CURIOSIDADES

Você sabia?

O tamanho das unhas, o preço de casar na capela, o peso da estátua, quanto custava o ingresso do trem em 1931 e outras 76 respostas sobre questões que talvez ninguém pensasse em um dia fazer

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Silvestre Machado / Opção Brasil Imagens
Dedos e unhas do pé da estátua do Cristo (Foto: Silvestre Machado / Opção Brasil Imagens)

No verão, cerca de vinte raios atingem, por mês, o Cristo Redentor. Se uma linha fosse traçada a partir do rosto da estátua, atravessaria o Oceano Atlântico e tocaria o sudoeste da África. Aliás, seus olhos não têm íris nem pupila. E o peso do monumento equivale a mais ou menos 16?000 seres humanos no outro prato da balança. Já parou para pensar em detalhes assim? VEJA RIO selecionou oitenta curiosidades sobre o Cristo, para que o leitor se torne ainda mais íntimo da estátua. São dados às vezes pitorescos, alguns engraçados, e outros tantos podem até ajudá-lo. Exemplo: sabia que casar lá em cima não é tão caro como alguns podem pensar? Confira a curiosidade 46. E agora está achando que a fila para o altar é muito grande? Pois não é. O item 47 traz a resposta.

1 - O Cristo está descalço, mas, por causa do pedestal elevado, só enxerga seu pé quem passa de helicóptero ou de asa-delta ali por perto.

2 - Aliás, os pés têm dedos e os dedos, unhas. As maiores medem em torno de 35 por 25 centímetros.

3 - Assim que "nasceu", o Cristo foi assunto de matéria de capa de revista: O Cruzeiro publicou uma edição especial toda dedicada à inauguração do monumento. Tinha 50 páginas e era vendida por 1 500 réis.

Arquivo O Cruzeiro / D. A. Press
Cristo como destaque da revista O Cruzeiro (Foto: Arquivo O Cruzeiro / Diários Associados Press)

4 - Alguns anúncios pegavam carona no rebuliço que a nova estátua provocava. Entre comerciais de tônicos, saponáceos e camisarias, destacava-se o bordão da Casa Gaúcho, uma lotérica, digamos assim, visionária: "O Cristo é uma maravilha", dizia um trecho da propaganda.

5 - O monumento não mereceu apenas reportagens e fotos. Muitos poemas foram publicados a seu respeito. Tasso da Silveira, em Cântico ao Cristo do Corcovado, versejava: "Estendes os braços / numa bênção infinita", um artigo raro até nos sebos.

6 - Especialistas concordam que, se fosse feita hoje em dia, erguida com a tecnologia atual, a estátua ficaria pronta em um ano, no máximo dois. Levou mais de cinco.

7 - O Cristo nunca foi pintado.

8 - O monumento dorme sozinho. Fica trancado, sem guardas no pátio ou dentro da capela. Dois vigias noturnos têm um dormitório mais embaixo, perto da estação final do trem do Corcovado.

9 - Vasos gravados no início do século passado, em art déco, mostravam o Corcovado sem a estátua. Hoje ainda guardados em coleções particulares, volta e meia eles reaparecem em exposições do estilo, e podem valer 100?000 reais.

Livro Rio de Janeiro Art Déco / Casa da Palavra
Livro Rio de Janeiro Art Déco (Foto: Reprodução / Casa da Palavra)

10 - A Estrada Paineiras-Corcovado foi aberta em 1936. Só então os carros particulares puderam ter acesso às proximidades do monumento.

11 - O primeiro preço da passagem de trem até o Cristo foi 6?000 réis. Equivalia a 60 cafezinhos no bar. O valor do tíquete atual compra cerca de quarenta xícaras da bebida.

12 - Pináculo da Tentação. Esse foi o primeiro nome do Corcovado, dado pelos colonizadores portugueses, alguns séculos atrás.

13 - A visitação não é interrompida no Natal, no Ano-Novo, em dia nenhum.

