COTIDIANO

Defensoria inicia campanha em 230 supermercados para fiscalizar preços

Com a campanha De Olho no Preço, consumidores poderão levar de graça produtos que apresentem diferença de preços entre a prateleira e o caixa

- Atualizado em

LIGIA-SKOWRONSKI.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Começou nesta quarta (15), nos 230 supermercados do estado, a campanha De Olho no Preço. Promovida pela Defensoria Pública do Rio, ela tem como objetivo evitar a divergência de preços dos produtos anunciados nas prateleiras e cobrados no caixa. A ação permite que os consumidores levem de graça uma unidade do produto em questão toda vez que o problema ocorrer.

A ideia da campanha é de que os próprios consumidores sejam os fiscais dos preços. Caso seja constatada a diferença nos preços, basta que se chame o gerente e informe o ocorrido. Desta forma, o cliente poderá levar uma unidade do produto de graça. Por enquanto, a iniciativa só é válida para gêneros alimentícios. Os estabelecimentos que não cumprirem o estipulado no termo de conduta assinado com a Defensoria Pública e não oferecerem o produto sem custo poderão ser multados em até R$ 1000. As denúncias podem ser feita no Procon ou na própria defensoria.

Fonte: VEJA RIO