EDIÇÃO DA SEMANA

Beira-mar

Histórias e novidades sobre a sociedade carioca

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

"Sei que não sou gostosa"

Autumn Sonnichsen / Playboy
(Foto: Redação Veja rio)

Quem está acostumado com mulheres cheias de curvas estampadas nas capas da Playboy vai se sur­preen­der com o ensaio principal da edição de agosto, que comemora o aniversário da revista. A foto abaixo é uma prévia, exclusiva, da sessão fotográfica de Jéssika Alves, 23 anos. Fazendo a linha mais esguia, com 52 quilos e 1,65 metro de altura, ela se destacou como a babá Guiomar na última novela das 9, Em Família. "Sei que não sou gostosa, mas estou satisfeita com meu corpo. Minha sensualidade é natural, vem de dentro. Acho mais bonito assim", diz a atriz, que recebeu o convite depois da recusa de duas colegas mais famosas, Bianca Rinaldi e Maria Casadevall. "Estou marcando uma nova fase do nu, com um conteúdo mais poético, a fim de atrair, além dos homens, o crescente público feminino", gaba-se a moça, cujo cachê para posar nua foi de cerca de 200?000 reais.

Ele quer samba e feijoada

beira-mar-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Adaptações de grandes sucessos da Broad­way não são raridade nos teatros daqui. Difícil é ver ídolos estrangeiros atuando diante do público carioca. Pois, a partir de sexta (8), o ator Willem Dafoe, famoso por interpretar o vilão de Homem-Aranha e atualmente em A Culpa é das Estrelas e O Grande Hotel Budapeste, estará na cidade com a peça The Old Woman. No palco da Cidade das Artes, na Barra, ele terá a companhia do bailarino russo Mikhail Baryshnikov. "Gosto mais de teatro do que de cinema. Se eu fosse um músico e tivesse de escolher entre gravar em estúdio e tocar ao vivo, ficaria sempre com a segunda opção", confessa Dafoe. O astro vai aproveitar a passagem pelo Rio, ainda, para repetir alguns dos programas de sua primeira visita à capital fluminense, há três anos: feijoada com roda de samba na quadra da Vila Isabel.

Tiro, perseguição e bomba

Marcos Lopes / Corpo a Corpo
(Foto: Redação Veja rio)

Dois gêneros de filme nacional costumam se sair bem nas bilheterias daqui: as comédias e os thrillers policiais. É na segunda fórmula que aposta o longa E.A.S., Esquadrão Antissequestro, superprodução orçada em 8,5 milhões de reais e com previsão de estreia para o fim do ano. A última convocada para o elenco foi Carol Castro, escolhida para o papel da secretária de Segurança Pública responsável por solucionar o sequestro de uma menina de 11 anos, filha de um ídolo de futebol. "Queriam alguém que pudesse dar vida a uma mulher forte", acredita. Segundo a atriz, que já começou a preparação com aulas de tiro, o longa-metragem guarda surpresas de proporções hollywoodianas. "O roteiro contempla até uma explosão no Maracanã na final da Copa. É uma história ousada, padrão Tropa de Elite, que vai lavar a alma do brasileiro de uma forma que nem o Capitão Nascimento conseguiu", antecipa.

O rei do gado

Gianne Carvalho
(Foto: Redação Veja rio)

Quando não estão atuando em alguma novela nem posando para campanhas publicitárias, os atores costumam cultivar seus hobbies ou investir em outros ramos. No caso de Murilo Benício, protagonista da novela das 7, Geração Brasil, seu tempo livre é voltado para a criação de gado leiteiro, negócio que ele quer transformar em ganha-pão no futuro, quando deixar a carreira artística. Pelo andar da carroça, será uma bela aposentadoria. No fim de semana passado, a Agropecuária Copacabana, empresa da qual é sócio, faturou 800?000 reais com seu segundo leilão, realizado em Paraíba do Sul, interior do estado ? só uma das vacas à venda recebeu o lance de 170?000 reais. Benício, que em 2005 fez dupla com o Boi Bandido em América, parece entender realmente do assunto.

Galã de forno e fogão

Gabriel Wickbold
(Foto: Redação Veja rio)

A figura do chef barrigudo tem cada vez menos espaço na TV diante da nova geração de mestres-cucas galãs. Um dos expoentes dessa safra é Dalton Rangel, de 27 anos, que está de volta ao quadro Super Chef, do programa de TV Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga. Após conquistar o segundo lugar na estreia da competição e virar apresentador de uma atração gastronômica no canal Fox, ele passou de aluno a professor. O cozinheiro nascido em Niterói foi convidado a coordenar a segunda edição do reality global, em setembro, que trará os artistas da emissora nas panelas, disputando quem faz os melhores pratos. "Tenho uma desenvoltura natural em frente às câmeras, como o Jamie Oliver", exagera.

Fonte: VEJA RIO