COTIDIANO

Governo diz que praias da Zona Sul estarão limpas até 2014

Programa de despoluição lançado pela secretaria estadual do ambiente começa na próxima semana com obras no Jardim de Alah

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

copa.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A secretaria estadual de ambiente vai iniciar, a partir da próxima semana, o programa de despoluição de seis praias da cidade. Batizado de Sena Limpa, é apontado como solução definitiva para melhorar a balneabilidade no litoral carioca. Terá início com obras no Jardim de Alah, onde, segundo o secretário estadual de ambiente, Carlos Minc, há despejo de esgoto in natura proveniente das favelas do Pavão-Pavãozinho, Cantagalo e da Cruzada São Sebastião. De acordo com ele, o canal é responsável por 90% da poluição na região de Ipanema e Leblon. O problema já havia sido apontado por Minc em matéria de VEJA Rio sobre os altos índices de poluição no mar durante o mês de janeiro, quando o excesso de chuvas piorou a qualidade da água. Nos primeiros 30 dias de 2012, a praia dos dois bairros esteve imprópria durante todo o tempo.

Confira aqui como reconhecer sinais de poluição e os riscos de mergulhar em mar impróprio

A intervenção vai direcionar os efluentes para o emissário submarino do bairro e as obras devem ser concluídas até dezembro deste ano. O Sena Limpa, que recebeu esse nome por tratar de seis praias, deve contar com investimentos de 150 milhões e estar concluído até dezembro de 2014. De acordo com o cronograma oficial, a Praia de Ipanema deve estar limpa até o fim do ano, do Leme, que terá obras de saneamento na favela do Chapéu Mangueira, até junho de 2013, Urca, até outubro de 2013; a da Bica, na Ilha do Governador, até novembro de 2013; a de São Conrado, até dezembro de 2013; e a do Leblon, até dezembro de 2014.

Fonte: VEJA RIO