DECORAÇÃO

Casa bonita e barata

Dez dicas para mudar o visual do seu lar doce lar gastando quase nada

- Atualizado em

Você não precisa ter móveis incríveis ou um espaço muito grande, nem muito menos enfrentar uma reforma pesada para deixar a casa bonita. Existem itens que podem fazer a diferença na decoração. São detalhes que, juntos ou até mesmo sozinhos, custam pouco e deixam os ambientes com um ar mais sofisticado. A arquiteta Carolina Wambier listou dez. A partir desta quarta (21) até o dia 19 de outubro ela ministra o curso Arquitetura da intimidade: Design de Interiores no Polo de Pensamento Contemporâneo (POP), no Jardim Botânico. Anote as dicas desde já.

1 - Arranjo de flores naturais Flores deixam a casa mais viva e cheirosa. Elas não são apenas um detalhe estético, mas sim uma das poucas coisas que mostram que alguém vive ali, além de revelar um pouco mais sobre o perfil do morador. Rosas, flores do campo, lírios, cada uma corresponde a uma personalidade diferente.

2 - Uma luminária Tolomeo Luminária ícone do design, ela deixa qualquer ambiente mais sofisticado e elegante. Independente do estilo do dono, este objeto dá um ar descolado para qualquer decoração, além de mostrar que quem mora ali entende pelo menos um pouco de design.

3 - Muitos tecidos coloridos Ao invés de tecidos monocromáticos nas almofadas ou no sofá, tecidos coloridos e/ou estampados comprados em viagens ou na lojinha do bairro dão mais vida para qualquer ambiente e fazem a decoração fugir do comum.

4 - Tapete grande de uma cor só Além de deixar o ambiente mais aconchegante, o tapete delimita espaços, permite andar descalço e ainda esconde possíveis imperfeições no piso. Tapetes de apenas uma cor são curingas e permitem usar cores vivas em outras peças.

5 - Cadeira de design brasileiro O Brasil tem excelentes designers, e uma boa cadeira faz toda a diferença na decoração. Sergio Rodrigues e Claudia Moreira Salles, por exemplo, fazem modelos incríveis, daqueles que são reconhecidos por qualquer pessoa.

6 - Mesa de jantar de madeira Uma boa mesa de jantar feita de madeira dura gerações, envelhece de forma bonita e, mesmo manchada, tem seu charme. Nas refeições, ela dá a sensação de confiança e aconchego.

7 - Muitos livros e revistas Assim como flores, livros e revistas revelam quem mora na casa. Além disso, dão um ar descolado e, empilhados, podem ainda se transformar em uma mesinha.

8 - Cortinas brancas leves O Rio de Janeiro é uma cidade balneário. Portanto, cortinas pesadas não fazem muito sentido. Já as brancas e leves permitem à luz do dia entrar no ambiente e ainda dão um charme especial para a casa quando bate uma brisa.

9 - Banco coringa Um banquinho pequeno pode servir de apoio para os pés, suporte para o lanche ou ainda virar uma mesinha. Ele combina com todos os ambientes da casa - da sala à cozinha, do quarto ao banheiro.

10 - Um quadro bonito Uma tela de um artista renomado ou desconhecido, uma bela fotografia profissional ou até mesmo de um amigo dão mais vida ao ambiente. Mas atenção: obras de arte devem ser pessoais. Por isso, evite gravuras compradas em museus com a reprodução de quadros de pintores como Monet e Picasso.

Curso Arquitetura da intimidade: Design de Interiores, no Polo de Pensamento Contemporâneo (POP). Rua Conde Afonso Celso, 103, Jardim Botânico, tel. 2286-3299 / 2286-3682. De 21 de setembro e 19 de outubro (4 aulas). Quartas-feiras, das 19h30 às 21h30. Preço: R$ 340,00. www.polodepensamento.com.br

Fonte: VEJA RIO