Histórias Cariocas

CCBB recebe Festival Internacional Pequeno Cineasta

Históias e curiosidades sobre o Rio e seus habitantes

Por: Lula Branco Martins

Molecada animada

Frame do filme Pelos Cantos do Rio
Frame do filme Pelos Cantos do Rio (Foto: Reprodução)

Chega à quinta edição o Festival Internacional Pequeno Cineasta, desta vez no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Centro, e na Arena Dicró, na Penha. Idealizado pela atriz e produtora cultural Daniela Gracindo, o encontro começa em 3 de setembro, com a exibição de curtas realizados por crianças e jovens do mundo inteiro, gente na faixa dos 8 aos 17 anos. Os frames acima são do filme Pelos Cantos do Rio, produção de dois minutos feita por alunos da Escola Parque da Barra, orientados pela professora Andréa Bragança. É uma homenagem aos 450 anos da fundação da cidade e mostra as próprias crianças voando ao redor de nossos mais conhecidos cartões-postais.

Grife no estádio

Sabe o banco de reservas do Maracanã? Agora ele ficou no singular: virou banco da Reserva. E será assim pelos próximos seis meses. É que a grife de roupas masculinas de Rony Meisler, numa jogada sem dúvida esperta, alugou o espaço e criou um outdoor (de 12 metros de comprimento) para ser visto a cada jogo por dezenas de milhares de torcedores. O empresário é vascaíno roxo (ou seja, deve estar em desespero), frequenta o estádio e teve a sacada quando percebeu que aquela área não era comercializada, pois não costuma aparecer nas transmissões de TV, mas fica bem perto das cadeiras especiais, frequentadas por seu público consumidor.

Banco da Reserva
Banco da Reserva (Foto: Divulgação)

O trio que é a nossa cara

O hóspede chega à portaria e, antes mesmo de ir parao quarto, recebe uma espécie de kit carioca, além das chaves magnéticas. É a proposta do Marina All Suites, na orla do Leblon, que desde julho oferece aos clientes um par de sandálias de dedo, dois pacotes de biscoito de polvilho (um salgado, o outro doce) e uma caixinha de mate. Tudo para que, já no check-in, eles se sintam mais familiarizados como clima e a cultura do Rio. Há inclusive um recepcionistaque explica as nossas bossas. Fundado em 1975, o hotel tem41 suítes e no ano passado se desligou da parceria com o agora concorrente Marina Palace, na mesma praia, este citado em Virgem, popular canção dos anos 80, de Marina Lima.

Kit Carioca
Kit Carioca (Foto: Divulgação)

Mistérios da Gávea

Motivo de muita especulação científica — e de piadas também —, as supostas frases fenícias marteladas na Pedra da Gávea voltam à baila, desta vez na nova edição da Revista de História, da Biblioteca Nacional. Nela está transcrito trecho de uma reportagem de 1932, publicada na Revista da Semana, intitulada “Decifrado, afinal, o mysterio da inscripção da Gavea”. Na época, repercutia na publicação o livro Inscrições e Tradições da América Pré-Histórica, de Bernardo Ramos. Ele assegurava que os sulcos no morro (no detalhe), hoje vistos como fruto de movimentos comuns da natureza, diriam algo como “Tiro, Fenícia. Badezir, primogênito de Jethbaal”.

Supostas frases fenícias
Supostas frases fenícias (Foto: Divulgação)

325 foragidos

É esse o número de pessoas com algum tipo de débito na Justiça que foram presas na operação Lapa Presente entre janeiro de 2014, quando teve início o projeto do governo do estado, e a semana passada. Com o objetivo de garantir o ir e vir de moradores e turistas no bairro mais boêmio do Rio, o movimento pretendia, a princípio, livrar a região do tráfico de drogas, de ladrões e de menores infratores. Mas o que não era o propósito inicial acabou surpreendendo os responsáveis pela iniciativa: o grande número de prisões de foragidos da lei. Os crimes mais comuns são roubo, furto e homicídio. E, um dado curioso, quase 10% dos fugitivos estão nessa condição por falta de pagamento de pensão alimentícia.

Fonte: VEJA RIO