DIVERSÃO

É de graça

Confira 30 atrações gratuitas para aproveitar o fim de semana

- Atualizado em

CRIANÇAS

Porto

Inspirado nas chegadas e partidas, encontros e desencontros, atracamentos e tensões que permeiam os portos do mundo, o espetáculo do Circo Crescer e Viver é dirigido pelo italiano Boris Vecchio e co-dirigido por Vinícius Daumas. Com elenco formado exclusivamente por alunos da Escola de Circo

Crescer e Viver, a montagem incorpora as artes circenses a elementos da interpretação e desenham, de forma lúdica e surreal, uma verdadeira metáfora da vida e seus limites.

Circo Crescer e Viver. Rua Carmo Neto, 143, Praça Onze. ? Praça Onze. Quinta, sexta e sábado, 20h; domingo, 18h. Até 28 de julho. Grátis.

porto.jpeg
(Foto: Redação Veja rio)

Histórias do Caldeirão

No texto de Jam Terra, as bruxinhas Talitite (Talita Leoneli) e Angeleca (Ângela Câmara) decidem espiar o caldeirão da tia Lua Cheia. De lá, retiram histórias que compartilham com o público, como Deu Saci no São João, O Peixinho e a Iara e A Princesa que Não Sabia Chorar (50min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 7/7/2013.

Midrash Centro Cultural (50 lugares). Rua General Venâncio Flores, 184, Leblon, ☎?2239-1800. Domingo, 17h. Grátis. Até domingo (28).

Palavras Andantes

Criado em 2008, o espetáculo é apresentado pelo grupo Os Tapetes Contadores de Histórias, que se utiliza de painéis de tecido e objetos para narrar contos populares da América Latina. Entram no repertório O Pavão do Abre-e-Fecha, de Ana Maria Machado, e A Agulha Mágica, da autora argentina Cláudia Macchi. Direção de Cadu Cinelli e Warley Goulart (45min). Rec. a partir de 4 anos. Reestreou em 7/7/2013.

Centro Cultural Parque das Ruínas (90 lugares). Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎?2224-3922. Domingo, 11h. Grátis. Senhas distribuídas meia hora antes. Até domingo (28).

Minotauro

Ao ar livre, a montagem reúne atores, um cantor lírico e músicos com instrumentos de sopro e cordas para contar a história de Agabo, jovem artista da Ilha de Creta. Ele pretende levar para um concurso o retrato de seu maior medo, o Minotauro, criatura com cabeça de touro e corpo de homem. Para tanto, encara um perigoso labirinto e corre contra o tempo para que o herói Teseu não mate o animal antes de ele descobrir sua forma. Direção de Fernando Maatz (60min). Rec. a partir de 5 anos.

Museu da República (50 lugares). Rua do Catete, 153, Centro, ☎?3235-3693. Sábado e domingo, 11h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Até 31 de agosto.

Clube Mundial da Expedição

O Boulevard Rio Shopping recebe o evento da Discovery Kids para entreter as crianças nas férias. O simpático cachorrinho Doki e seus amigos levam a garotada para explorar os quatro cantos do mundo. No interior do Clubinho as crianças saberão curiosidades sobre diferentes partes do mundo, assistirão a um dos episódios da série de Doki e, com ajuda de monitores, aprenderão a identificar no mapa mundial os países por onde os personagens passaram. A área do evento inclui jogos interativos e atividades para colorir.

Boulevard Rio Shopping, Rua Barão de São Francisco, 236, Vila Isabel. ☎ 2577-8777. Segunda a sábado, 10h às 22h; domingo, 15h às 21h. Até 11 de agosto.

Galinha Pintadinha

A praça de eventos do West Shopping recebe atrações temáticas da Galinha Pintadinha. Há um espaço para os pequenos cantarem e dançarem ao som dos principais sucessos, oficinas de pintura e desenho, além da presença da personagem, para tirar fotos em dias especiais. Além das atrações gratuitas, há uma roda gigante indoor (R$ 10 por pessoa).

