DIVERSÃO

Os reis do riso

Encenando monólogos cômicos, nove atores transformam os teatros cariocas num festival de gargalhadas

Por: Louise Peres - Atualizado em

Quem estiver precisando de boas risadas tem opções de sobra nos teatros do Rio. Com abundante sucesso junto ao público, o monólogo cômico é o formato escolhido por nove atores que estrelam dez espetáculos solo na cidade (sim, um deles em duas atrações diferentes!). Boa parte das peças, aliás, têm emendado temporadas na cidade, tamanho o interesse dos cariocas pelo gênero.

Na lista dos que fazem rir, Leandro Hassum, Marcelo Serrado, Paulo Gustavo, Fábio Porchat, Gabriel Louchard, Gregório Duvivier, Paulinho Serra, Jorge Fernando e, curiosamente, apenas uma mulher: Ana Beatriz Nogueira. Confira a seleção e escolha entre show que mistura mágica e piadas, espetáculos no formato stand-up comedy, autobiografia e adaptações de livros para o palco. O importante, aqui, é rir.

✪✪✪ COMO É QUE PODE?, de Gabriel Louchard e Mauricio Rizzo

Humor e ilusionismo são as apostas do ator Gabriel Louchard, que no palco mescla quadros de stand-up comedy com números de mágica, apoiado por recursos de vídeo e efeitos de iluminação. É dirigido por Leandro Hassum, outra fera das comédias que também está em cartaz na cidade com seu próprio espetáculo solo (veja abaixo).

reis-do-riso-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

FORA DO NORMAL, de Fábio Porchat

Além de escrever o roteiro e dar expediente no Esquenta, da TV Globo, Fábio Porchat encena mais uma vez o monólogo cômico estreado em 2010 no Rio. Integrante do primeiro grupo de stand-up comedy do Brasil, o Comédia em Pé, ele também assina o texto do espetáculo, que fala de situações cotidianas e crítica política.

reis-do-riso-08.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪✪ HIPERATIVO, de Paulo Gustavo

É o segundo monólogo de sucesso do ator, que há cinco anos incorpora a divertida dona Hermínia em Minha Mãe é uma Peça (saiba mais abaixo) e acaba de estrear a segunda temporada do programa 220 volts, no canal Multishow, onde interpreta mais de 70 personagens. Em Hiperativo, um elétrico Paulo Gustavo aposta na fórmula da stand-up comedy para abordar a agitação do dia a dia em situações vividas por ele e seus amigos. A direção é do também humorista Fernando Caruso.

reis-do-riso-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

LENTE DE AUMENTO, de Leandro Hassum

O sucesso da parceria com Marcius Melhem em Nós na Fita não impediu Leandro Hassum de alçar voo solo. O Jorginho de Os Caras de Pau, da TV Globo, escreve e protagoniza Lente de Aumento, espetáculo que lança um olhar divertido sobre casos cotidianos. Em sucessivas temporadas e viajando pelo Brasil desde 2008, a peça é dividida em três partes. A cada apresentação, Hassum recebe um convidado.

reis-do-riso-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪✪ MINHA MÃE É UMA PEÇA, de Paulo Gustavo

A hilária Dona Hermínia, uma aposentada que se vê às voltas com mil problemas domésticos, surgiu ainda na Cal, onde o humorista se formou em 2005. Dali, virou um dos personagens da comédia Surto e, há cinco anos, é a estrela do monólogo Minha Mãe é Uma Peça, em cartaz há cinco anos e visto por mais de 1 milhão de pessoas. Vale conferir no palco essa histriônica figura, que rendeu a Paulo Gustavo uma indicação ao Prêmio Shell de melhor ator.

reis-do-riso-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪ NÃO EXISTE MULHER DIFÍCIL, de André Aguiar Marques, com adaptação de Lucio Mauro Filho

Depois do delicado Crô de Fina Estampa, Marcelo Serrado voltou aos teatros na pele de um conquistador neste espetáculo solo de humor. É como um manual de paquera, preenchido com experiências pessoais do ator e de Lucio Mauro Filho, responsável pela adaptação do texto. Em cena, Serrado arrisca alguns números ao piano.

reis-do-riso-07.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

PAULINHO SERRA EM PEDAÇOS, de Paulinho Serra

Fundador do grupo Deznecessários e um dos integrantes do Comédia MTV Ao Vivo, o ator carioca radicado em São Paulo incluiu o Rio na turnê de seu monólogo de humor. Nele, Paulinho Serra reúne os esquetes marcantes de sua trajetória no formato de stand-up comedy, à semelhança dos números que apresenta na TV.

reis-do-riso-09.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪✪ SALVE JORGE, de Jorge Fernando

Uma autobiografia bem humorada traz à cena relatos da vida pessoal e profissional de Jorge Fernando. Com aquele jeitão divertido, já conhecido do público, o ator, diretor e dramaturgo conta sua própria história, incluindo insucessos, além de episódios de bastidores no teatro, no cinema e na televisão.

reis-do-riso-06.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪✪ TUDO QUE EU QUERIA TE DIZER, de Martha Medeiros

A única mulher na lista, Ana Beatriz Nogueira interpreta o monólogo cômico baseado no livro homônimo de Martha Medeiros apoiada apenas por uma cadeira, um aparador com água mineral e uma caixa de lenços de papel. No espetáculo, que estreou em 2010, ela diz o texto em formato de carta, como se estivesse lendo para o destinatário em voz alta. Uma interpretação impressionante de seis mulheres bastante diferentes, sem mudar o figurino uma única vez.

reis-do-riso-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

UMA NOITE NA LUA, de João Falcão

Montado pela primeira vez em 1998 com premiada interpretação de Marco Nanini, o monólogo de João Falcão volta aos palcos com Gregório Duvivier no papel de um escritor que tenta concluir uma peça sobre um homem solitário. No palco, o protagonista elabora a trajetória de seu personagem, que vive atormentado pelas recordações de sua ex-mulher, Berenice.

reis-do-riso-10.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO