ROTEIRO DA SEMANA

Crianças

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

CINEMA

✪✪ HUBBLE 3D. Cópia dublada.

✪✪✪ PEQUENOS ESPIÕES 4. Cópias dubladas e em 3D.

✪✪✪ VIAGEM 2 ? A ILHA MISTERIOSA. Cópia dublada.

ESPECIAL

LENDAS DE PAQUETÁ. Histórias da ilha inspiram a composição em seis partes de Edmundo Villani-Côrtes. A obra, com letras de Conceição Campos, será interpretada por um conjunto formado por 46 crianças, além de dois solistas convidados: a soprano Ruth Staerke e o baixo-barítono Licio Bruno (70min). Teatro do Bennett (460 lugares). Rua Marquês de Abrantes, 55, Flamengo, ☎ 3509-1000, ? Flamengo. Sexta (30) e sábado (31), 18h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 14h (sex. e sáb.).

TEATRO

✪✪✪ ALADIM, de Cláudio Figueira. Autor, diretor e coreógrafo de musicais infantis com vasto currículo, Figueira aposta pela primeira vez em uma adaptação ? no caso, de uma história da coletânea árabe As Mil e Uma Noites. A inspiração mais evidente, no entanto, é o longa de animação Aladdin (1991), dos Estúdios Disney. Mas o que poderia ser uma transposição preguiçosa reserva boas surpresas. A trilha sonora abriga composições feitas especialmente para o musical, e não versões para os temas da Disney, todas defendidas a contento. Vivido por Marcelo Torreão, o gênio é uma atração à parte, distribuindo cacos que provocam gargalhadas em crianças e adultos. Direção do autor e de Carlos Arthur Thiré (55min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 28/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 18h30. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 27 de maio.

A BELA ADORMECIDA POR LASANHA E RAVIOLI, de Ana Barroso e Monica Biel. As autoras e palhaças lançam mão de um conto de fadas para servir de fio condutor da peça. Desta vez, Lasanha (Monica Biel) e Ravioli (Ana Barroso) são convidadas para apresentar uma montagem de A Bela Adormecida, conto do francês Charles Perrault, em um festival de teatro. Só depois de aceitarem é que se dão conta de que não possuem esse espetáculo em seu repertório. Assim, são obrigadas a encená-lo usando os parcos recursos de que dispõem. Direção das autoras (50min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 10/3/2012. Galpão Gamboa (80 lugares). Rua da Gamboa, 279, Centro, ☎ 2516-5929. Sábado, 17h; domingo, 16h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até domingo (1º).

CABEÇA DE VENTO, de Cleiton Echeveste. Em seu texto de estreia, o autor conta a história de Léo (Jan Macedo), menino de 8 anos apaixonado por pipas que aprendeu a construir os brinquedos com o pai (Eduardo Almeida), morto recentemente. Para o garoto, ficam como legado dois objetos dos quais ele não se separa: uma pipa colorida e um livro sobre nomes que marcaram a história da humanidade. Um dia, a criança se perde num bosque, onde acaba encontrando três personagens desse livro: o cientista americano Benjamin Franklin, a rainha chinesa Fu Hao e Ricardo Coração de Leão, rei da Inglaterra. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 17/3/2012. Centro Cultural Justiça Federal (142 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. → Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: 16h/19h (qua. a sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 6 de maio.

FELINDA, da Cia. Carroça de Mamulengos e Rosyane Trotta. Formada por uma família de atores, a companhia mistura arte circense, técnicas de clown, manipulação de bonecos e música para contar a história de Felinda (Maria Gomide), uma mulher que foge de casa para acompanhar o circo, mas não consegue se integrar à trupe. O elenco é acompanhado por dois músicos que tocam ao vivo: Ana Rosa Guedes (flauta transversa) e Beto Lemos (também compositor, diretor e arranjador do espetáculo, no violoncelo, percussão e acordeão). Direção de Alessandra Vannucci e Cia. Carroça de Mamulengos (70min). Livre. Estreou em 17/3/2012. Espaço Cultural Eletrobras Furnas (120 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-3112. Sábado e domingo, 18h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes do espetáculo. Até domingo (1º).