14 - São necessárias cerca de 25 pessoas para, de braços abertos e mãos dadas, dar a volta completa em torno do pedestal, que é um octógono.

Arquivo Vale
Restauração da estátua do Cristo (Foto: Arquivo Vale)

15 - Se alguém chegar à estação da Rua Cosme Velho, desistir na hora de pegar o trem e resolver então ir a pé, pelo caminho dos carros, vai andar cerca de 8 quilômetros. Sempre subindo.

16 - O Cristo Redentor olha para a África. Se uma linha fosse traçada a partir de seu rosto, ela cruzaria o Atlântico e tocaria no sudoeste do continente, na costa da Namíbia.

17 - Manto é o nome mais correto para a vestimenta que ele usa. Ou então túnica. Era um traje comum na Judeia de dois milênios atrás.

18 - Não existe nenhuma Escola Cristo Redentor no Rio de Janeiro, mas há uma creche, no Cosme Velho, e um asilo, no bairro de Bonsucesso.

19 - Nunca houve livro de assinaturas no Cristo Redentor. Cerca de 2?500 pessoas o visitam todo dia. Seria papel demais. E se formariam demoradas filas.

20 - A área em frente e em volta da estátua foi aumentando com o passar do tempo. Hoje, o pátio

chega a quase 350 metros quadrados.

21 - Quer falar com o Cristo? Disque 2492-2252, ramal 113.

Istockphoto
Ligue para o Cristo (Foto: Istockphoto)

22 - O Cristo Redentor foi inaugurado numa segunda-feira, 12 de outubro, mas as festas, celebrações e missas pela cidade começaram muito antes, no domingo da semana anterior.

23 - Cada triângulo de pedra-sabão tem lados que medem entre 3 e 4 centímetros, com 7 milímetros de espessura. Estima-se que haja meio milhão de pedacinhos na estátua.

24 - A maior autoridade em Cristo Redentor no país talvez seja o arquiteto Jorge Scévola de Semenovitch, mineiro-copacabanense que há trinta anos pesquisa o assunto. Ele é autor de Corcovado: a Conquista da Montanha de Deus, lançado em 1997 pela Editora Lutécia (do Grupo Record). Em 2008, nas versões em português e em inglês, a obra foi revista e ampliada, incluindo dados sobre a eleição de "maravilha do mundo".

25 - O maior período em que o monumento esteve fechado à visitação foi em 1990, entre fevereiro e dezembro, quando passou por uma grande reforma, por fora e por dentro - estava inclusive cheio de infiltrações.

26 - Na ocasião, delinquentes se aproveitaram dos andaimes, subiram pelos ferros e picharam a cabeça da estátua. Foram obrigados a lavar depois.

27 - Uma restauração completa aconteceu em 2010, de fevereiro a junho. Ela custou 7 milhões de reais (foto). Tudo sofreu revisões, do sistema de drenagem aos para-raios, passando pela retirada de centenas de litros de água que entupiam a parte interna dos braços. Foram meses a fio com a visão Cristo-canteiro-de-obras.

28 - Seria o Cristo Redentor o monumento mais alto do país? Longe disso, até porque qualquer estátua fincada, por exemplo, em São Paulo (a 770 metros acima do nível do mar) ou em Petrópolis (a 850 metros) já se encontra acima do cume do Morro do Corcovado. O que nos faz percebê-lo nas alturas é o contraste entre sua figura e a paisagem ao redor.

Alessandro Vianna / Tyba
Corcovado (Foto: Alessandro Vianna / Tyba)

29 - E seria o Corcovado, com seus 710 metros, o ponto mais alto da cidade? Também não. Só para citar um pico próximo dali, temos a Pedra da Gávea (foto), com 840 metros. Já o Pão de Açúcar, que nem chega a 400, parece um nanico perto dos dois.

30 - Os olhos do Cristo não têm íris, a parte colorida, nem pupila, aquele círculo preto que todos nós possuímos. Aparece apenas o que seria a membrana esclerótica - por isso, alguns detratores dizem que ele tem um "olhar de robô".

