CONSUMO

Seis dicas para alugar seu imóvel e ficar tranquilo

Curtiu a ideia de alugar sua casa e faturar uma grana extra? Veja algumas dicas para o negócio dar certo

Por: Louise Peres - Atualizado em

aluguel-abre-2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)
Cadastre-se em um site confiável

Opte sempre por anunciar em páginas conhecidas, com um grande número de usuários. Os sites mais confiáveis possuem sistemas de mensagens e comentários, onde é possível ler a avaliação publicada tanto pelos hóspedes quanto pelos locadores. Em alguns, como o Airbnb, o hóspede também é avaliado ? com base em experiências de outras pessoas, você pode decidir se quer receber aquela pessoa ou não.

Confira as regras

Todo site confiável deve apresentar seus Termos de Serviço. Leia o documento com atenção e, antes de fechar negócio, certifique-se de que concorda com todas as cláusulas. Verifique especialmente aquelas que mencionam as responsabilidades de cada parte no contrato ? o site protege você de algum possível dano no seu imóvel? Há multas no caso de cancelamento (realizado por você ou pelo locatário)?

Escolha a modalidade adequada

As possibilidades são bastante flexíveis e você pode alugar o espaço que desejar. Se não se importar de conviver com pessoas desconhecidas no ambiente da sua própria casa, pode abrir um quarto extra ou um sofá cama, por exemplo. Quem não quiser abrir mão da privacidade pode optar por alugar o imóvel durante períodos de férias, em que os moradores da casa estarão fora.

Esteja apto a conhecer gente

Se escolher receber viajantes enquanto estiver na casa, esteja disponível para socializar com o hóspede. A experiência de se hospedar na residência de outra pessoa numa região/país estranho fica muito melhor quando o anfitrião é receptivo e está disposto a ajudar o visitante a aproveitar o melhor da cidade, como se fosse um local.

Colabore com seu depoimento

O mais bacana desta modalidade de hospedagem é a troca de experiências. Toda vez que fechar negócio, após o fim da estadia, preocupe-se em publicar no site um feedback sobre o hóspede. Dessa forma, você ajuda outros membros a tirarem o maior proveito possível da rede de contatos que se forma nessas páginas. Estimule também o visitante a compartilhar sua opinião sobre a hospedagem na sua casa ? boas recomendações podem se tornar novas reservas no futuro.

Proteja bens inestimáveis

Abrir sua casa para um estranho requer um certo desapego com bens materiais ? não que alguém vá entrar e destruir sua casa, mas é preciso estar preparado para qualquer incidente. Por isso, para evitar problemas, mantenha a salvo bens de estimação ou artigos insubstituíveis, como a louça que ganhou da sua mãe como presente de casamento ou o vaso que herdou da coleção raríssima da sua avó (vai que o hóspede é meio desastrado?).

Fonte: VEJA RIO