DECORAÇÃO

Alugado e transado

Dez maneiras de deixar seu apartamento alugado charmoso sem fazer grandes obras ou gastar muito dinheiro

Por: Louise Peres - Atualizado em

deco-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O dilema de quem mora em imóvel alugado é sempre o mesmo: como melhorar o visual daquele apartamento antigo, sem graça e mal cuidado sem desperdiçar dinheiro (afinal, você sabe que vai deixar a casa nova um dia) e sem grandes intervenções (já que a maioria dos contratos não permite obras ou mudanças drásticas)? A resposta é uma só: criatividade. Com uma boa dose de soluções práticas e algumas ideias na cabeça, é possível transformar aquela que era a casa de outra pessoa no seu lar doce lar. Para ajudar você, VEJA RIO consultou Vivianne Pontes, designer de interiores e autora do blog Dcoração, uma das referências mais bacanas na web quando o assunto é reaproveitamento materiais, projetos faça você mesmo e tutoriais para transformar ambientes sem gastar tanto. Abaixo, você confere dez dicas que ela dividiu conosco. Pronto para renovar sua nova-antigo-casa?

1 - Cerque-se de cortinas

"As pessoas esquecem como uma cortina pode mudar o astral de um ambiente. Uma estampa bonita dá outra vida à sala, ao quarto ou mesmo à cozinha", sugere ela. Para fazer a sua, a decoradora dá um passo a passo simples: "Fuja daquelas lojas de cortinas tradicionais, aquelas coisas francesas horrorosas e cheias de pano. Escolha um belo tecido, arranje uma costureira, pendure no varão e seja feliz."

2 - Invista num belo lustre

Uma peça de impacto pode fazer a diferença num cômodo. "Muitas vezes esquecemos que um ótimo recurso para levantar a sala ou o quarto é aquilo que podemos carregar depois para um novo imóvel. Um lustre maravilhoso dá aquele tchan", diz Vivianne.

3 - Cubra com tapetes

Um dos grandes problemas de quem aluga um imóvel está debaixo de seus próprios pés, em cada canto da casa. "Como é muito difícil conciliar esse tipo de reforma com a vontade do proprietário, apelemos para o mais prático: esconder o que é feio", recomenda Vivianne. Como alternativa, ela indica tapetes bem grandes, que cubram a maior parte do cômodo. "Grandes lojas, como a Leroy Merlin, vendem um tipo bem espesso de carpete a metro. Meça seu quarto ou a sala e compre uma peça com o tamanho necessário. Para dar um charme, arremate com um viés bacana, costurando toda a borda com linha colorida", ensina.

4 - Borracha no chão

Dependendo do quanto você pretende gastar, os pisos de borracha podem ser uma opção bacana. "É uma opção um pouco mais cara do que um tapete, mas também viável e temporária para quem quiser mudar o revestimento do chão do imóvel sem ter dores de cabeça depois", diz Vivianne.

5 - Tinta pra que te quero

A boa e velha lata e seu amigo pincel fazem milagres. Já que ao final do contrato a maioria dos inquilinos é obrigada a pintar novamente o imóvel antes de entregá-lo, pintar o sete nas paredes é um recurso mais do que liberado. "Escolha uma parede do cômodo e aplique uma cor bonita. É prático e não exige tanto dinheiro", resume ela.

deco-06.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

6 - Renove os azulejos

Azulejos envelhecidos e encardidos são comuns, principalmente em imóveis antigos. Mas saiba que o banheiro pode ganhar cara nova com truques fáceis. Adesivos vinílicos podem render belos mosaicos no lavabo, ou mesmo no pedaço de parede acima da pia da cozinha. A tinta também é uma possibilidade, desde que acordado com o dono do imóvel. "Muitos não permitem obras maiores e trocas de revestimento porque sabem que terão que arcar com os custos. Mas podem não se incomodar com a pintura, por exemplo", aponta Vivianne, antes de frisar: se for pintar, opte sempre pelas tintas para azulejos à base d?água, que secam mais rápido. As comuns podem levar dias.

deco-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

7 - Papéis de parede nelesUm recurso antigo e que, de uns tempos para cá, está novamente em alta, estampar paredes é uma boa saída para renovar os ambientes. Atente apenas para a técnica a ser usada antes de escolher. "O papel, além de ser mais complicado de aplicar sem erros, dá muito mais trabalho na hora de retirar. Será preciso lixar e até refazer a massa antes de pintar novamente. Prefiro então usar adesivo, que já vem com cola permanente e sai mais fácil, ou tecidos, que respiram e não aderem tanto à parede", alerta a decoradora. Atenção: se for usar tecido, ela recomenda cola de silk screen para aplicar. "Funcionou super bem", garante.

deco-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

8 - Apele para detalhes

Você achou o apartamento dos sonhos, mas a cozinha é cheia de armários embutidos do arco da velha. Sabemos que nem tudo é perfeito. Apenas lide com isso e encontre uma solução. "Em dois tempos, puxadores charmosinhos podem dar aquele toque especial a um armário feioso."

9 - Customize molduras

Um banheiro monótono pode ganhar outros ares com um espelho de moldura divertida, por exemplo. Não precisa gastar tanto: com uma folha de adesivo estampado, encape a borda de um espelho simples. "Essas soluções baratinhas também ficam uma graça", garante Vivianne.

10 - Abuse dos adesivos

Sempre eles. Há alguns anos, o boom de adesivos encheu as casas dos cariocas de figuras, desenhos e frases. E continuam valendo como recurso para decorar não apenas paredes, mas também armários, móveis e até utensílios domésticos. "Eles podem alegrar a cozinha, por exemplo, de um jeito super divertido", aposta Vivianne.

Fonte: VEJA RIO