✪✪✪ GALINHA PINTADINHA, O MUSICAL, de Marcos Luporini e Juliano Prado. Os autores são também os criadores da animação Galinha Pintadinha, postada no YouTube no fim de 2006. Seis meses e meio milhão de visua­lizações depois, o vídeo começou a se desdobrar em uma bem-sucedida série de DVDs com vários desenhos embalados por canções infantis populares. Nesta bem cuidada produção, os personagens das animações ganham vida interpretados por atores fantasiados. Ao longo de doze números musicais cantados ao vivo, sobem ao palco figuras conhecidas das crianças, como o Galo Carijó, a Baratinha e sua banda de rock, as Borboletinhas cozinheiras e, claro, a Galinha Pintadinha. Direção de Ernesto Piccolo (45min). Livre. Estreou em 7/1/2012. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 15h e 17h. R$ 70,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 1º de julho.

HISTÓRIAS QUE ECO CANTA, de Ilo Krugli. Presença rara em palcos cariocas, o autor e diretor, um dos nomes mais importantes do teatro infantil no país, volta à cidade dirigindo a montagem da Cia. Escaramucha de Teatro ? a peça, de 1994, pertence ao repertório do Ventoforte, grupo que tem Krugli entre seus fundadores. Nove atores interpretam três contos do escritor Oscar Wilde: O Aniversário da Infanta, O Rouxinol e a Rosa e O Gigante Egoísta. Elemento forte na montagem, a trilha sonora é de Caique Botkay, outro dos criadores do Ventoforte. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 24/3/2012. Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (150 lugares). Rua Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (grátis). Até 29 de abril.

✪✪✪ JOAQUIM E AS ESTRELAS, de Renata Mizrahi. Contemplada com o Prêmio Zilka Salaberry 2010 de melhor texto, a peça conta a história de Joaquim (João Velho). Apaixonado pelas estrelas, o menino entra em pânico quando descobre que elas decidiram parar de brilhar porque ninguém mais olha para o céu. Para reverter a situação, ele recebe a ajuda dos amigos de escola, entre eles Regininha, vivida de forma impagável por Elisa Pinheiro ? destaque do entrosado elenco, com mais seis integrantes. O cenário de Doris Rollemberg é simples, mas engenhoso: a mudança de lugar dos elementos do palco materializa ambientes como a sala de aula, a rua, o quarto do protagonista e até o céu. Direção de Diego Molina (55min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 24/3/2012. Teatro Serrador (340 lugares). Rua Senador Dantas, 13, Centro, ☎ 2220-5033, ? Cinelândia. Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 29 de abril.

✪✪ LAR DOCE LAR, de Sérgio Machado e Shirley Britto. Montado pela primeira vez em 2006, o espetáculo voltou ao circuito como parte de uma mostra que celebra os 25 anos do grupo Teatro de Anônimo ? é a única peça da trupe exclusivamente dedicada às crianças. No palco, Shirley Britto e Maria Angélica Gomes vivem as bonecas Cora e Amélia. A primeira, meio desmiolada, tem espírito aventureiro, enquanto a outra é mais esperta e pacata. Muito amigas, as duas já tiveram donas, mas agora estão esquecidas num brechó, de onde querem sair o quanto antes. Direção de Sérgio Machado (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 3/3/2012. Sesc Tijuca (264 lugares). Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca, ☎ 3238-2100. Sábado e domingo, 17h. R$ 16,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Até domingo (1º).

✪✪ MANUEL BANDEIRA ? ESTRELA DA VIDA INTEIRA, de Ronaldo Mota e Cristiano Mota. Mais do que uma montagem de tintas biográficas, a peça concentra forças na poesia de Manuel Bandeira (1886-1968). Sua vida é evocada através de seus versos, ora dramatizados, no caso de Vou-me Embora pra Pasárgada, ora musicados, como em Visita Noturna. A falta de uma dramaturgia mais sólida acaba por diluir a verve do homenageado no formato de um recital de duração um tanto alongada. Por outro lado, as composições de Ronaldo e Cristiano, bem arranjadas por David Tygel, encontram boa acolhida. Direção de Claudio Mendes (70min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 14/1/2012. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, 3º andar, Ipanema, ☎ 3201-3010, ? General Osório. → Sábado e domingo, 16h. R$ 10,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). Até domingo (1º).

