembro. A partir de quinta (29).

✪✪✪✪?Abraham Palatnik

Um dos maiores nomes da arte cinética apresenta trabalhos produzidos desde 1950. Entre os destaques está um dos seus famosos aparelhos cinecromáticos: uma caixa contendo lâmpadas que, por meio de um sistema de engrenagens, criam padrões de cores variáveis, contempladas através de uma tela translúcida. A partir de R$ 40 000,00.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873 e 2540-6446. → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 13 de setembro.

✪✪✪?Alexandre Mury

Entre a provocação e o humor, a individual Fricções Históricas exibe um vídeo e 39 fotografias em grandes formatos ? em todas o próprio artista banca o modelo, protagonizando releituras de obras-primas da história da arte, além de ícones da cultura e do imaginário coletivo.

Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-4080, ? Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 8 de setembro.

Antanas Sutkus

Lembrado recentemente em mostra nos Correios, o fotógrafo lituano ganha nova exposição, Nostalgia dos Tempos da Pureza. Nas cerca de 100 imagens, os personagens são idosos e crianças.

Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 22 de setembro.

✪✪✪✪?Cai Guo-Qiang

Nome de ponta da arte contemporânea chinesa, o artista apresenta Da Vincis do Povo. A mostra ocupa o CCBB e o Centro Cultural Correios. No primeiro estão instalações, algumas reunindo objetos criados por camponeses da China. Parte mais famosa de seu trabalho, os desenhos produzidos com queima da pólvora podem ser vistos, em sua maioria, no outro prédio.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis; Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 23 de setembro.

✪✪✪✪?Haruo Ohara

Japonês radicado desde os 17 anos no Brasil, onde viveu como lavrador, Ohara também se dedicou à fotografia, conquistando renome nessa atividade. Na individual estão 110 registros em preto e branco.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 8 de setembro.

✪✪✪✪?Herança do Sagrado

Cerca de 100 trabalhos, grande parte dos Museus Vaticanos, estão reunidos na mostra. Há nomes de alto relevo histórico entre os artistas, como Ticiano, Fra Angelico, Michelangelo, Leonardo da Vinci e Caravaggio.

Museu Nacional de Belas-Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 13 de outubro.

✪✪✪✪✪?Jacques Henri Lartigue

Na retrospectiva do fotógrafo francês estão reunidos 225 itens, na maioria encantadores flagrantes de viagens, retratos de amigos e registros de atividades esportivas. A beleza das imagens é valorizada pela montagem impecável da mostra.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 15 de setembro.

✪✪✪?Manabu Mabe

Chove no Cafezal ? Mabe, da Figura à Abstração reúne trinta pinturas e cinco desenhos produzidos entre 1945 e 1959. A seleção mostra como a estética de Mabe, artista japonês que se radicou no Brasil, caminhou da figuração ao abstracionismo.

Caixa Cultural ? Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 8 de setembro.

Ricardo Becker

Apenas uma obra é exibida: trata-se de uma grande estrutura de madeira com placas de vidro, na qual o visitante entra e encontra o chão coberto de espelhos.

Escola de Artes Visuais do Parque Lage ? Cavalariças. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. 10h às 17h. Grátis. Até 20 de outubro.

✪✪✪?Tadeu Jungle

Conhecido por transitar por várias mídias, em especial o cinema e a videoarte, o artista apresenta a videoinstalação TAMTA (abreviação de ?tudo ao mesmo tempo agora?). Outras obras ocupam a área externa, a porta de entrada, o hall do térreo e as escadas.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 8 de setembro.

Fonte: VEJA RIO