DIVERSÃO

É albergue, mas eu vou pro bar

Bares de albergue se adaptam para receber, além dos hóspedes, público da própria cidade

Por: Louise Peres - Atualizado em

pub-bares.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Reunindo gente de diferentes cantos do país e do mundo, ambiente descolado e oferta de bebidas variadas, os bares de albergue viraram uma ótima opção para começar a noite - e não só para os hóspedes. Atraídos por essa mistura, os próprios cariocas tem enchido esses estabelecimentos, sendo maioria entre os frequentadores. De olho nesse público, os hostels estão se adaptando para receber mais gente, com programações especiais e horário de funcionamento ampliado.

É o caso do Clandestino Mex, bar do albergue Stone of a Beach, em Copacabana. Petiscos mexicanos, margaritas e muita tequila fizeram do lugar um point no bairro, frequentado principalmente por clientes brasileiros, dos arredores do hostel. Em breve, a vocação do bar para integrar hóspedes ao público de fora será reforçada: o albergue acaba de ser comprado pela rede Che Lagarto, que já possui outras três unidades na cidade (duas em Copacabana e uma em Ipanema), e passará por mudanças que incluem uma nova e intensa programação para o Clandestino Mex. Feijoada e sambinha de roda, festas de ritmos latinos, happy hours, eventos temáticos e exposições fazem parte dos planos da nova direção. "A proposta é valorizar o espaço, deixá-lo com mais cara de pub, e trazer ainda mais gente de fora", conta Michelle Terra, uma das sócias do hostel. A fusão deve ser concluída em dezembro, quando começa a nova programação. Até lá, permanecem no cardápio os pratos mais pedidos do mexicano e promoções que variam de acordo com o dia da semana.

pub-bares2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Em Botafogo, o Shelter Bar, do Brothers Hostel, também atrai visitantes de fora com noites temáticas de terça a sexta, dias em que o bar abre para o público em geral. "Há noites em que o números de pessoas de fora supera muito o de hóspedes. Já chegamos a 100, 120, e apenas 10 desses ocupantes estavam hospedados no aqui", conta Claudio Avelino, um dos sócios do Shelter e dono do estabelecimento em frente, o Bar da Foca, onde são preparados os tira-gostos ali servidos. No Copa Hostel, em Copacabana, o Guimo?s Pub fica aberto a semana toda, mas oferece noites especiais às quartas, com a Festa Latina, e sextas e sábados, com DJ e open bar: energético, tequila, cerveja, chope, drinks, sucos, whisky e vodka internacionais liberados.

Bares de albergue para você visitar

Clandestino Mex

Nachos, tacos, burritos e quesadillas recheiam os pratos do bar mexicano do Stone of a beach. Peça um dos pratos mistos, que servem de 4 a 6 pessoas. Pra beber, muita tequila! Aproveite também as promoções, que variam de acordo com o dia: No domingo, 2 shots de tequila pelo preço de 1; às segundas, tapas têm 50% de desconto; terças e sextas, dose dupla de chopp; na quarta, o jantar completo leva sobremesa grátis; e no sábado, dia de margarita em dose dupla.

Clandestino Mex (Stone of a beach, futuro Che Lagarto). Rua Barata Ribeiro, 111, Copacabana, tel. 3209-0348. http://www.stoneofabeach.com.br/

Guimo?s Pub

Aberto diariamente, oferece programação especial três vezes por semana. Às quartas, Festa Latina: de 10h às 4 da manhã, com cerveja liberada até meia-noite. A entrada custa R$ 15 (homem) e R$ 10 (mulher). Às sextas e sábados, DJ tocando de funk, hip-hop e música eletrônica, também de 10h às 4, com bebidas liberadas: energético, vodka e whisky importados, chopp, cerveja, suco, drinks, caipvodkas, tequila. O convite é R$ 70 (homem) e R$ 50 (mulher).

Guimo?s Pub (Copa Hostel). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1077, Copacabana, tel. 9251-2742 (Fábio Mattos, promoter). www.guimospub.com.br

Shelter Bar

O bar do Brothers Hostel é aberto ao público de terça a sexta, com noites temáticas, das 19h às 0h30. Toda segunda terça-feira do mês é dia de Festa do Vinil; às quartas, a noite é do futebol; na quinta, o som é anos 80, a partir de novembro, videokê; fechando a semana, happy hour e rock n? roll toma conta do bar às sextas. Aos sábados, é exclusivo para hóspedes, mas a casa também funciona para festas fechadas mediante reserva - aniversários, despedidas (pra quem vai viajar, tudo a ver um bota fora em um albergue!) ou festa de boas vindas. Detalhe: comprovando sua vocação de lugar para conhecer gente nova, o Shelter esteve entre os indicados a melhor bar para paquerar da edição 2010/2011 do Guia Comer & Beber de VEJA Rio.

Shelter Bar (Brothers Hostel). Rua Farani, 18, Botafogo, tel. 2551-0997. http://www.brothershostel.com.br/

Lemon Spirit

Os hóspedes têm direito a uma caipirinha como welcome drink no bar do hostel de mesmo nome, que fica no Leblon. Funcionando das 17h até 0h, atrai amantes de cervejas importadas - uruguaias, argentinas e brasileiras são as mais pedidas. A atmosfera convidativa reúne hóspedes e biriteiros dos arredores. Em noites de alta ocupação, o bar libera um agrado pra galera se integrar: um balde de caipirinha free, nos sabores limão ou maracujá, pra todo mundo compartilhar.

Lemon Spirit Hostel. Rua Cupertino Durão, 56 (Esquina com Avenida General San martin), Leblon, tel. 2294.1853. http://www.lemonspirit.com

Fonte: VEJA RIO