DIVERSÃO

É de graça

Confira 18 atrações para curtir o fim de semana sem gastar dinheiro

- Atualizado em

SHOWS

Vanessa da Mata ? Nivea Viva Tom Jobim

O lugar para uma homenagem a Tom Jobim (1927-1994) não poderia ser mais apropriado: as areias de Ipanema, bairro onde o maestro foi morar com a família, aos 4 anos, e passou boa parte da vida, além de ter sido fonte de inspiração do hino bossa-novista Garota de Ipanema. Na praia, na altura da Rua Paul Redfern, seu repertório será celebrado ao vivo por Vanessa da Mata. Atração do projeto Nivea Viva Tom Jobim, a cantora foi convidada para comemorar os cinquenta anos do primeiro disco-solo do maestro, The Composer of Desafinado Plays, gravado nos Estados Unidos e lançado no Brasil pelo selo Elenco. Em espetáculo sob a direção artística de Kassin, Vanessa interpreta composições arranjadas por Eumir Deo­dato. O experiente instrumentista, que também a acompanha ao piano, entende do riscado: gravou, em 1964, o LP Inútil Paisagem, dedicado à obra de Jobim. Na seleção de 25 músicas, as menos conhecidas Caminhos Cruzados e Correnteza dividem espaço com clássicos como Wave, Sabiá, Eu Sei que Vou Te Amar e Por Causa de Você. Além da participação de Caetano Veloso, sobe ao palco uma superbanda formada por Stephane SanJuan (bateria), Alberto Continentino (contrabaixo), Danilo Andrade (teclado), Guilherme Monteiro (guitarra e violão) e Gustavo Ruiz (guitarra), mais um naipe de oito cordas, entre violinos, violas e celos.

Praia de Ipanema. Avenida Vieira Souto (altura da Rua Paul Redfern), entre os postos 10 e 11. Domingo (9), 17h. Grátis.

vanessa-da-mata.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

João Bosco

Cantor, compositor e exímio violonista, o artista mineiro completou quatro décadas de carreira em 2012. Agora, volta ao palco com o show acústico 40 Anos Depois, no qual entoa temas emblemáticos de sua trajetória, como De Frente pro Crime, Papel Machê e O Corsário. Livre.

Espaço Furnas Cultural (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-5166. Sábado (8), 20h; domingo (9), 19h. Grátis. Bilheteria: 14h/17h (sáb. e dom.). www.furnas.com.br.

ESPECIAL

O Mercado

Na 15ª edição, o evento reúne mais de 100 marcas com opções de presente para o Dia dos Namorados. Um espaço gourmet e os DJs Guzta e Orlando Gonçalves completam o programa.

Casa de España. Rua Vitório da Costa, 254, Humaitá, ☎?8163-8537. → Sábado (8) e domingo (9), 14h/21h. Grátis. Estac. no local (R$ 10,00 o dia todo).

CINEMA

Cinesul ? Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo

Na 20ª edição, o Cinesul ? Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo exibe, a partir de terça (4), 110 títulos de dezesseis países ? o Brasil é representado na mostra por 26 trabalhos. Na seleção de fitas dos últimos dois anos, poucas obras têm chance de entrar em circuito comercial. Trata-se, portanto, de uma boa oportunidade para vê-las em sessões gratuitas no CCBB e na Cinemateca do MAM. O cineasta argentino Eliseo Subiela é o homenageado deste ano. Seis de seus mais de vinte filmes ganham espaço na programação. No domingo (9), às 17h30, no CCBB, a atração é o longa Paisajes Devorados (2012), seguido de debate com o próprio Subiela. Na história, uma espécie de falso documentário, três jovens cineastas registram a vida de um homem misterioso que aparece num manicômio e diz ter sido diretor na década de 60. Não por acaso, a obra é protagonizada pelo veterano Fernando Birri (foto), um dos pais do novo cinema latino-americano. Clique aqui para ver a programação completa.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. →

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. Até domingo (9). Grátis.