31 - O primeiro selo oficial com a imagem do Cristo Redentor foi lançado em 1934. Era uma série comemorativa pela visita do cardeal Eugenio Pacelli, que cinco anos depois seria o papa Pio XII.

32 - São os aviões que decolam do Santos Dumont para Congonhas, e não aqueles que vêm de São Paulo para o Rio de Janeiro, os que chegam mais perto da estátua - mesmo assim, distantes quilômetros do monumento.

33 - Um apartamento da Zona Sul com vista para o Cristo costuma custar 15% a mais do que outro, no mesmo prédio, sem uma janela premiada.

34 - No ano passado, surgiu um Cristo Rei na Polônia, 3 metros mais alto que a estátua do Corcovado, e com coroa. Fica na cidade de Swiebodzin.

35 - E mesmo no Brasil já existe uma estátua católica maior que o Cristo do Rio: é a imagem de Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz, no Rio Grande do Norte, construída entre 2007 e 2010, com 56 metros de altura.

36 - Lisboa conta com um Cristo Redentor muito peculiar. Erguido em 1959, foi claramente inspirado na estátua carioca, mas tem 2 metros a menos de altura. Só que ganha de longe no quesito pedestal: a base do monumento, exagerada, mede 82 metros.

37 - Outro conhecido símbolo do catolicismo no Brasil, a estátua do Padre Cícero (foto), erguida em 1969 na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, é mais baixa que o Redentor apenas 3 metros.

curiosidades7.jpg
Estátua do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte (Foto: Reprodução)

38 - Manchete do jornal O Globo que circulou em edição vespertina no dia da inauguração: "Christo reina, impera e livrará o Brasil de todos os males".

39 - Não se pode ficar sem camisa nos trens do Corcovado nem é de bom-tom tirá-la no pátio principal do monumento, já que tudo ali é um santuário. Guardas estão por toda parte, vigiando a moral e os bons costumes.

40 - Pedro Fernandes Vianna da Silva, que foi o fiscal da obra, escreveu, um mês antes da inauguração, um poema em acróstico com as iniciais formando a palavra "Corcovado". Fez também uma versão em inglês, que muito engenhosamente mantinha a mesma estrutura poética. Só não teve sucesso na tradução para o francês, que acabou ficando em versos livres.

41 - Diferentemente da Ponte Rio-Niterói, ou de modernos prédios do Japão, resistentes a terremotos comuns na região, o Cristo não balança. Suas fundações são firmemente cimentadas no imenso bloco de granito que é o Corcovado e não apresentam oscilações.

42 - Ficou combinado que, quando anoitecesse, no dia da inauguração, o cientista italiano Guglielmo Marconi, considerado o inventor do rádio, apertaria um botão diretamente da Europa e, por ondas elétricas, acenderia o sistema de iluminação da estátua. Mas o sinal chegou muito fraco e o impulso elétrico teve de ser amplificado por uma estação da Radiobrás, aqui mesmo, no Centro do Rio.

43 - Não é "redemptor", como alguns podem pensar, que se fala em inglês. Eis o correto: Christ, The Redeemer. Assim a estátua foi anunciada como maravilha do mundo.

44 - O primeiro casamento na capela do Cristo aconteceu em fevereiro de 2008. Fábio Marinho e Márcia Leite (foto abaixo) foram os felizardos e entraram para a história. Chamaram o matrimônio de "festa no céu".

Paulo Pereira / Folha Imagem
Fábio Marinho e Márcia Leite casam-se em frente ao Cristo Redentor (Foto: Paulo Pereira / Folha Imagem)

45 - Poucos puderam participar do momento do "sim", porque ali não cabe muita gente: 22 pessoas sentadas, dez espremidas em pé, o padre, o noivo, a noiva, e olhe lá.

46 - Preço de um casamento no Cristo: 2?100 reais.

47 - Média de espera na fila para subir ao altar: três meses.

48 - A primeira criança ali batizada foi Matheus, filho do governador Sérgio Cabral e de Adriana Ancelmo, em 2007.

