Polícia pacificadora

Cai a taxa de mortalidade em intervenções das UPPs

Entre 2008 e 2014, o número de mortes em operações policiais nas comunidades pacificadas reduziu em 85,5%. Roubos e apreensões de armas também diminuíram

Por: Redação Veja Rio

upp.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Caiu em 85,5% o número de mortes durante intervenção especial em áreas de UPP, entre 2008 e 2014, no estado do Rio. É o que indica o Instituto de Segurança Pública (ISP), que nesta segunda (11) divulgou novos índices de criminalidade nas comunidades pacificadas, com base em dados referentes a registros de ocorrência nas delegacias de Polícia Civil.

+ Operação de bicicleta e a cavalo apresenta resultados no Centro

Segundo o balanço, a taxa de homicídios dolosos em zonas atendidas pelas UPPs também apresentou significativa redução no período analisado. Enquanto em 2008 foram registrados 116 casos, em 2014 o número fechou em 40. A queda em questão seria de 65,5%.

O registro de letalidade violenta, roubo de rua e armas apreendias também diminuiu, em taxas de 76,3%, 57,3% e 70,1%, respectivamente, ao passo que a  apreensão de drogas aumentou em 301,0% e o arquivo de ocorrências em flagrante cresceu 268,0%.

Fonte: VEJA RIO