EDIÇÃO DA SEMANA

Beira-mar

Histórias e novidades sobre a sociedade carioca

Por: Daniela Pessoa e Louise Peres - Atualizado em

Aposentadoria forçada

beira-mar-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O quintal aconchegante que faz do Market Ipanema um refúgio em plena Visconde de Pirajá é a mais nova vítima da especulação imobiliária no Rio. Meses depois de renovar o aluguel do ponto por cerca de 30 000 reais, o dobro do valor estabelecido inicialmente, a empresária Beatriz Lobato foi surpreendida pelo proprietário com um pedido de encerramento do contrato, que acontece no dia 6 de junho. A área do restaurante será incorporada ao terreno vizinho, onde hoje existe um banco, para abrigar um novo edifício comercial. "Vou viajar, fazer cursos fora do país e esperar essa maré de preços passar para pensar em ter um restaurante na Zona Sul outra vez. É triste que o poder financeiro sempre vença", lamenta a restauratrice.

De beijinhos na varanda

beira-mar-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Na sexta (15), enquanto os convidados se acabavam de dançar na pista de um hotel da Zona Sul em que se comemorava o aniversário da promoter Carol Sampaio, um novo casal elegeu a varanda para trocar carinhos. Sem se importarem com a garoa fina que caía, Fernanda Vasconcellos, ex-Henri Castelli e próxima protagonista da novela das 7, que estreia em abril com o título de Sangue Bom, e Cássio Reis, ex-Danielle Winits, se beijaram, riram e engataram um papo animado com o grupo de amigos que os acompanhava. Eles não confirmam o namoro, mas o clima de intimidade entre os atores demonstrava que o relacionamento já passou do estágio de amizade colorida há bastante tempo.

Um hóspede light

beira-mar-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Na cidade a partir de quarta (27) para divulgar o filme de ficção científica Oblivion, Tom Cruise é um dos astros mais bem quistos pelos funcionários do hotel Copacabana Palace, onde se hospeda desde a primeira vez em que esteve no Rio, em 2009. Simpático com os atendentes, ele não costuma dar trabalho à equipe. A única frescura do astro de Hollywood é a dieta. Rigoroso com a aparência aos 50 anos de idade, o galã está sempre de regime. Esteira dentro do quarto, receitas light feitas com exclusividade, como um franguinho grelhado com legumes ao vapor, e água de coco o dia inteiro são os requisitos básicos de quem está acostumado a missões impossíveis na corrida contra a balança.

O muso da orquestra

beira-mar-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Há tempos o público feminino vem se tornando presença constante nas apresentações da Orquestra Petrobras Sinfônica. Dizem nas coxias que a razão é o músico carioca Felipe Prazeres, 36 anos, colírio recém-promovido ao cargo de regente assistente do diretor artístico Isaac Karabtchevsky. Há treze anos na função de spalla, o primeiro violino do conjunto, ele assumiu a batuta na preparação para a temporada de concertos de 2013, iniciada na sexta (22) no Theatro Municipal. "Minha nova tarefa é apenas deixar os músicos afiados para os ensaios com o maestro", avisa, modesto. Às interessadas: o violinista bonitão, que há pouco tempo trocou Ipanema pela boêmia Praça São Salvador, está solteiro. "Não tenho tempo para namorar. Sou casado com a música."

Quem tem medo de Barbara Heliodora?

Dona Heliodora, como era conhecido o perfil comandado pelo ator carioca Felipe Barenco, 29 anos, nas redes sociais, morreu. Com mais de 25 000 seguidores no Twitter e no Facebook, o endereço virtual criado em homenagem a Barbara Heliodora, a respeitada (e temidíssima) crítica de teatro, atende agora por Dona Shakespeare. Barenco foi contatado pela filha de Barbara, Patrícia Bueno, e intimado a retirar as páginas do ar se não quisesse problemas na Justiça. "É um desaforo. Eu até partiria para a briga, mas vou provar que o meu conteúdo é muito mais importante do que a publicidade que ela acha que ganho com o nome de sua mãe", desafia o ator, que estreia em maio a peça O que Você Mentir Eu Acredito. Será que dona Heliodora estará na plateia?

Fonte: VEJA RIO