Histórias cariocas

Corrida de São Sebastião abre calendario de provas de ruas de 2015

Histórias e curiosidades sobre o Rio e seus habitantes

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

corrida
(Foto: Cláudio Toró / Divulgação)

A próxima terça-feira (20) é dia de homenagear o padroeiro da cidade e de torcer pelos corredores. Abrindo o calendário de provas de rua no Rio, a tradicional Corrida de São Sebastião terá como padrinho Arnaldo Oliveira da Silva, carioca, medalhista de bronze no revezamento 4x100 nos Jogos Olímpicos de Atlanta, nos Estados Unidos, em 1996. No dia da competição, o arcebispo dom Orani Tempesta também estará por lá, abençoando todos os abnegados nesses dias de calorão. São esperados 5 000 atletas, entre profissionais disputando os prêmios e, claro, amadores curtindo o trajeto e sua vista privilegiada. A largada, no Aterro do Flamengo, acontece por volta das 8 da matina, e o percurso completo terá 10 quilômetros, contando ida e volta. No domingo (25), será a vez de a garotada sentir esse gostinho de disputa, na chamada Corrida de São Sebastiãozinho. O trajeto dos pequenos parte do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), da Marinha, no bairro da Penha.

Mamonas na folia

mamonas na folia
(Foto: Divulgação)

Entre os 455 blocos de rua que vão desfilar no Rio neste ano, uma das novidades é o Brasília Amarela, tributo à banda paulista Mamonas Assassinas. Músicas como Robocop Gay e Pelados em Santos serão ouvidas no dia 16 de fevereiro, segunda-feira de Carnaval, quando o bloco sai como convidado da Banda da Miguel Lemos, em Copacabana. Traje sugerido? As roupas malucas do cantor Dinho e companhia. Ao lado, as camisetas oficiais de outras três associações, estas veteranas: Monobloco, Orquestra Voadora e Sargento Pimenta.

Placas tatuadas

placas
(Foto: Reprodução)

Avenida Caio Tattoo esquina com Rua Tyes Marinho. O endereço, na real, não existe. Mas será um dos cruzamentos mais frequentados da Tattoo Week Rio, até este domingo (18) no Espaço Sul-América, na Cidade Nova. Com vielas que tomam emprestado nomes de tatuadores veteranos, e ocupando 5 000 metros quadrados, o evento terá à venda desde aparelhos modernos, que funcionam provocando o mínimo de dor, até desenhos que serão executados ali mesmo. Em tempo: Caio é famoso até hoje entre a turma do Arpoador, enquanto Tyes Marinho, hoje morando em Portugal, trabalhava no Flamengo.

Jardins à vista

palácio guanabara
(Foto: André Gomes de Melo / Divulgação)

Sede do governo do estado, o Palácio Guanabara começa o ano dando boa notícia: estará aberto para visitação a partir de fevereiro. Moradia da princesa Isabel e de presidentes da República, a construção neoclássica erguida no século XIX, em Laranjeiras, tem atrativos como a igrejinha (perto do estacionamento) e suntuosos jardins, localizados atrás do prédio principal e valorizados no atual roteiro de visitação. E-mails de inscrição para visitaguiada@casacivil.rj.gov.br.

BONS DE SAMBA

Cd
(Foto: Reprodução)

Menos badalado do que o disco das escolas do Grupo Especial, e também mais difícil de ser encontrado nas prateleiras (apesar de sair pela poderosa gravadora Som Livre), tem feito sucesso, entre os apreciadores de um bom samba-enredo, o CD da Série A, ou seja, das agremiações menores, como Em Cima da Hora, Alegria da Zona Sul e Unidos de Bangu. Ajuda na boa repercussão a presença de grandes nomes da MPB entre os compositores, como Dudu Nobre (Porto da Pedra) e Moacyr Luz (Renascer de Jacarepaguá).

Fonte: VEJA RIO