DIVERSÃO

Um café no parque

Inverno sem chuva e com temperaturas é ideal para aproveitar o Rio ao ar livre. Selecionamos cafés e bistrôs localizados dentro de áreas verdes cariocas

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Alexandre Macieira/Riotur
(Foto: Redação Veja rio)

O Rio completa, nesta sexta (24), 17 dias sem uma gota de chuva. Neste inverno de seco e de temperaturas amenas, nada melhor do que aproveitar a cidade em um de seus parques e áreas verdes. Em poucas metrópoles do mundo é possivel aproveitar bistrôs e cafés cercado por vegetação exuberante e longe do trânsito e stress comum em centros urbanos. Para ajudar, listamos estabelecimentos em que é possível relaxar enquanto e apreciar a natureza enquanto se faz o desjejum.

Café Botânica. Dentro do Jardim Botânico, uma área de mata nativa e exótica com 1,2 milhão de metros quadrados, é ponto de encontro para ´quem deseja repor as energias após as longas caminhadas. Seu estilo aconchegante lembra uma fazenda, e nele são servidas opções de café da manhã e almoço. Para beliscar enquanto se bebe um cafezinho, prove o pastel de forno, que podem vir nas versões frango com requeijão, chester com ricota e peito de peru com provolone. Outra dica são os doces, entre eles destaca-se o cheesecake com geleia de amora.

Onde: Rua Jardim Botânico, 1008 (Parque Jardim Botânico), tel. 2512-1848.

D.R.I Café. Em meio à exuberância da mata atlântica do Parque Lage, delícias como pães artesanais e frutas frescas saem direto da cozinha do estabelecimento para as mesinhas instaladas ao ar livre. Paga-se R$ 25,00 pelo desjejum matinal servido na casa, que inclui ainda chá, suco natural, queijo branco, ricota com ervas, geleia caseira, mantega, bolo caseiro e misto quente e iogurte com mel e granola. Depois, aproveite para passear pelo parque, um antigo engenho de açúcar dos tempos de Brasil colonial.

Onde: Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, tel. 2226-8125.

jardim.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Café Galeria. Além de ser uma excelente opção cultural, com mostras fotográficas e exposições de arte (confira a programação aqui), o Instituto Moreira Salles, na Gávea, conta com este simpático bistrô. Seu salão fica dentro do centro cultural, mas oferece charmosas mesinhas ao ar livre. Quem escolhe a opção externa fica sentado em meio aos jardins projetados pelo paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994) e de frente para o lago cheio de carpas. Para a refeição, o chá completo (R$ 48,00) chega à mesa com cesta de pães, manteiga, mel, geleia, frios e waffle, entre outras opções.

Onde: Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, 3284-7424.

Os Esquilos. São 65 anos servindo refeições dentro da Floresta da Tijuca. Na varanda, o clima é bucólico e pode-se avistar os micos que, frequentemente, passeiam por ali de galho em galho. Ideal ainda para encontros românticos, tem opções saborosas de doces. Entre eles, a torta musse de chocolate quente com avelã e sorvete de creme.

Onde: Estrada Barão D'Escragnolle, s/nº, Floresta da Tijuca, tel. 2492-2197

Fonte: VEJA RIO