Centro

Camelódromo da Uruguaiana recebe operação contra pirataria

Espaço ficará parcialmente fechado durante quatro dias

Por: Agência Estado - Atualizado em

Camelódromo da rua Uruguaiana, no Centro (Screen Shot 2015-07-07 at 2)
Centro comercial: local é conhecido pela venda de produtos piratas e objetos roubados (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro realiza, na manhã desta terça-feira (7), uma grande operação no Camelódromo da Uruguaiana, polo de comércio popular do centro da capita fluminense. Todos os mil boxes foram fechados para o trabalho de agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Material, que cumprem mandados de busca e apreensão em todos eles. A intenção é reprimir a venda de produtos pirateados.

+ Novo site permite monitorar registros de ocorrência

A ação vai durar quatro dias. Nesse período, nenhum dos boxes das quadras C e D poderá funcionar. Por volta das 8h, alguns comerciantes aguardavam a ação da polícia do lado de fora de uma faixa de isolamento demarcada pelos agentes. A intenção dos agentes é também orientar clientes e donos de estabelecimentos do local. Para isso, serão distribuídos 20 mil panfletos sobre a importância do cadastros e regularização dos boxes.

+ Roubo de celulares aumenta 63% em 2015 no Rio

A saída da estação de metrô Uruguaiana também foi fechada por causa da operação --passageiros tiveram que desembarcar nos acessos das ruas Presidentes Vargas ou Senhor dos Passos.

+ Delegacias passam a realizar bloqueio de celulares roubados

Além de ser comum a venda de produtos piratas, o centro comercial é conhecido também por ser um local de receptação de objetos roubados, em especial celulares, e alvo de frequentes operações da Polícia Civil. A última delas foi em maio, quando mais de 50 policiais civis da 4ª Delegacia de Polícia (Praça da República) cumpriram 150 mandados de busca e apreensão em uma ação contra roubo de celulares.

Fonte: VEJA RIO