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

DANÇA

As Canções que Você Dançou para Mim

Com coreografia de Alex Neoral, os dançarinos da Focus Cia de Dança apresentam o espetáculo inspirado na obra de Roberto Carlos. Calhambeque, Amada Amante e outros setenta sucessos embalam os movimentos do grupo. Direção do coreógrafo (55min). Livre.

Arena Carioca Dicró (330 lugares). Avenida Brás de Pina, s/n°, Parque Ary Barroso, Penha (acesso pela Rua Flora Lobo), ☎?3486-7643. Sábado (8), 20h; domingo (9), 19h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

CONCERTOS

Daniel Garcia

Nascido na Argentina, o harpista veio ao Rio para participar do VII Rio Harp Festival, em 2012. Encantado com a cidade, ficou por aqui ? e não é raro encontrá-lo em exibições ao ar livre. Garcia integra a programação do projeto Música no Museu para interpretar temas de Carlos Gardel, Villa-Lobos, Cartola, Ennio Morricone, Pixinguinha e Mozart, além do compositor e violonista espanhol Francisco Tárrega.

Colégio Estadual Jornalista Tim Lopes (200 lugares). Estrada do Itararé, 690, Ramos, ☎ 2334-7499. Terça (4), 14h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes.

CRIANÇAS

Galinha Pintadinha

A turma da Galinha Pintadinha chega ao Center Shopping, em Jacarepaguá, com um programa de atividades para divertir a criançada. As atrações contam com a roda gigante de catorze metros de altura e capacidade para 24 pessoas (R$ 8,00), cenário decorado com pelúcias e imagens de toda a turma, oficinas de pintura e desenho, e o brinquedo ?ovos giratórios? com capacidade para até seis crianças cada. A área de lazer da Galinha Pintadinha tem a classificação livre e todas as atividades são gratuitas.

Center Shopping, Av. Geremário Dantas, 404, Tanque, Jacarepaguá. Informações, ☎?3312-5001. Até 29 de junho. Grátis.

galinha-pintadinha.jpeg
(Foto: Redação Veja rio)

Tapetes Contadores de Histórias

Nos domingos de junho, o grupo Tapetes Contadores de Histórias narra contos de autores brasileiros no Parque das Ruínas, em Santa Teresa. Na programação, com classificação livre e entrada franca, são contadas histórias de Ana Maria Machado (A galinha que criava um ratinho) e de Ricardo Azevedo (O cachorro, o burro, o porco, a galinha e o bode, O casamento da onça com a filha da cutia; e A tartaruga e a fruta amarela). A partir das 12h, no Café das Ruínas, há apresentação do grupo Choro Bambuco.

Parque das Ruínas, Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa. Informações, ☎ 2215-0621/2224-3922. Domingo, 11h. Até 30 de junho. Grátis.

EXPOSIÇÕES

Antonio Bandeira

Pioneiro do abstracionismo informal no Brasil, o pintor cearense tem sua trajetória celebrada em Da Razão à Sensibilidade. O nome da mostra é sugestivo: os 69 trabalhos reunidos no Centro Cultural Correios revelam como a sua pintura se transformou ao longo do tempo. De 1942, Mata Fresca, pequeno óleo sobre tela figurativo, retrata uma paisagem. Conforme os anos vão avançando, os quadros se tornam mais e mais abstratos ? ainda que, curiosamente, alguns sejam batizados com nomes bem concretos, caso de Jardim Vermelho, de 1953. Embora as telas, especialmente as das décadas de 50 e 60, sejam as estrelas da individual, o visitante tem a oportunidade de contemplar a grande variedade de técnicas a que Bandeira (1922-1967) se dedicou, como aquarelas, pinturas sobre madeira e desenhos em nanquim, guache, lápis de cor e grafite.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até dia 16.

www.correios.com.br.

FotoRio 2013

Individuais de doze fotógrafos estão reunidas no CCJF. São eles Alexandre Hypolito, Ana Stewart, Cláudia Jaguaribe, Kitty Paranaguá, Luciana Avellar, Marcos Bonisson, Peter Lucas, Renan Cepeda, Rodrigo Braga, Rogério Reis, Susana Dobal e Thomas Valentim.

Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 21 de julho. A partir de quarta (5).

