COTIDIANO

Novo corredor vai reduzir em 45% o número de ônibus na Rio Branco

Sistema de BRS começa a ser implantando na principal via do Centro a partir da próxima quinta (29)

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

centro.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A separação de uma faixa exclusiva para as linhas de ônibus, o Bus Rapid Service (BRS), será implantado na Avenida Rio Branco, no Centro, a partir desta quinta (29). De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, haverá uma redução de cerca de 45% no total de ônibus que trafegam pela principal avenida da região. A partir de agora, as 91 linhas que cortam a Rio Branco serão organizadas em cinco pontos de parada, o que, segundo a prefeitura, vai dimunuir em 30% o tempo gasto para percorrer a via de 1800 metros de extensão em um coletivo

Outra mudança preparada é a inversão na mão da Rua Senador Dantas, que agora passa a ser no sentido Rua do Passeio para a Avenida Almirante Barroso. Já as 65 linhas intermunicipais que atravessam a Rio Branco também foram remanejadas para seis pontos, localizados nas Avenida Graça Aranha, Rua Araújo Porto Alegre, Rua do México, e Avenida Nilo Peçanha (9 linhas); Avenida Marechal Aguinaldo Caiado de Castro e Rua Evaristo da Veiga.

[---FI---]

Os BRS começaram a ser implantados na cidade em fevereiro, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. A experiência que tem como objetivo estimular o uso do transporte público e adequá-lo às necessidades de eventos como a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016. Na época, uma equipe de VEJA Rio percorreu a via dez vezes nas pistas dedicadas aos ônibus e na área reservada aos carros. Na época, constatou-se que o tempo para percorrer a avenida caiu em nove minutos.

Em seguida, foi a vez do Leblon e de Ipanema ganharem faixas seletivas. Embora cause polêmica, o sistema que privilegia o transporte coletivo e reduz o espaço para os carros de passeio é fundamental para que o Rio se afine com uma tendência das grandes metrópoles mundiais de privilegiar o transporte de massa.

Fonte: VEJA RIO