COTIDIANO

Bueiros do Porto tem risco de 100% de explosão

Vistoria do INEA, foi feita após o acidente na última segunda, que matou um funcionário do Armazém 30

Por: Ernesto Neves - Atualizado em

Divulgação/Riotur
(Foto: Redação Veja rio)

Beneficiado por obras de infra-estrutura de até 8 bilhões de reais, a região do Porto deve se tornar um polo de investimentos no Rio. A região portuária vai sediar novos centros de cultura, como o Museu do Amanhã e o de Arte do Rio, além de esperar a construção de torres de alto luxo, voltadas para multinacionais. O local, no entanto, ainda sofre com o abandono. Em vistoria nas galerias subterrâneas feita pelo Instituto Estadual de Ambiente, o INEA, foi constatado o risco de 100% de risco de explosões em determinados pontos.

Torres de alto luxo vão subir no Centro da cidade. Veja como vai ficar a região

A operação foi realizada após o acidente com um bueiro de águas pluviais que matou o mecânico Rafael Martins Souza, 35 anos, no Armazém 30, ocupado pela Triunfo Logística, na última segunda. O órgão constatou que há risco iminente de explosão em mais dois pontos do armazém, que teve uma área interditada. Triunfo Logística foi notificada pelo INEA pela alta concentração de óleo combustível em suas galerias. Outras grandes empresas que operam no porto, como a Tecmar e a Chevron, também foram informadas de que terão de realizar inspeções para checar a possibilidade de vazamentos em suas redes.

Fonte: VEJA RIO