Charlotte Rampling ? Álbuns Secretos

A atriz francesa é fotografada e fotógrafa nesta exposição, organizada pela Maison Européenne de la Photographie, de Paris. No primeiro caso, ela aparece em 24 poses, clicadas por nomes importantes como Helmut Newton e David Lynch. Seu interesse pelo tema surge em uma série de fotos que ela própria tirou, em momentos de intimidade.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 21 de julho.

Elles: Mulheres Artistas na Coleção do Centro Pompidou

Concebida pela instituição francesa, a mostra reúne 115 trabalhos de mais de cinquenta mulheres, produzidos entre 1907 e 2010. O acervo traz nomes como Frida Kahlo, Nan Goldin, Lygia Pape e Louise Bourgeois.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 14 de julho.

Expo(r) Godard ? Viagens em Utopia

Nome fundamental da nouvelle vague, o cineasta ¬Jean-Luc Godard é homenageado nesta mostra que conta com projeções, totens interativos e objetos pes¬soais do diretor.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 7 de julho.

✪✪✪✪?Fotolivros Latino-Americanos

A ótima mostra apresenta livros de fotografia da América Latina publicados desde os anos 1920. São 66 títulos, além de fotos e vídeos produzidos a partir das próprias publicações. Vale deter-se diante das obras de dois brasileiros: Miguel Rio Branco e José Medeiros.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400.

→ Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 16 de junho.

✪✪✪✪?Newton Rezende

A retrospectiva reúne 93 trabalhos de Rezende (1912-1994), boa parte do auge da produção do artista, nas décadas de 60 e 70. Dotadas de notável riqueza cromática, na maioria com intervenções de colagem, as telas dividem espaço com desenhos.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro,

☎ 2232-4213 e 2242-1012.

Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 28 de julho.

✪✪✪?World Press Photo

Promovida pela fundação homônima, a coletiva é resultado da premiação internacional dedicada ao melhor do fotojornalismo produzido a cada ano. Da safra de 2012, são exibidas 154 imagens feitas por 54 profissionais de 32 nacionalidades.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 23 de junho.

Carmela Gross

Artista de renome internacional, com obras no acervo de instituições importantes como o Museu de Arte Moderna (MoMA), de Nova York, a paulistana Carmela Gross desenvolveu, em 2012, um trabalho para ser exibido no Sesc Belenzinho, em São Paulo. Naquele espaço, ela dispôs várias escadas feitas de materiais diversos, com centenas de lâmpadas fluorescentes acopladas aos degraus e às traves. A obra, batizada simplesmente de Escadas, foi redesenhada para ocupar, a partir de quarta (5), o salão principal da Casa França-Brasil, na exposição de mesmo nome ? a primeira individual de Carmela no Rio desde 1994. A mesma evocação ainda está presente em Escada de Emergência, trabalho que será exibido em uma das salas laterais, constituído de dois desenhos de escadas feitos com lâmpadas em forma de tubo, verdes e vermelhas, sobre tripés metálicos. Na terceira sala, completando o acervo, espalham-se pelo chão mais de 300 peças semelhantes a cobras, fundidas em latão e banhadas em níquel.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 28 de julho. A partir de quarta (5).

Rafael Can?as/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Retorno à Amazônia

Em 1982, o lendário oceanógrafo francês Jac¬ques Cousteau (1910-1997) fez uma expedição pela Amazônia. Percorreu a floresta por terra, água e ar ao lado do filho Jean Michel e de uma equipe de mais de cinquenta pessoas. As mudanças sofridas por aquele ecossistema foram objeto de investigação de uma nova viagem, feita 25 anos depois, dessa vez capitaneada pelo herdeiro de Cousteau. Trinta fotografias tiradas pela americana Carrie Vonderhaar na nova expedição estão reunidas na mostra Retorno à Amazônia, que será inaugurada na quinta (6), no Centro de Visitantes do Jardim Botânico. Estão no acervo flagrantes de rara beleza, especialmente os de animais como botos, guarás e pererecas.

Jardim Botânico do Rio de Janeiro ? Centro de Visitantes. Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎?3874-1808. 8h/17h. Até 2 de agosto. A partir de quinta (6).

Fonte: VEJA RIO