49 - Para batizados, cobra-se apenas uma taxa simbólica. Basta marcar.

50 - A bossa nova adorava o Cristo. Tom Jobim (foto abaixo), um dos seus maiores nomes, citou a estátua em Samba do Avião ("Cristo Redentor / braços abertos sobre a Guanabara / este samba é só porque / Rio, eu gosto de você") e em Corcovado ("da janela vê-se o Corcovado / o Redentor, que lindo"). Interessante é que essas duas pérolas são canções apenas de Tom, que não precisou como letristas de seus principais parceiros da época, a exemplo de Vinicius de Moraes e Newton Mendonça.]

Rubens Barbosa / Ag. JB
Tom Jobim (Foto: Rubens Barbosa / Agência JB)

51 - A MPB também falou do monumento. Belchior, em Paralelas: "No Corcovado, quem abre os braços sou eu / Copacabana, essa semana o mar sou eu". Gilberto Gil, na música Expresso 2222: "O Cristo é como quem foi visto subindo ao céu / num véu de nuvem brilhante subindo ao céu".

52 - Já o rock Brasil questionava a estátua. Cazuza cantou que o Cristo tinha "braços sempre abertos / mas sem proteger ninguém" (Um Trem para as Estrelas). Os Paralamas refletiam em Alagados: "A cidade / que tem braços abertos no cartão-postal / com os punhos fechados na vida real".

53 - Menos conhecida de todas é a marchinha Cidade Brinquedo, de Plínio Bretas e Silvino Neto (pai do comediante Paulo Silvino), lançada em 1939 na voz de Orlando Silva. Começava assim: "O Cristo Redentor é uma medalha pequenina / no rosário imenso da colina".

54 - E, se Cidade Brinquedo foi uma das primeiras obras musicais a citar o Cristo, a canção Redentor, de Rodrigo Sha e DJ MAM, é a mais recente. Vencedora de concurso sobre os oitenta anos da estátua, é uma bossa eletrônica cujo refrão diz: "Cristo, vim te abraçar / sou criança nesse lugar".

55 - Durante o verão, caem vinte raios por mês no Cristo.

Marcos Issa / Ag. O Globo
Raio atinge a estátua do Cristo Redentor (Foto: Marcos Issa / Agência O Globo)

56 - Uma sobrancelha, o lábio inferior e recentemente a ponta de um dos dedos são partes que já foram atingidas pelos raios.

57 - Não são uma coroa aquelas hastes na cabeça da estátua. Fazem parte, na verdade, do seu sistema de para-raios.

58 - O Cristo está a 710 metros do chão, e a obra, que durou cinco anos, custou 7 milhões de reais. Mas é seu peso o número que mais surpreende.

1?140 toneladas

1?425 carros populares

16?285 pessoas (de 70 quilos)

2?280?000?000 de hóstias

59 - Entre os concorrentes que perderam a votação que deu ao Cristo o título de uma das sete maravilhas do mundo moderno, alinham-se a Estátua da Liberdade, em Nova York, a Torre Eiffel, em Paris, e a Praça Vermelha, em Moscou.

60 - Entre os vencedores do concurso, que dividiram a honraria com o monumento brasileiro, estão o Coliseu, em Roma, a Grande Muralha da China e o mausoléu do Taj Mahal (foto abaixo), em Agra, na Índia.

Dan Shannon / Only World / Only France / AFP
Taj Mahal, na Índia (Foto: Dan Shannon / Only World / Only France / AFP)

61 - Foi Luiz Felipe Scolari, o Felipão, na época treinador da seleção portuguesa de futebol, quem representou o Brasil na cerimônia de anúncio das novas maravilhas, realizada em 7 de julho de 2007, num estádio de Lisboa.

62 - Até 1945, o caminho da estação final do trem do Corcovado ao pátio principal da estátua era tosco, entre pedra, terra e mato. Naquele ano foram construídos os degraus de cimento. Só em 2003 surgiriam os elevadores e as escadas rolantes.

63 - O Cristo mais famoso dos desfiles das escolas de samba não foi visto pelas arquibancadas. Passou pelo Sambódromo envolto em plástico preto, proibido pelas autoridades católicas de fazer parte de uma festa pagã. Foi em 1989, na Beija-Flor de Nilópolis, dentro do enredo Ratos e Urubus, Larguem a Minha Fantasia, criado por Joãosinho Trinta.

64 - Os mais famosos faxineiros do Cristo foram os irmãos Floriano e Dilson Gonçalves, que aparecem até em filmes. O pai deles trabalhou como almoxarife da obra, e os dois filhos acabariam se tornando administradores do restaurante lá de cima. Entravam por dentro da estátua e saíam pelas aberturas dos ombros com baldes de água (que às vezes voavam), vassouras e barras de sabão. Sem nenhuma proteção, promoviam uma faxina na parte superior da imagem.

65 - Nos anos 70, o ator Lúcio Mauro também deu duro de vassoura na mão, lavando uma parte da estátua para cumprir o desafio de um programa de TV.

66 - Tal como a famosa "foto do pratinho", tirada há décadas por profissionais no Pão de Açúcar, de uns anos para cá esse tipo de suvenir também chegou ao Cristo. Custa 25 reais e fica pronta em meia hora.

67 - Pense nisto antes de subir: lá em cima não tem banheiro.

68 - Mas nos restaurantes e lanchonetes tem.

69 - A estátua é oca.

70 - A medalha lançada no dia da inauguração do monumento (em 1931) não se envergonhava de admitir como foi grande o espaço entre a concepção e a conclusão da obra: "Construída em comemoração ao primeiro centenário da independência, 1822/1922", dizia o texto em alto-relevo.

Acervo Aguinaldo Silva
Nome original do monumento antes da reforma ortográfica de 1943 (Foto: Acervo Aguinaldo Silva)

71 - A reforma ortográfica de 1943 acabou mexendo no nome do monumento, que até então se escrevia "Christo Redemptor". Perceba a grafia no recibo reproduzido acima.

72 - A temperatura no topo do Corcovado costuma ser 7 graus mais baixa do que a registrada no asfalto das ruas da cidade. Mesmo no verão, não se esqueça de levar um casaco.

73 - Urubu no céu e quati (foto abaixo) na escada são fáceis de ver por ali.

curiosidades12.jpg
Quati (Foto: Reprodução)

74 - Helicópteros de turismo não podem voar a menos de 300 metros de distância da estátua. Mas alguns pilotos teimam em desobedecer à regra.

75 - O Cristo tem um coração externo (pequenino, em que na verdade poucos reparam) e também outro, na parte interna da estátua, que guarda vidrinhos com papéis em que está descrita a árvore genealógica de alguns de seus construtores.

76 - O primeiro livro a se debruçar sobre o monumento foi organizado por Guilherme Figueiredo, irmão de João Figueiredo, último presidente do regime militar. Teve a colaboração da museóloga Mariettinha Leão de Aquino, chama-se O Cristo do Corcovado, tem 140 páginas e foi publicado pela Editora Léo Christiano em 1981, nos 50 anos da estátua. Fartamente ilustrado, tem 140 páginas e muitas fotos da visita do papa João Paulo II, em 1980.

77 - Choveu no dia da inauguração.

78 - O pedestal é de granito.

79 - Dá arrepio ver a destruição do Cristo no filme-catástrofe 2012, dirigido em 2009 por Roland mmerich. Ainda mais chocante é constatar o estado do monumento na série de TV americana Live After People, no episódio Wrath of God. Maneta, invadida por musgos depois de abandonada por 250 anos, a estátua acaba corroída por dentro e desaba.

80 - O fato é que o Cristo agora é um octogenário em forma, intacto, resistente a detratores reais e também aos terrores bolados pela ficção científica. Não é bem uma curiosidade, mas... você sabia que isso dá o maior orgulho na gente?

Fonte: VEJA RIO