ROTEIRO DA SEMANA

Crianças

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

CINEMA

✪✪✪ A ERA DO GELO 4. Cópia dubladas, legendadas e em 3D.

✪✪✪ OUTBACK, UMA GALERA ANIMAL. Cópias dubladas em 3D.

✪✪✪ PARANORMAN. Cópias dubladas, legendadas e em 3D.

✪✪ 31 MINUTOS -- O FILME.

✪✪✪ VALENTE. Cópias dubladas.

ESPECIAL

CINEMATERNA. Criado em São Paulo, em 2008, o projeto animou a rotina das mães que, às voltas com os primeiros meses de maternidade, veem sua vida social e cultural escassear por razões óbvias. Na programação, sessões de cinema são organizadas com horários e estrutura adequados para receber adultos e seus bebês: a potência dos aparelhos de ar condicionado é reduzida, assim como o volume do som das fitas exibidas, a iluminação permite que os pequenos brinquem nos tapetes de atividades e que as mamães troquem fraldas enquanto assistem ao filme. Fraldas, lenços umedecidos e cremes são postos à disposição. Ainda na entrada, voluntárias recepcionam o público e organizam o estacionamento para carrinhos de bebê. No Rio, o CineMaterna já acontece no Fashion Mall, no Unibanco Arteplex, no Via Parque e no UCI Kinoplex NorteShopping. Na terça (11), entra no circuito o Espaço Rio Design Barra. Na sessão inaugural, com início previsto para as 14h, as primeiras 100 mães acompanhadas por filhos de até 18 meses vão entrar de graça. O filme escolhido é a comédia dramática francesa Intocáveis. Espaço Rio Design Barra (75 lugares). Avenida das Américas, 7777, 3º piso, sala 2 (Shopping Rio Design Barra), Barra da Tijuca, ☎ 2438-7590. Terça (11), 14h. R$ 19,00.

ESTAÇÃO PENSAMENTO E ARTE. Desde agosto do ano passado, o projeto vem levando bom público à Biblioteca Popular Municipal de Botafogo. Variada, a programação inclui cursos, palestras, apresentações musicais e eventos infantis. Próxima atração na ala da diversão para os pequenos, o grupo Cria apresenta composições próprias, dedicadas às crianças, além de clássicos como A Arca de Noé, de Vinicius de Moraes, e Casa de Brinquedos, de Toquinho. O grupo é formado por Vinícius Castro (violão e voz), Maíra Martins (voz), Fred Cavalieri (clarinete), Ayran Nicodemo (violino), Mateus Xavier (percussão) e Christian Bizzotto (teclado). Entre um número musical e outro serão lidos textos de autores como Ruth Rocha, Ziraldo e Cecília Meireles. A parte autoral do repertório vem do CD A Família, com treze canções de Vinícius Castro arranjadas por nomes da nova geração musical, a exemplo de Marcelo Caldi e Alfredo Del-Penho. Biblioteca Popular Municipal de Botafogo (80 lugares). Rua Farani, 53, Botafogo, ☎ 2551-6911. Sábado (15), 16h. Grátis.

MITOS: METAMORFOSES NA BIBLIOTECA. As mitologias grego-romana e ameríndia inspiram a exposição voltada ao público infanto-juvenil. Mote para a obra de escritores brasileiros como Monteiro Lobato, Orígenes Lessa e Marcelo Xavier, as narrativas ganham apoio visual em criações do designer Flávio Vignoli e do artista plástico Roberto Marques que também serão reproduzidas em peças de acrílico, para que deficientes visuais possam conhecer os trabalhos. O público visitante recebe um bem cuidado almanaque que registra o conteúdo da exposição, além de trazer jogos e divertidos exercícios. Concepção, pesquisa e textos de Leonardo José Magalhães Gomes. Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Rua Benedito Hipólito, 125, Centro, ☎ 2221-6213. 10h/20h. Grátis. Até 21 de outubro.

RÁDIO MALUCA. Agora no Teatro do Sesi, na Cinelândia, o programa de auditório comandado por Zé Zuca e seu companheiro de palco, o sonoplasta Rodney Mariano, trabalha, no sábado (15), o tema ?As marchinhas e as crianças?. Para ajudá-los neste Carnaval fora de época, o convidado é o compositor e pianista João Roberto Kelly, o rei das marchinhas. Ele interpreta temas como Mulata Bossa Nova, Cabeleira do Zezé, Colombina do Iê-iê-iê e Joga a Chave, Meu Amor. Outra atração é o ator e contador de histórias Augusto Pessôa. Durante o espetáculo, Zé Zuca também canta e abre o microfone para a participação dos espectadores em brincadeiras variadas (60min). Teatro do Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4163, ? Cinelândia. Sábado (15), 11h. R$ 1,00. Distribuição de senhas uma hora antes. Transmissão ao vivo pelas rádios Nacional AM 1130 kHz e MEC AM 800 kHz.

TEATRO PARA BEBÊS. Uma técnica de encenação voltada exclusivamente para bebês surgiu na Europa, nos anos 90. No Brasil, a companhia Teatro para Bebês foi pioneira na dedicação ao público de 6 meses a 4 anos. Desde 2007, mantém duas de suas obras no circuito: O Cirquinho de Luísa e O Bebê e o Mar. Essa última, em cartaz no Teatro Candido Mendes, conta a história de Júlia (Liliana Rosa), um bebê ainda em gestação. No útero, ela interage com o seu ambiente e mostra, de forma lúdica, o momento do seu nascimento. A trama evolui por meio de associações e analogias, numa narração que busca se aproximar da realidade do bebê. No final do espetáculo, os pequenos espectadores são convidados a explorar o espaço cênico e os objetos utilizados durante o espetáculo (50min). Teatro Candido Mendes (130 lugares). Rua Joana Angélica, 63, Ipanema, ☎ 2267-7295. Sábado e domingo, 15h. R$ 25,00. Bilheteria: a partir das 13h (sáb. e dom.). Até 28 de outubro.

✪✪✪✪ TUDO QUE NÃO INVENTO É FALSO. Paula Maracajá, bailarina da companhia Staccato, desenvolveu o espetáculo inspirado na obra do escritor mato-grossense Manoel de Barros. São três dançarinos em cena -- além de Paula, Danilo D?Alma, Nina Botkay, Patrícia Riess, Renata Versiani e Mickael Ramos revezam-se nas sessões. Limpo e branco, o cenário ressalta os poucos elementos com os quais o elenco interage: um balanço, uma escultura de tecido e livros que, atados a barbantes, dão a impressão de voar. Trechos instrumentais e versos musicados fazem as vezes de trilha sonora. Estreou em 25/8/2012. Centro de Referência Cultura Infância -- Teatro do Jockey (150 lugares). Rua Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (R$ 4,00 a hora). Até domingo (16).

TURMA DA MÔNICA NO MUNDO DO CIRCO. Com a chancela dos Estúdios Mauricio de Sousa, o espetáculo reúne a turma dos quadrinhos em torno de números circenses. Cascão é o equilibrista, Magali vira uma engolidora de sorvetes, Cebolinha faz as vezes de malabarista e Mônica aparece em duas cenas: como mulher barbada e mágica. O elefante verde Jotalhão é o mestre de cerimônias. Profissionais do circo também ocupam o picadeiro. Direção de Mauro Sousa, filho de Mauricio. Turma da Mônica no Mundo do Circo (90min). Estacionamento do Extra 24h (700 lugares). Avenida das Américas, 1510, Barra da Tijuca, ☎ 3228-8001. Quarta a sexta, 20h; sábado e domingo, 15h, 17h30 e 20h. R$ 60,00. Bilheteria: 10h/12h e 13h/18h (ter.); 10h/12h e 13h/20h (qua. a dom.). IC. Até 14 de outubro.

TEATRO

✪✪✪ ALADIM, de Cláudio Figueira. Autor, diretor e coreógrafo de musicais infantis com vasto currículo, Figueira aposta pela primeira vez em uma adaptação -- no caso, de uma história da coletânea árabe As Mil e Uma Noites. A inspiração mais evidente é o longa de animação Alad-din (1991), dos estúdios Disney, mas o que poderia ser uma transposição preguiçosa reserva boas surpresas. A trilha sonora abriga composições feitas para o musical, não versões para os temas da Disney, e todas são defendidas a contento. Vivido por Marcelo Torreão, o gênio é uma atração à parte, distribuindo cacos que provocam gargalhadas. Com Thadeu Torres (Aladim) e Daniele Falcone (princesa Jasmine). Direção do autor e de Carlos Artur Thiré (55min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 28/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 18h30. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 28 de outubro.

✪✪✪✪ ALGUMAS AVENTURAS DAS 20000 LÉGUAS SUBMARINAS, texto de Fátima Valença sobre a obra de Júlio Verne (1828-1905). O clássico Vinte Mil Léguas Submarinas, de 1869, inspira esta esmerada produção. No cenário engenhoso, a estrutura do submarino Nautilus, comandado pelo misterioso Capitão Nemo (Mouhamed Harfouch), move-se para abrigar cenas em seus compartimentos. Projeções de vídeo simulam as águas, enquanto manipuladores de bonecos, encobertos por figurinos negros, promovem um desfile de criaturas fascinantes como peixes, tubarões e águas-vivas. A esse universo fantástico o elenco acrescenta pitadas de humor. Empresta leveza à trama a figura de Conselho (em cômica interpretação de Augusto Madeira), assistente do Professor Aronax (Alexandre Dantas). O cientista comanda a expedição, da qual faz parte ainda o arpoador Ned Land (Erom Cordeiro), em busca do monstro marinho, que, na verdade, é a embarcação pilotada por Nemo. Adaptação e direção de Antonio Carlos Bernardes (60min). Rec. a partir de 7 anos. Estreou em 11/8/2012. Teatro Oi Casa Grande (950 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800. Sábado e domingo, 16h. R$ 60,00 a R$ 70,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. e qua.); 15h/21h30 (qui. e sex.); a partir das 12h (sáb. e dom.). IC. Cc: todos. Cd: todos. Estac. no Shopping Leblon (R$ 3,00 a primeira meia hora). Até dia 30.

AS AVENTURAS DE PEDRO MALASARTES, de Solange Lima. Tipo folclórico da Península Ibérica, o personagem dado a mil artimanhas adaptou-se bem aos enredos de causos brasileiros. Pedro volta ao palco em montagem de Dinho Valladares, que já havia dirigido o espetáculo em 2008. Agora, o moleque arteiro (Matheus Martinely) ganha versão mais contemporânea. A trama, no entanto, permanece a mesma: fugindo de uma confusão que aprontou, o protagonista conhece e torna-se amigo de Maria Linda de Morrê (Elisa D?Oliveira), moça bonita e boa, e de seu noivo, Severino Bill (Rafael Naves). Eles encontram Mara Feia pra Caramba (Raianny Rodrigues), uma mulher de coração partido e incapaz de suportar a felicidade entre casais, que lança um feitiço sobre os apaixonados. Cabe, então, a Pedro Malasartes desfazer a confusão. Com nove temas inéditos, compostos por Sérgio Cleto, a peça se desenvolve nos moldes de um musical (50min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 11/8/2012. Sede da Cia. de Teatro Contemporâneo -- Teatro I (100 lugares). Rua Conde de Irajá, 253, Botafogo, ☎ 2537-5204. Sábado e domingo, 17h30. R$ 30,00. Até 21 de outubro.

