BEIRA-MAR

"O bichinho da direção me mordeu"

Por: Carla Knoplech - Atualizado em

Luís Alvarenga/ Extra/ Ag. O Globo
(Foto: Redação Veja rio)

Em sua primeira incursão como diretor de um longa, no ano passado, o ator Márcio Garcia foi criticado pela condução da trama de Amor por Acaso. Sem se abalar com os comentários, ele vai voltar a Hollywood para filmar Open Road, sua nova investida no cinema, que tem confirmadas no elenco as estrelas internacionais Camilla Belle e Juliette Lewis, além de uma ponta de Ronaldo Fenômeno.

O que muda nesta volta a Los Angeles?

O principal é que desta vez terei quatro semanas no set, e não apenas catorze dias para fazer o filme inteiro, como foi na experiência anterior.

Seu público-alvo está aqui ou lá fora?

Está no exterior. Para se ter uma ideia, o filme ainda nem foi feito e já é vendido em Cannes. Mas, claro que visamos também ao mercado nacional. Nossa protagonista certamente será brasileira e o roteiro faz referências ao país.

Ser ator ou cineasta, o que lhe dá mais prazer no momento?

Procuro ficar totalmente focado naquilo que estou fazendo, mas não posso negar que o bichinho da direção me mordeu.

Fonte: VEJA RIO