✪✪✪✪✪ O MENINO QUE VENDIA PALAVRAS, adaptação de Pedro Brício. Inspirado no premiado livro de Ignácio de Loyola Brandão, o espetáculo é uma aventura sobre a descoberta das palavras. Na trama, Vado (Pablo Sanábio) sempre recorre ao pai (Eduardo Moscovis), dono de uma enorme biblioteca, quando os amigos querem saber o significado de um termo. É aí que ele tem a ideia de trocar essas informações por algo de valor. O ótimo elenco é completado por Letícia Colin, Renato Linhares, Luciana Fróes e Raquel Rocha. Direção de Cristina Moura (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 14/1/2012. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 29 de abril.

✪✪✪✪ POLENTA COM RADITE, de Lú Gatelli e Marcelo Gatelli. Polenta é um nativo da Itália que veio morar no Brasil, mas, amargurado, está prestes a retornar à sua terra natal. Radite (corruptela de radicchio, mais adotada na Região Sul), uma jovem brasileira, sonha ser artista e está a caminho da cidade grande para tentar a sorte. A dupla de palhaços, interpretada com talento pelos irmãos Gatelli, protagoniza a história de amor deste novo espetáculo da Cia. Entreato, cuja trama se passa no Brasil dos anos 1940. Sem uma linha de diálogo, a apresentação é feita por meio de pantomima, com pitadas de influência do cinema mudo. Embala a montagem a divertida trilha sonora, a cargo de Amora Pêra, composta de músicas italianas. Direção de Fernando Lopes Lima (45min). Rec. a partir de 7 anos. Estreou em 10/3/2012. Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: a partir das 11h (sáb. e dom.). Até 29 de abril.

✪ PETER PAN, de Marcello Caridade. O longa de animação homônimo da Disney, baseado na obra do escritor J.M. Barrie, serve de inspiração para o espetáculo. Na história, o garoto Peter Pan (vivido por Marcio Sant?anna) leva os irmãos Wendy (Bianca Bühring), João (Bruno Souza) e Miguel (Vitor Brasil) para a Terra do Nunca, onde vão enfrentar o malévolo Capitão Gancho (André Pladema). Aos 21 anos, Sant?anna é indisfarçavelmente um adulto, e não um menino como seu personagem ? diluindo assim boa parte da identificação que a plateia infantil poderia ter com o herói. Além do problema de escalação, o texto se vale de piadas desnecessárias envolvendo Luan Santana, Deborah Secco e axé music, que quebram o clima da história. A favor, vale registrar o carisma de parte do elenco, principalmente dos intérpretes de João e Miguel. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 14/1/2012. Teatro do Leblon ? Sala Marília Pêra (462 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Até 29 de abril.

✪✪✪ A PRINCESA E O SAPO, adaptação de Anderson de Oliveira. O conto dos irmãos Grimm é transportado para o sertão nordestino. Em cena, vestido de cangaceiro, Anderson de Oliveira também faz as vezes de narrador da peça, escoltado por dois músicos. Embalado pelo som de violão e instrumentos de percussão, o elenco canta ao vivo sucessos regionais que mais parecem ter sido compostos para a encenação. Canções como Isso Aqui Tá Bom Demais (Dominguinhos e Nando Cordel) e Coração Bobo (Alceu Valença) acompanham as idas e vindas da relação entre a princesa (Talita Monteiro, muito divertida) e o sapo (Leandro Amado). O visual festivo, cheio de cores e retalhos, completa a ambientação. Direção do adaptador (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 7/1/2012. Teatro Clara Nunes (527 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9696. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 29 de abril.

Fonte: VEJA RIO