MEMÓRIA DA CIDADE

O Rio dos palácios

Evento de música clássica terá como pano de fundo projeções de fotos da cidade do início do século XX, a belle époque carioca

Por: Lula Branco Martins

Fotos de Augusto Malta/Coleção Pereira Passos do Museu da República
(Foto: Redação Veja rio)
Fotos de Augusto Malta/Coleção Pereira Passos do Museu da República
(Foto: Redação Veja rio)

Idealizado e dirigido pela cravista e pesquisadora Rosana Lanzelotte, chega à quinta edição o Circuito BNDES Música Brasilis, evento que desta vez reverencia os compositores eruditos Alberto Nepomuceno e Glauco Velasquez. No Rio, os concertos serão realizados em dois espaços ? no auditório do próprio banco, no Centro, e no Jardim Botânico ?, durante o mês de setembro (em Porto Alegre e Belo Horizonte os espetáculos já estão começando nesta semana, e em outubro será a vez de Fortaleza). A fase carioca terá como pano de fundo para os números projeções de imagens da cidade na chamada bela época, início do século XX, contemporâneas, portanto, aos músicos homenageados. Assim, poderão ser vistas as primeiras fotos do Theatro Municipal (inaugurado em 1909), e o prefeito Pereira Passos todo garboso posando ao lado de suas obras, além de registros fotográficos impressionantes da Exposição Nacional Comemorativa do Primeiro Centenário da Abertura dos Portos, na Urca, em 1908. Para a mostra foram construídas réplicas de teatros, auditórios e pavilhões, muitos deles semelhantes a palácios (veja acima), que aos poucos foram sendo demolidos. Daqueles prédios todos, hoje resta parte de um, que integra a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

Fonte: VEJA RIO