West Shopping. Estrada do Mendanha, 555, Campo Grande. ☎ 3178-9501. Segunda a sábado, 10h às 22h; domingo, 15h às 21h. Até 11 de agosto.

Cinema da Galinha Pintadinha

A atração no Center Shopping oferece aos participantes um circuito de três etapas que envolve oficinas de pintura e desenho, seguidas da exibição de cinco filminhos da Galinha Pintadinha e uma vinheta especial. Ao final, a personagem principal da história tira fotos com a criançada, em dias especiais. A brincadeira dura cerca de trinta minutos e cada atividade pode ter até vinte crianças no grupo. Para crianças a partir de um ano de idade.

Center Shopping. Avenida Geremário Dantas, 404, Tanque, Jacarepaguá. ☎ 3312-500. Diariamente, 15h às 21h. Até 4 de agosto.

cinema-galinha.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

ESPECIAL

Lançamento de Livro

Músico e pesquisador, Rodrigo Alzuguir lança Wilson Baptista ? Cancioneiro Comentado (Editora Vitale, R$ 49,00, 132 págs.). A obra reúne um perfil biográfico e fotos inéditas do compositor, além de partituras de 105 músicas, entre as quais as famosas canções escritas durante a histórica polêmica com Noel Rosa.

Casarão Ameno Resedá. Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Sábado (27), 17h. Grátis.

Meditação

Em aula experimental, o professor Edson Ramos aborda temas referentes à meditação, como o controle da respiração e o relaxamento conduzido.

Espaço Nirvana. Praça Santos Dumont, 31, Gávea. Inscrições, ☎?2187-0100, nirvana@enirvana.com.br ou na recepção do Nirvana. Sábado (27), 17h. Grátis.

SHOWS

Conexão Rio

Até 8 de agosto, palcos da cidade recebem 29 atrações gratuitas dedicadas à música instrumental. Na segunda semana, entre os destaques da programação, o guitarrista Victor Biglione se apresenta ao lado do violonista Marcell Powell, no Teatro Maria Clara Machado, e o Zé Paulo Becker Trio recebe o pianista Marcos Ariel, na Cúpula do Planetário. Livre.

Teatro Maria Clara Machado (124 lugares). Avenida Padre Leonel França, 240, Gávea, ☎?2274-7722. Quinta (25), 20h30. Cúpula do Planetário (260 lugares). Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, ☎ 2274-0046. Sexta (26), 20h30. Grátis. Clique aqui para ver a programação completa.

http://vejario.abril.com.br/especial/conexao-rio-promove-shows-gratuitos-no-rio-746572.shtml

CONCERTOS

Música no Museu

Itajara Dias, integrante da Orquestra do Theatro Municipal, e Vinnicius Dias, seu filho, formam o duo de piano que é uma das próximas atrações da série. Os dois vão passear por temas de grandes compositores, como Villa-Lobos (Ciranda, nº 4, O Cravo Brigou com a Rosa) Prokofiev (Visões Fugitivas, nº 1, 6 e 10), Chopin (Balada, nº 3, op. 47) e Liszt (Estudo, nº3, La Campanella).

Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎?2240-4944. Domingo (28), 11h30. Grátis.

Orquestra Infanto-Juvenil das Comunidades Pacificadas

O grupo, formado no Projeto Social pela Música, voltado para o ensino de música clássica em áreas que contam com UPPs, se apresenta em Ipanema. No repertório, obras de Grieg, Rossini, Villa-Lobos e Tom Jobim.

Igreja Nossa Senhora da Paz (500 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 339, Ipanema, ☎?2523-4543. Segunda (22), 18h30. Grátis.

EXPOSIÇÕES

Oratórios ? Relíquias do Barroco Brasileiro

Abrigo de formidável exposição de arte sacra em que figuram nomes do porte de Leonardo da Vinci, Caravaggio, Michelangelo e Ticiano, o Museu Nacional de Belas Artes vem colecionando longas filas. A quem superá-las, a dica: em duas salas contíguas nos fundos do 1o andar, descortina-se esta enxuta, mas caprichada mostra, também de inspiração religiosa. Seu acervo reúne 55 belos oratórios de várias regiões do Brasil, feitos entre os séculos XVII e XX. Há peças de diferentes tipos, materiais e técnicas. Algumas são portáteis, outras têm portinholas que, fechadas, protegem as imagens contidas em seu interior. As chamadas ermidas, bem maiores, faziam

as vezes de capela doméstica em propriedades rurais. Chamam atenção ainda os oratórios afro-brasileiros, produto do sincretismo, criados com materiais menos nobres, como lata e ferro, e adornados por santos negros.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até 18 de agosto.

Crux, Crucis, Crucifixus ? O Universo Simbólico da Cruz

Símbolo associado ao cristianismo, embora marque presença histórica em outras religiões, a cruz é o tema da grande exposição que abre para o público na quarta (24), no CCBB. A data é mais do que oportuna: na véspera, começa no Rio a 38ª edição da Jornada Mundial da Juventude, com a participação do papa Francisco e a concentração prevista de cerca de 2 milhões de jovens católicos na cidade. Batizada como Crux, Crucis, Crucifixus ? O Universo Simbólico da Cruz, a mostra reúne cerca de 150 objetos dos séculos XVIII e XIX, pertencentes ao Museu de Arte Sacra de São Paulo, ao Museu Afro-Brasileiro e a coleções particulares. Além das cruzes propriamente ditas, há santos, relicários e oratórios nos quais o símbolo aparece em evidência. Sobressaem no acervo uma escultura de 2,5 metros de Jesus crucificado, feita de cedro, e prataria e ourivesaria de objetos litúrgicos, alguns pertencentes à Cúria Metropolitana de São Paulo. Dois grandes altares barrocos paulistas, oriundos de Santo Amaro, nunca foram expostos ao público. A maioria das cruzes expostas é relacionada à religião católica, mas algumas têm outras procedências. É o caso de artefatos do Benim usados em rituais africanos de culto aos mortos.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Segunda e quarta a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 23 de setembro.

Alexandre Mury

A individual Fricções Históricas apresenta um vídeo e 42 fotografias em grandes formatos ? em todas o próprio artista banca o modelo, protagonizando releituras de obras-primas da história da arte, ícones da cultura e do imaginário coletivo.

Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-4080, ? Carioca. → Terça

a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 8 de setembro. A partir de domingo (21).

Fabricio Lopez

Três xilogravuras de grandes proporções, gravuras menores, matrizes pintadas e duas pinturas fazem parte do acervo da individual Várzea. A partir de R$ 3 000,00.

Mercedes Viegas Arte Contemporânea. Rua João Borges, 86, Gávea,

☎ 2294-4305. Segunda a sexta,

12h às 20h; sábado, 16h às 20h. Grátis. Até 24 de agosto. A partir de quinta (25).

Omar Salomão

Em O que Pensei até Agora e o que Ainda Falta Pensar, o artista exibe nove trabalhos inéditos, na maioria produzidos a partir de fotografias e desenhos. A partir de R$ 3 000,00.

Mercedes Viegas Arte Contemporânea. Rua João Borges, 86, Gávea,

☎ 2294-4305. Segunda a sexta,

12h às 20h; sábado, 16h às 20h. Grátis. Até 24 de agosto. A partir de quinta (25).

O ser urbano nos caminhos de Nuno Portas

A exposição abrange 50 anos de vida profissional de um dos mais influentes urbanistas contemporâneos da Europa. Produzida para o encontro mundial de artes Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura e exposta também no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, esta é a primeira vez que mostra é exposta fora de Portugal. A diversidade da obra de Nuno Portas permitiu que a exposição fosse montada em diversas plataformas. Entre os destaques, estão caixas retroiluminadas com produções como o projeto de revitalização da Cidade Nova, no Rio, maquetes de suas principais obras, e vídeos com entrevistas de personalidades de todo o mundo comentando o trabalho de Portas.

Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ), Rua do Pinheiro, 10, Flamengo, ☎ 2557-4480 . Diariamente, 10h às 20h. Até 31 de julho. Grátis.

✪✪?Carmela Gross

Escadas é o nome da obra que batiza a exposição: uma série de escadas com centenas de lâmpadas fluorescentes acopladas aos degraus e às traves. A mesma evocação ainda está presente em Escada de Emergência, constituída de dois desenhos de escadas feitos com lâmpadas em forma de tubo sobre tripés metálicos.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até domingo (28).

✪✪✪✪?Newton Rezende

A retrospectiva reúne 93 trabalhos de Rezende (1912-1994), boa parte do auge de sua produção, nas décadas de 60 e 70. Dotadas de notável riqueza cromática, na maioria com intervenções de colagem, as telas dividem espaço com desenhos.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até domingo (28).

✪✪✪✪?Haruo Ohara

Japonês radicado desde os 17 anos no Brasil, onde viveu como lavrador, Ohara (1909-1999) também se dedicou à fotografia, conquistando renome nessa atividade. Na individual estão reunidos 110 registros em preto e branco.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a domingo,

11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 8 de setembro.

✪✪✪✪?Herança do Sagrado

Cerca de 100 trabalhos, grande parte dos Museus Vaticanos, estão reunidos na mostra, a maior dedicada à arte sacra já realizada no Brasil. Há nomes de alto relevo histórico entre os artistas, como Ticiano, Fra Angelico, Michelangelo, Leonardo da Vinci e Caravaggio.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até 13 de outubro.

✪✪✪✪✪?Jacques Henri Lartigue

Primeira retrospectiva do fotógrafo francês no Brasil. São exibidos 225 itens, na maioria belos flagrantes de viagens, retratos de amigos e registros de atividades esportivas.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 15 de setembro.

Manabu Mabe

Chove no Cafezal ? Mabe, da Figura à Abstração reúne trinta pinturas e cinco desenhos produzido entre 1945 e 1959. A seleção mostra como a estética de Mabe, artista japonês que se radicou no Brasil, caminhou da figuração ao abstracionismo.

Caixa Cultural ? Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 8 de setembro.

Dzi Croquetes - ?Te contei??

A ocupação PAM no Teatro Glauce Rocha apresenta a exposição Dzi Croquettes - ?Te contei??. Através de fotos, depoimentos e peças de figurino, a mostra celebra o retorno desse lendário e irreverente grupo de artistas, revelando toda a sua importância para a liberdade criativa no cenário cultural brasileiro da época.

Teatro Glauce Rocha, Sala Aloísio Magalhães, Avenida Rio Branco, 179, Centro. ☎ 2220-0259. ? Carioca. Segunda e terça, 10h às 18h; quarta a domingo, 10h às 20h. Até 28 de julho.

Projeto Museu Bordallo Pinheiro

Vik Muniz, Tunga, Barrão, Regina Silveira, Maria Lynch e Isabela Capeto estão entre os vinte profissionais brasileiros que criaram obras para a coletiva em homenagem ao artista português Rafael Bordallo Pinheiro.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 8 de setembro.

✪✪✪ Rosana Ricalde

Dezesseis trabalhos, entre pinturas, esculturas, objetos e uma instalação, compõem a individual Poemas Pendurados. A maioria evoca a ideia de texto e de livro.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 11 de agosto.

Felipe Barbosa/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪✪✪?Sabine Weiss

A reputada fotógrafa francesa, de 89 anos, ganha sua primeira retrospectiva no Brasil, com 132 imagens.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo,

12h às 19h. Grátis. Até 4 de agosto. www.correios.com.br.

Tadeu Jungle

Conhecido por transitar por várias mídias, em particular o cinema e a videoar¬te, o artista apresenta poemas visuais, instalações e videoprojeções.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 8 de setembro.

Fonte: VEJA RIO