BAGUNÇA NO ZOOLÓGICO, de Cláudio Figueira. Na história, um trio de pinguins disputa uma corrida, mas pega a correnteza errada e vai parar em um zoológico. Os ingênuos Pingo (Marcelo Klein) e Gota (Rodrigo Souza) caem nas graças das patas Pataqui (Sara Marques) e Patacolá (Martina Blink e Cristiana Pompeo, revezando-se ao longo da temporada). Enquanto isso, o marrento Tocha (Carlos Viegas) faz amizade com o pavão Nicolau (André Lemos). Uma confusão se arma até a chegada da jovem Aline (Marina Motta) e da girafa Abrileia (Simone Centurione e Teka Balluthy, também se alternando). Direção do autor e de Carlos Artur Thiré (60min). Rec. a partir de 1 ano. Reestreou em 14/7/2012. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 30.

A COZINHEIRA, O BEBÊ E A DONA DO RESTAURANTE, de Ademir de Souza. Inspirada no ritmo e na musicalidade dos desenhos animados clássicos das décadas de 40 a 60, a peça da Companhia do Gesto se destaca pela ausência de diálogos e pela rica sonoplastia mérito do autor, que também sobe ao palco como um inusitado regente de instrumentos de cozinha sincronizados com os movimentos executados em cena. Nesse ambiente, a Dona do Restaurante (Isadora Medella) e a Cozinheira (Tania Gollnick) têm de adaptar suas rotinas após o aparecimento de um bebê na porta dos fundos do local. Entre cozinhar, atender os clientes e cuidar da criança, as intérpretes executarão muitas caretas e grunhidos devidamente reforçados pelo uso de máscaras, criadas pelos integrantes da trupe. Direção de Luis Igreja (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 8/9/2012. Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: a partir das 11h (sáb. e dom.). Até 28 de outubro.

✪✪✪ HISTÓRIA DE LENÇOS E VENTOS, de Ilo Krugli. Um dos grupos de teatro infantil mais importantes do país, com Krugli entre seus fundadores, o Ventoforte tem sua primeira peça, de 1974, encenada pela Cia. Guerreiro. A trama se desenvolve como um teatro de fantoches proposto por um grupo de crianças em um quintal. Do varal e de objetos do cotidiano saem os singelos e criativos personagens. A protagonista é Azulzinha do Quintal (Anna Machado), um lenço azul com espírito aventureiro que foge graças ao vento da madrugada, metáfora para a liberdade. Desprotegida, acaba sendo levada para uma cidade fria e monótona governada pelo Rei Metal Mau (Ipojucan Dias), que quer se casar com ela. Cabe, então, ao Papel de Jornal (Jorge Farjalla) resgatá-la. Sem muitos recursos de apoio, a montagem se vale da imaginação do público e da constante interação para levar adiante a simpática história. Leandro Finotti (flauta) e Breno dos Reis (violão) escoltam o elenco, tocando ao vivo. Direção de Jorge Farjalla (45min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 14/7/2012. Sesc Rio Casa da Gávea (80 lugares). Praça Santos Dumont, 116, Gávea, ☎ 2239-3511. Sábado e domingo, 16h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 13h30 (sáb. e dom.). Até 28 de outubro.

HISTÓRIAS DE MEDO, adaptação de Priscila Camargo. Contos, lendas e histórias tradicionais de várias culturas que versam sobre o medo e as diversas formas de lidar com esse sentimento são interpretados por Priscila com recursos teatrais, bonecos, canções e jogos populares. As histórias ganham o acompanhamento dos músicos Marcelo Daguerre (violão) e Anderson Vilmar (percussão). Em cena, são apresentadas obras como o conto indígena brasileiro A Cobra Surucucu e o Sapo Tarô -- Bequê, a narrativa sufi O Príncipe Adil e os Leões e, oriunda do japão, A Anciã que Não Tinha Medo. Direção de Aracy Cardoso (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 8/9/2012. Teatro Laura Alvim (245 lugares). Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2016, ? General Osório. Sábado e domingo, 17h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 28 de outubro.

