COPA NO RIO

No caminho do Maraca

Reunimos aqui a tabela de jogos, as instruções para chegar e sair do Maracanã e uma saborosa seleção de endereços para você conhecer antes ou depois das partidas

- Atualizado em

COMO CIRCULAR

Nos dias de jogo, o bloqueio ao redor do Maracanã impedirá o acesso até de vans e ônibus fretados. O metrô (R$ 3,20 o bilhete) e o novo BRT são as melhores opções. No primeiro, cada estação ? São Francisco Xavier, Maracanã e São Cristo?vão ? sera? associada a um setor determinado do estádio. No corredor expresso do BRT (ônibus a R$ 3,00) as paradas são Alvorada, Vicente de Carvalho (conexão com o metrô), Funda?o e Tom Jobim. Os táxis cobram R$ 4,80 a bandeirada ? mais R$ 1,95 (bandeira 1) ou R$ 2,34 (bandeira 2) por quilômetro.

tabela.png
(Foto: Redação Veja rio)

Em dia de jogo, a lei seca vai vigorar num raio de 1 quilômetro ao redor do Maracanã. Um pouco ale?m dessa fronteira ficam alguns dos melhores bares da cidade. A Praça da Bandeira concentra tre?s deles. O Aconchego Carioca, de Ka?tia Barbosa, famosa criadora do bolinho de feijoada, tambe?m e? conhecido pela carta de cervejas. Do outro lado da rua, o Bar da Frente segue a fórmula de alentada lista de geladas e petiscos inspirados, a exemplo do porquinho de quimono, porção de harumaki recheado de costelinha suína e requeijão de ervas. No Botto Bar, as atrações são as vinte torneiras de chope, abastecidas de opções nacionais e estrangeiras. No Andarai?, um pouco mais afastado, o Bar da Gema e? o laboratório de surpresas como a polentinha frita com rabada. Alternativa curiosa, o chinês Primeira Pá, restaurante na Associação Cultural Chinesa do Rio de Janeiro, oferece preços atraentes e pratos ti?picos, como o pato laqueado.

? Aconchego Carioca. Rua Barão de Iguatemi, 379, ☎ 21-2273-1035.

? Bar da Frente. Rua Barão de Iguatemi, 388, ☎ 21-2502-0176.

? Bar da Gema. Rua Barnao de Mesquita, 615, ☎ 21-3549-0857.

? Botto Bar. Rua Barão de Iguatemi, 205, ☎ 21-3496-7407.

? Primeira Pá. Rua Gonçalves Crespo, 450, ☎ 21-2293-2653.

Fotos  Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO