COTIDIANO

Dicas para tirar fotos com celular

Exposição em cartaz no Centro Cultural da Justiça Federal apresenta 600 belas fotografias tiradas com o celular. Aprecie oito delas, selecionadas a dedo pelo curador da mostra, e veja ainda dicas para fotografar com o seu aparelho

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

Aberta para visitação até o dia 9 de dezembro no Centro Cultural da Justiça Federal (CCJF), a terceira edição da mostra Foto-Celular apresenta cerca de 600 fotografias tiradas pelo jornalista e diretor audiovisual Christian Caselli. Munido com seu iPhone, ele percorreu diversas cidades do Brasil fazendo diferentes cliques - alguns belíssimos, super artísticos, outros de veia mais cômica e até imagens-denúncia. A ideia é mostrar como dispositivos tecnológicos como os smartphones contribuem para a formação uma nova linguagem fotográfica. "Hoje, qualquer pessoa pode se expressar através de uma fotografia tirada pelo celular. Esta arte, pelo menos, ficou mais acessível a todos", explica Caselli, que desde novembro de 2007 já tirou mais de 25 000 fotos. Nos dias 28, 29 e 30 de novembro, ele irá ministrar, no próprio CCJF, oficinas gratuitas de fotografia. A seguir, aprecie oito imagens que o artista considera imperdíveis na mostra. Antecipamos ainda dez dicas para você deixar suas fotos tiradas no dia a dia com o celular ainda mais bacanas.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

1 - Evite o flash. As fotos ficam chapadas e todos saem com cara de fantasma ou de zumbi, quando ficam com os olhos vermelhos. Utilize este recurso só em último caso, e olhe lá.

2 - Não tenha medo de parecer maluco. Se tiver vontade de fotografar uma parede chamuscada ou uma plantinha feia no meio do asfalto, vá em frente. Você não está fazendo mal a ninguém.

3 - Mas também seja ético. Não exponha as pessoas em situações vexaminosas. A não ser que elas mereçam muito ou se você quiser denunciar uma situação grave.

4 - Não pense no mero registro. Reflita sobre enquadramento, alinhamento geométrico e a quantidade de informação que você quer colocar no quadro. Aliás, tudo é informação.

5 - Se você for fazer alguma alteração numa foto, por mais boba que seja, sempre mantenha a original e salve a nova versão com outro nome e/ou em outra pasta. Pode ser que você se canse de um efeito e queira resgatar a preciosa original depois.

6 - Sempre passe suas fotos da máquina para o computador. Celular é que nem guarda-chuva: para perder é um pulo. E faça back-ups, pelo menos das fotos que você mais gosta. Afinal, computadores e HDs não são eternos.

7 - Não é porque as suas fotos do Instagram ficam lindas que você pode ser considerado um fotógrafo. Os efeitos são super interessantes, mas continue atento às noções de enquadramento etc. Aliás, sobre este famoso aplicativo, o ideal é tirar fotos usando a câmera do celular com a resolução mais alta para depois experimentar os efeitos. Clique aqui e veja dicas para usar o Instagram e outros truques para fotografar com o celular.

8 - Fique esperto. Você se expõe muito quando tira uma foto. Dependendo do lugar, isso pode ser perigoso. Mas, ao mesmo tempo, não fique paranoico achando que vão te assaltar. Saber equilibrar o medo com a astúcia é um bom caminho.

9 - Tenha em mente que a foto de celular pode ser muito mais do que aquela mera coisa de tirar fazendo pose junto com a amiga ou apenas em festas, baladas e casamentos. Explore a sua criatividade, ironia e reflita sobre o mundo ao seu redor.

10 - Organize-se. Se você tira muitas fotos, assim como eu, um bom método é separá-las em pastas com o ano (primeiro) e o mês. Assim elas ficam em ordem numérica e cronológica.

Fonte: VEJA RIO