MODA

O primeiro dia de Fashion Rio

Veja o que rolou nos desfiles de inverno das grifes Acquastudio, Alessa, Herchcovitch, Oh Boy! e TNG nesta quarta (7)

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

ACQUASTUDIO

acquastudio.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Peças delicadas e românticas cruzaram a passarela da marca. Grandes laços dourados, metálicos, arremataram vestidos com transparências, ora na cintura ora no colo. Na cartela de cores, tons como vinho e preto. As estruturadas rígidas que envolviam os tops e as saias, especialidade da marca, e os enormes bolsos dos vestidos conferiram um ar contemporâneo às peças. Destacaram-se também os chapéus com grandes aves de asas abertas e as meias de renda preta.

Clique aqui e conheça as modelos mais top que vão desfilar no Fashion Rio Inverno 2013

ALESSA

alessa.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Deixando de lado as cores vibrantes e as maxiestampas características de seus desfiles, a estilista Alessa Migani apostou em muito preto e elementos como a cruz inspirada na cultura celta para o inverno 2013. As calças e vestidos brincam com a transparência e esbanjam detalhes: veludo e rendas bordadas foram vistas em praticamente toda a coleção, além de paetês. Mesmo no Rio, a lã apareceu em modelos discretos e atemporais de casacos.

HERCHCOVITCH

herchcovitch.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O desfile começou com tons vibrantes como rosa e laranja e formas futuristas, mas logo passou para looks mais austeros com mix de texturas, botas de cano alto em metalassê e muita influência tribal. Peças em jeans escuro ou de lavagens mais apagadas permearam boa parte da coleção, que trouxe ainda calças e macacões de modelagens amplas para os homens.

OH BOY!

ohboy.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Acreditando no Instagram como o aplicativo da vez, a equipe de estilo da grife buscou nele imagens de animais como Choupette, a gata fashionista de Karl Lagerfeld, diretor criativo da Chanel, comidas, paisagens e festas, que ganharam vida em vestidos, camisas e calças repletos de paetês. Listras em preto e branco contracenaram na passarela com imagens pop de cores vibrantes, bem como o mix de tecidos nobres e materiais mais simples como o jeans. O acrílico reinou em brincos e pulseiras. Botas de camurça e clutches de metal também apareceram na passarela.

TNG

tng.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O desfile foi, na verdade, uma grande festa. A trilha sonora ao vivo, tocada pela banda RPM, e a presença do ator Rodrigo Lombardi na passarela (ele desfilou com exclusividade para a marca) transformaram a moda em um grande show. A TNG criou peças inspiradas nos viajantes nômades, em tons escuros como o cinza e o preto. Identidade da grife, o jeans foi composto com casacos e outras peças mais elaboradas. A coleção também estava permeada por detalhes nobres, como as aplicações de couro ecológico de peixe em camisas e casacos. Tachas e outros metais com aparência envelhecida foram aplicados em botas, bolsas e cintos.

Fonte: VEJA RIO