Memória da Cidade

Baseada no estilo de vida carioca, novela Água Viva é lançada em DVD

Trama de Gilberto Braga, que fez sucesso durante os anos 80, era embalada pelos personagens da orla

Por: Lula Branco Martins

Novela Água Viva
Novela Água Viva (Foto: Reprodução)

Sucesso entre fevereiro e agosto de 1980 na faixa nobre da TV Globo, que na época se chamava “novela das 8”, e não “das 9”, Água Viva, de Gilberto Braga, valia-se da variedade de tipos que compõem a orla do Rio para embalar sua trama. Estavam ali, por exemplo, tanto a socialite que toma sol nas areias mas nunca esquece os seus creminhos, na pele de Tônia Carrero, como o pescador bem-apessoado que sai da Marina da Glória rumo ao mar — o personagem principal do folhetim, interpretado por Reginaldo Faria. Na abertura, Baby do Brasil, então Baby Consuelo, cantava Menino do Rio, enquanto imagens de pranchas de windsurf cruzavam a praia (foto maior). Temas como liberdade sexual, topless e drogas mexeram com o imaginário do país sobre o que seria de fato a Cidade Maravilhosa, e foi tanta a repercussão que a novela voltaria, quatro anos depois, no Vale a Pena Ver de Novo, tornando-se a primeira produção da faixa nobre a ser repetida. No ano passado, a atração esteve no canal Viva e agora chega às lojas em DVD (onze discos e 33 horas), ao preço de 164 reais. Em tempo de ibope derrapante (vide Babilônia), um título antigo, com certificado de garantia, vem mesmo a calhar.

Infográfico
Infográfico (Foto: Redação Veja Rio)

 

Fonte: VEJA RIO