SUSTENTABILIDADE

Forte de Copacabana vai sediar encontro sobre o clima

Iniciativa do Congresso Nacional, a Rio Clima vai acontecer de 13 a 22 de junho no Forte de Copacabana e no auditório da Firjan

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

fortecopacabana.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Iniciativa criada pelo Congresso Nacional, a Rio Clima vai levar ao Forte de Copacabana e ao auditório da Firjan uma série de convidados para discutir os efeitos do aquecimento global. Paralelo a Rio+20, acontece entre os dias 13 e 21 de junho e terá na lista de palestrantes os ex-presidentes Fernando Collor eFernando Henrique, o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga e o diretor executivo da ONG Climate Policy Initiative, Thomas Heller. O anúncio foi feito na segunda (21), em entrevista coletiva com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, o deputado federal Alfredo Sirkis (PV-RJ) e o ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil.

Veja também: O que a Rio+20, os oitenta chefes de Estado e as ONGs que estarão na conferência têm a ver com a sua vida

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, responsável pela organização da conferência, a Rio+20 deve contar a presença de aproximadamente 100 chefes de estado. Entre os já confirmados estão o recém-eleito presidente da França, Fraçois Hollande, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o polêmico líder político do Irã, Mahmoud Ahmadinejad. O evento é realizado 20 anos após a Rio-92 e vai debater temas relacionados à pobreza, consumo sustentável, manejo da água, proteção às florestas, mudanças nas matrizes energéticas, desemprego e o conceito de economia verde.

Fonte: VEJA RIO