EDIÇÃO DA SEMANA

Beira-mar

Por: Carla Knoplech - Atualizado em

Fios que valem ouro

beira-mar-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Desde que Avenida Brasil foi ao ar, o visual de Adriana Esteves já mudou três vezes. A atriz começou a gravar com o cabelo curto e escuro, depois ele ficou longo e loiro e, atualmente, está castanho, na altura dos ombros. "Foram mudanças muito radicais em pouquíssimo tempo. Não é só a Nina que sofreu com a Carminha, o cabelo da Adriana também está passando por um período bem difícil", avalia o cabeleireiro Dudu Meckelburg, que a atende há 28 anos. Para combater os danos causados pelas mudanças da personagem, ele preparou um tratamento de choque com direito a cremes e hidratações diárias para a intérprete, que desembolsa 2?000 reais por mês só com as madeixas.

"Cala a boca, isto aqui é Brasil"

beira-mar-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

As americanas mal haviam secado as lágrimas após a derrota por 3 sets a 1, no último sábado, durante a Olimpíada de Londres, quando Fabiana Alvim protagonizou umas das cenas mais marcantes da conquista da medalha de ouro do vôlei feminino. Sentada no chão da quadra, em prantos, ela apontou para uma das câmeras e gritou, repetidamente, "cala a boca, isto aqui é Brasil". A líbero explica: "Mal começou a competição e os comentaristas já deram como certa nossa derrota. Gritei para todo mundo que um dia achou que não chegaríamos lá", desabafa a atleta carioca, que desembarcou na última terça e foi direto para o Baixo Gávea. "Tudo o que eu mais queria era uma picanha com farofa e batata frita", diz. Merecido.

Decoração de princesa

beira-mar-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Primeiro foram as joias. A seguir vieram os lenços. Agora, a princesa Paola de Orleans e Bragança decidiu virar uma especialista em móveis. Formada em desenho industrial, a trineta da princesa Isabel desenhou uma coleção com doze peças para uma loja moderninha de São Paulo, a Espaço 204, que abrirá filial no CasaShopping, na Barra. "Tomei como referência o mobiliário da nossa casa em Petrópolis", conta. A casa em questão é o Palácio Imperial. No entanto, quem acha que vai encontrar aparadores, bancos e mesas de madeira maciça e detalhes coloniais engana-se. "Apostei em uma releitura moderna com muita cor", explica.

Duelo das caçarolas

beira-mar-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Depois de Luciano Boseggia (Alloro), Donato Di Giussepe (Gero) e Douglaz Sanchez (Laguiole) apostarem na cidade, a alta gastronomia carioca ganha mais um nome de peso ? literalmente. O francês Erick Jacquin, eleito quatro vezes o melhor francês de São Paulo, abre seu restaurante carioca em novembro, como uma das âncoras do Shopping Village Mall. A nova casa será batizada com o nome do chef, que descartou a possibilidade de usar o nome da matriz paulistana, La Brasserie, para evitar conflitos com seu conterrâneo Claude Troisgros, dono de quatro estabelecimentos, entre eles a CT Brasserie. "Brasserie é como boteco, qualquer um pode usar. E, além do quê, quanto mais concorrência melhor", desafia Troisgros.

A revoada das dasluzetes

beira-mar-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Oito meses após a inauguração da Daslu no Fashion Mall, o clima não é dos melhores na loja. Das vinte contratadas em dezembro para a equipe de vendedoras, incluindo aí algumas it-girls com nome e sobrenome de famílias tradicionais do Rio, apenas quatro continuam na função. A justificativa geral é o baixo número de vendas, o que fez com que o salário estimado em 10?000 reais por conta das comissões caísse para 3?000 reais mensais. Uma das últimas a deixar o cargo, há três semanas, foi a modelo Ana Ferraz, ex-Marcelo Serrado. ?Decidi voltar a investir na minha carreira de atriz?, conta Ana, que está compensando o tempo perdido com rodas de leitura sobre o dramaturgo Nelson Rodrigues.

Fonte: VEJA RIO