✪✪✪ LEONARDO -- O PEQUENO GÊNIO DA VINCI, de Ivan Fernandes. Paulo Mathias Jr. interpreta o gênio renascentista Leonardo da Vinci na infância. Amigo dos pássaros, o menino sonha em construir uma máquina de voar. Por essas e outras, é considerado um excêntrico pelo pai, Dom Pietro (Claudio Amado), e pelos moradores do vilarejo onde vive. Mathias Jr. lidera com muito carisma o divertido elenco, que se vale de bonecos e máscaras para valorizar a montagem. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 4/8/2012. Teatro Maria Clara Machado (128 lugares). Avenida Padre Leonel Franca, 240 (Planetário da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7722. → Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. (R$ 10,00). Até domingo (16).

✪✪✪✪ A MENINA E O VENTO, de Maria Clara Machado (1921-2001). Nova montagem para o clássico levado ao palco pela primeira vez em 1963. André Mattos, figura conhecida da televisão e do cinema, interpreta o Vento. É com ele que a menina Maria (Isabella Dionísio) estabelece uma grande amizade, enfrentando a desconfiança dos adultos. Clímax da história, a cena da garota voando pelos céus nas costas do amigo foi apresentada em 1963 através do pioneiro uso de slides. Desta vez, a viagem é projetada em 3D, com direito a óculos distribuídos para a plateia. Direção de Cacá Mourthé (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 30/6/2012. O Tablado (147 lugares). Avenida Lineu de Paula Machado, 795, Lagoa, ☎ 2294-7847. Sábado e domingo, 17h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). IC. Até 16 de dezembro.

✪✪✪ O MENINO QUE BRINCAVA DE SER, de Georgina Martins. Com direção e adaptação de Cleiton Echeveste, a montagem da Pandorga Companhia de Teatro conta a história de cinco crianças que interpretam a trama narrada no livro homônimo, lido na escola: o protagonista, o sensível Dudu, adora representar heróis e heroínas, enquanto seu pai prefere que ele jogue bola e lute -- brincadeiras típicas de meninos. Os conflitos vividos pelo personagem principal servem de mote para a abordagem de temas delicados, como intolerância e preconceito. Em cena, Cristina Froment, Diogo Villa Maior, Fernanda Souza Lima, Jan Macedo e Luciana Zule interpretam a fábula contemporânea (60min). Rec. a partir de 6 anos. Estreia prevista para sábado (15). Galpão Gamboa (80 lugares). Rua da Gamboa, 279, Centro, ☎ 2516-5929. Sábado, 17h, domingo, 16h. R$ 10,00. Bilheteria: 14h/19h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.); a partir das 14h (dom.). Bilheteria na Produtora Pequena Central (Rua Conde de Irajá, 98, Botafogo, ☎ 3797-0100): 10h/16h (ter. a qui.). Até dia 23.

A PEQUENA VENDEDORA DE FÓSFOROS, adaptação de Denise Crispun para conto de Hans Christian Andersen. Maria (Dayse Pozato, também idealizadora do projeto) é uma menina pobre que sonha com uma vida melhor. Ela está sempre às voltas com lembranças da falecida avó (Beth Lamas), enquanto trabalha para ajudar o pai (Paulo Trajano). Durante os festejos de fim de ano, em uma noite de inverno, Maria sai de casa para vender fósforos e decide acendê-los para se aquecer. A partir daí, seus desejos começam a tomar conta da sua imaginação. Direção de Lúcia Coelho (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 1º/9/2012. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, 3º andar, Ipanema, ☎ 3131-9333, ? General Osório. → Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 28 de outubro.

A VIAGEM FANTÁSTICA, de Regiana Antonini. Nos dias de hoje, Theo (Lucas Neves) e Thor (João Vitor Nascimento), dois meninos vindos do futuro, interpelam um grupo de jovens em uma praça para alertá-los sobre a urgente necessidade de preservação da natureza. De 2112, ano em que vivem, os rapazes trazem notícias sobre a ausência de árvores e as altíssimas temperaturas a que a humanidade será submetida. A partir de mensagens de conscientização ecológica, o grupo descobre atitudes simples que podem mudar o destino da Terra. Direção de Márcio Trigo (50min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 1º/9/2012. Espaço Tom Jobim (500 pessoas). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 14 de outubro.

Fonte: VEJA RIO