DIVERSÃO

Casa Daros tem programação especial de férias

Espaço cultural em Botafogo promove atividades gratuitas para público de todas as idades até 13 de julho

- Atualizado em

casa-daros.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A Casa Daros preparou uma programação especial para o período de férias. Com atividades que englobam diversos eixos temáticos, o espaço oferece ao público a chance de viver experiências artísticas através de variadas linguagens. As atrações, todas gratuitas, foram desenvolvidas para diferentes públicos, desde bebês a jovens e adultos, e acontecem de quarta a domingo, às 15h e às 17h, com distribuição de senhas 1 hora antes, na recepção. Confira abaixo a programação completa:

Vídeo-Encontros

A exibição de filmes e vídeo-arte de artistas da coleção Daros Latinamerica são o ponto de partida para diversas proposições em diálogo: jogos ativadores de conversas, experiências com linguagem corporal, ateliê de criação, entre outras propostas. A atividade acontece às quartas no Ateliê de Criação, em dois horários: às 15h e às 17h.

2/7 - Exibição do vídeo Carlos Cruz-Diez: Life in color, de Oscar Lucien, (54 min. 2011), realizado pela Cruz-Diez Foundation. O documentário traz imagens inéditas e relatos importantes que nos aproximam do universo criador do artista e será o acionador para uma proposição artística sinestésica. Público: Ambas as atividades são livres.

15h - Exibição do vídeo Carlos Cruz-Diez: Life in color, de Oscar Lucien, (54 min. 2011), seguido de conversa.

17h - Cor Sabor: Um banquete sensorial para ser vivenciado de maneira expandida a partir dos alimentos e das sensações que nos causam suas cores, formas e sabores.

9/7 - O vídeo I think, de Lázaro Saavedra (4:54min. 2005), irá inspirar dois exercícios compartilhados pelo artista cubano em sua passagem pela Casa Daros em março de 2014 com a equipe do Programa de Arte é Educação. Público: Livre.

15h - Exibição do vídeo I think de Lázaro Saavedra + Encontro do impossível

17h - Exibição do vídeo I think de Lázaro Saavedra + Encontro do possível

Encontros Multiperceptivos

Nestes encontros os mecanismos perceptivos são o ponto de partida para experiências que propiciem uma ampliação dos sentidos e para os sentidos: a audição, o corpo/tato, a visão e a imaginação são exploradas em diversas proposições especiais para o público. Quintas, às 15h, no Ateliê de Criação.

3/7 - Encontro Sonoro: A audição neste encontro será a protagonista, a maneira como percebemos os sons do mundo serão ativadas através de experiências sonoras. Público: Livre

10/7 - Encontro Performático: As conversas em torno da cena e do espaço, atravessados por conceitos da performance, arquitetura e da dança, serão impulsionadas partindo de proposições relacionais entre o corpo e os espaços da Casa Daros. Público: livre

Fórum na Casa

A atividade propõe diversos debates inspirados nas exposições em cartaz através da proposição de temáticas com questões de relevância social para a contemporaneidade. Quintas, às 17h.

3/7 - O debate Distintos pontos de vista modificando a percepção da realidade tomará como ponto de partida a obra Didática e Dialética da Corde Carlos Cruz-Diez. Público: jovens e adultos.

Local: Exposição Didática e Dialética da Cor de Carlos Cruz-Diez.

10/7 - O debate "A desconstrução de lugares de gênero" serão impulsionadas pela obra Pelota de fútbol da artista argentina Nicola Constantino e Soccer Pitch (Campo de Futebol) da artista costa-riquenha Priscilla Monge. Público: jovens e adultos

Local: Em frente à obra Soccer Pitch (Campo de Futebol) - Pátio

Encontros para Bebês

Desenvolvidos para bebês de 0 a 2 anos acompanhados por responsáveis para compartilhar experimentações através das cores, sons, texturas e materiais como estímulos sensoriais e perceptivos. Sexta, dia 11 de julho, às 15h e às 17h. A atividade acontece no Ateliê de Criação.

11/7 - Público: bebês de 0 a 2 anos de idade acompanhados de responsável (máximo de 10 bebês por horário). Será distribuída 1 senha por cada bebê e acompanhante.

Encontros de Criação

Encontros elaborados pela equipe do Programa de Arte é Educação com proposições inspiradas nas exposições em cartaz, na arquitetura e entorno da Casa Daros, que abrangem experiências com variados processos artísticos e criativos. Sábados e feriados, às 15h e às 17h, e domingos, às 15h. A atividade acontece no Ateliê de Criação.

5/7 - Sábado

15h e às 17h - Os Encontros Palavração terão a palavra como geradora de questões. Os participantes terão acesso às publicações da Biblioteca da Casa Daros para conversar e criar, transbordando os limites dos livros, revistas e catálogos através de sua imaginação e criatividade. Público: livre

12/7 - Sábado

15h e às 17h - Encontros Performáticos que partem de conversas em torno do corpo, da cena e do espaço, atravessados por conceitos da performance, da arquitetura e da dança, pensando questões de território. Os encontros terão foco nas práticas de intervenção urbana. Público: Livre.

13/7- Domingo

15h - Conversas e ações sobre contação de histórias, práticas do teatro, seus métodos, técnicas e processos criativos irão inspirar exercícios através do dizer textual na poesia e na imagem. O encontro abordará diferentes maneiras de contar uma história. Público: Livre.

Contação de Histórias

Durante o período de férias a Contação de Histórias permanece todos os domingos, a partir das 17h, no Ateliê de Criação. Histórias que dialogam com as exposições em cartaz, através da literatura, da tradição oral e da invenção dos contadores de histórias da Casa Daros, que tecem um universo imaginário e fantástico compartilhado com o público.

6/7 - "Histórias maravilhosas do peixe grande": Pequenas histórias que perpassam os caminhos de um contador de histórias: sua íntima relação com o imaginário humano, grandes personagens que povoam outros mundos, lugares que só a invenção consegue habitar. Um dia algo acontece e ele passa a olhar para as histórias que conta de um jeito diferente.

13/7 - "O Mergulho": a partir do poema "Velha história" de Mário Quintana e do conto "O mergulhador" de Karen Blixen, a história nos convida a perceber outros universos permeados na relação entre o homem, o peixe e o mar.

Visitas para público espontâneo

Visitas propositivas que buscam através do diálogo e objetos geradores compartilhar um percurso entre as obras expostas e o público participante. Quartas e sábados, às 16h.

Rua General Severiano, 159. Tel. 2275-0246. De quarta a sábado, das 12h às 20h. Domingo, das 12h às 18h. Até o dia 14 de abril, entrada será gratuita. Depois, ingressos a R$12. Idosos e estudantes com mais de 12 anos pagam meia-entrada. Às quartas-feiras a entrada é gratuita. casadaros.net

Fonte: VEJA RIO