EXPOSIÇÕES

Cristina Iglesias

Um dos mais destacados nomes na cena contemporânea espanhola, a artista Cristina Iglesias faz sua primeira individual no Rio

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fernando Lemos
(Foto: Redação Veja rio)

Realizada entre fevereiro e maio deste ano, a retrospectiva da artista espanhola no Museu Rainha Sofia, em Madri, confirmou-a como um dos mais destacados nomes na cena contemporânea de seu país. A mostra reuniu os nove trabalhos presentes em Lugar de Reflexão, primeira (e bela) individual de Cristina Iglesias no Rio, em cartaz na Casa França-Brasil. Organizada pela australiana Lynne Cooke, curadora-chefe do museu espanhol, a exposição convida o visitante à interação. É o caso de História Natural e Moral das Índias (Santa Fé I e II), de 2006, instalação labiríntica formada por estruturas vazadas de terracota, nas quais a artista inscreve trechos do livro História Natural e Moral das Índias, do padre jesuíta José de Acosta. No pátio da instituição se encontra Habitação dos Abraços (2005), cubo sem teto, revestido por dentro com o que parece ser uma vegetação ? feita de pó de bronze e resina. O mesmo material está em duas das obras mais atraentes do acervo, que simulam poços naturais com água corrente de verdade. Também presente, outra de suas ?habitações?, com peças de alabastro, foi exposta na Bienal de Veneza, em 1993. Da mesma década, duas curiosas criações sem título parecem escapar da parede.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 20 de outubro.

Presença no Brasil: a artista tem uma obra permanente em Inhotim, importante centro de arte contemporânea em Brumadinho, Minas Gerais

Fonte: VEJA RIO