segurança

Como evitar e o que fazer em caso de vazamento de gás

Atenção com áreas de instalação de equipamentos e nunca ligar o interruptor caso sinta cheiro forte são algumas das dicas

Por: Luna Vale - Atualizado em

gas fogão gás chama
Boca do fogão pode ser fonte de vazamento de gás (Foto: Divulgação)

Na última segunda (18), uma explosão em um apartamento em São Conrado assustou os moradores do bairro e ligou um alerta na população: os perigos do vazamento de gás. Segundo as autoridades, esta foi a provável causa do acidente que feriu quatro pessoas, uma delas em estado grave que teve 50% do corpo queimado.

+ Moradores só poderão voltar ao prédio na quarta (20)

+ Veja fotos do acidente no edifício em São Conrado

Para evitar novos acidentes, especialistas indicam cuidados básicos que podem ser tomados na casa. Primeiro, é importante entender como os dois tipos de gás (natural e de botijão) se comportam em caso de vazamento. O GLP (Gás liquefeito de petróleo), presente nos botijões, é mais pesado do que o ar, ficando acumulado próximo ao chão. Já o gás natural, que chega pelo encanamento, é mais leve do que o ar, se dissipando mais facilmente.

Confira as dicas e saiba o que fazer caso desconfie que ha vazamento de gás no local

1. Ventilação na cozinha/área de serviço

Chaminé aquecedor
(Foto: Divulgação)

Para evitar o acúmulo de gás caso ocorra um vazamento, o local com aparelhos como aquecedor e fogão devem ter livre circulação de ar. As janelas ou basculantes devem permanecer abertas.

2. Chaminés adequadas

Os aquecedores devem ter uma chaminé com saída externa, já que a queima do gás produz gás carbônico que deve ser expelido do lado de fora da casa. Verifique se a chaminé está bem encaixada e desobstruída, com uma altura mínima de 35cm.

3. Aquecedores

Gás no banheiro
(Foto: Divulgação)

Evite instalá-los dentro de banheiros, onde a circulação de ar é menor e o risco de intoxicação por vazamento é maior. Desligue o aparelho quando não estiver usando e feche o registro em caso de uma viagem mais longa.

4. Cuidados com botijão de gás

Botijão de gás
(Foto: Divulgação)

Nunca armazene em locais fechados e próximos a instalações elétricas como tomadas ou interruptores. Evite também proximidade com canos ou ralos, lugares onde o gás pode ficar armazenado caso vaze. Verifique se o nome da Companhia Distribuidora de Gás é o mesmo no lacre, no rótulo e no corpo do botijão. Mantenha o registro sempre fechado quando não estiver usando e só compre botijões em lojas autorizadas.

5. Fogão

Fogão não dura para sempre. Por melhor que seja o estado de conservação, as bocas podem começar a apresentar pequenos vazamentos que podem causar acidentes. Caso use botijão, não passe a mangueira por trás do fogão já que o calor pode danificá-la e fiquei atento para trocá-la a cada cinco anos. Só use a versão feita para gás, que é transparente com uma tarja amarela.

6. Instalação de novos equipamentos

Na hora de trocar, sempre contrate uma empresa autorizada para fazer a instalação correta de equipamentos como fogões e aquecedores. Uma operação mal feita pode resultar em vazamento.

7. Teste de espuma

Teste da espuma
(Foto: Divulgação)

Para verificar se há vazamento na mangueira do fogão, passe uma esponja com sabão no ponto de conexão com o eletrodoméstico. Se as bolhas aumentaram ou se moverem, é porque há gás escapando por ali.

8. Registro

Feche o registro sempre que não estiver utilizando o gás encanado, principalmente antes de viajar para que o apartamento não fique fechado com um vazamento dentro.

  • O que fazer caso sinta cheiro de gás:
  1. Nunca ligue o interruptor. Se de fato houver um vazamento e grande concentração de gás no ambiente, qualquer fagulha mínima pode provocar uma explosão.
  2. Abra portas e janelas para ventilar o ambiente e dissipar o gás. Nunca utilize ventiladores ou qualquer aparelho elétrico
  3. Se for possível entender o problema, feche o registro e retire o botijão do local.
  4. Caso o cheiro esteja muito forte e você não consiga fechar o registro, evacue o local e chame os bombeiros ou o telefone de emergência da CEG:  0800 0240197
  5. Se tem cheiro, tem vazamento. Nunca tente identificar qual a boca do fogão através de testes com fósforo ou qualquer tipo de fogo. Caso tenha certeza de que é no eletrodoméstico, feche o registro e chame a assistência técnica.

 

Fonte: VEJA RIO