EDIÇÃO DA SEMANA

Carioca Nota 10: Murilo Farah

Administrador de empresas, criou na internet uma plataforma para financiar projetos sociais e culturais

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

Foto: Felipe Fittipaldi
(Foto: Redação Veja rio)

Durante oito anos, Murilo Farah se dedicou a usar técnicas de marketing para cativar consumidores como funcionário de uma multinacional do ramo de bebidas. Ele percebia, no entanto, que seus conhecimentos poderiam ir além das estratégias comerciais. Em 2011, decidiu abrir mão da estabilidade e do emprego e embarcar em um desejo que o acompanhava desde a infância. Lançou na internet o portal Benfeitoria, uma plataforma de engajamento civil para o financiamento de ações sociais e culturais. O site tem mecanismo simples e lúdico e é aberto a qualquer pessoa que tenha uma ideia ou projeto, enquanto os internautas fazem doações que os financiam. O modelo, que não cobra comissão dos empreendedores, já captou mais de 1 milhão de reais e implementou iniciativas como a Rede Postinho de Saúde, um sistema de atendimento ambulatorial e orientação a mães nas favelas do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, e uma comemoração do Dia das Crianças no Morro Dona Marta. "A ideia do site é ser muito mais um meio para estimular as ações do que um fim em si", diz Farah.

"Se queremos estimular soluções para os problemas da cidade, temos de facilitar primeiro o engajamento das pessoas"

Sustentado por doações de internautas e por patrocinadores pon­tuais, o Benfeitoria acaba de lançar uma nova plataforma, batizada de Rio+. O objetivo é promover soluções criativas que melhorem a vida na cidade, o que Farah gosta de chamar de parceria pessoal público-privada (PPPP). As ideias vencedoras terão seu protótipo financiado por empresas parceiras e, caso a aplicação prática justifique, as iniciativas serão bancadas em larga escala pela prefeitura do Rio. "Se queremos incentivar a cultura colaborativa na solução dos problemas da cidade, temos de facilitar o engajamento de todos que buscam esse propósito comum", diz ele. E é exatamente isso que começa a fazer agora com seu novo site.

Fonte: VEJA RIO