ROTEIRO DA SEMANA

Crianças

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

CINEMA

✪✪ HUBBLE 3D. Cópia dublada.

✪✪✪ PEQUENOS ESPIÕES 4. Cópias dubladas e em 3D.

✪✪✪ O LORAX - EM BUSCA DA TRÚFULA PERDIDA. Cópias dubladas e em 3D.

ESPECIAL

ESTÚDIO CAMPANINHA. Anticorpos, a exposição com 200 obras de design dos irmãos Fernando e Humberto Campana, inspira esta atividade para crianças de 3 a 6 anos. Reunidas em um espaço próximo à galeria onde acontece a mostra, elas são estimuladas a criar as próprias peças, usando materiais como cordas, plástico-bolha, isopor, retalhos de tecido e madeira. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2070. Sábado e domingo, 15h. Grátis. Senhas distribuídas meia hora antes da atividade. Até 6 de maio.

LAGOA AVENTURAS. No circuito radical, as opções são arvorismo (R$ 20,00, para a criançada que alcança no mínimo 1,45 metro com a mão esticada; R$ 30,00, para quem atinge pelo menos 1,75 metro), muro de escalada (R$ 15,00, indicado para participantes a partir de 4 anos), rapel (R$ 100,00, somente para quem já passou dos 12 anos) e tirolesa. Essa última, originalmente restrita a crianças mais velhas e adultos, ganhou uma versão para os pequenos de 2 a 6 anos, montada a apenas 2 metros do chão e com 20 metros de comprimento. Duas descidas custam R$ 13,00. Quatro saem por R$ 20,00 (o mesmo preço de uma única descida para quem já tem mais de 7 anos). Parque da Catacumba. Avenida Epitácio Pessoa, 3000, Lagoa, ☎ 4105-0079 e 7870-9162. Terça a domingo, 9h30 às 16h30.

TEATRO DE ANIMAÇÃO - OS BONECOS PEDEM PASSAGEM. O grupo Bonecos em Ação é responsável pelo projeto de ocupação do Teatro Duse, em Santa Teresa, até agosto, com atividades para todas as faixas etárias. No primeiro fim de semana, há duas atrações indicadas para os pequenos. No sábado (14), o bloco Céu na Terra faz um cortejo pelas ruas do bairro, com muita música e seus já tradicionais bonecos gigantes. A concentração começa às 10h, e o trajeto vai do Largo dos Guimarães até o teatro. No domingo (15), às 11h, haverá sessão da peça Um Concerto para o Sol, da companhia Trança de Folia. Quatro contos populares de várias partes do mundo são reunidos no espetáculo. O elenco lança mão de música e bonecos para contar histórias como Porque o Cachorro É Inimigo do Gato... e o Gato do Rato, coletada pelo folclorista Câmara Cascudo no Rio Grande do Norte ? as outras três tramas vêm do Egito, da Inglaterra e da Macedônia. Teatro Duse (100 lugares). Rua Hermenegildo de Barros, 161, Santa Teresa, ☎ 3233-1306. Domingo (15), 11h. Grátis.

TUDO QUE NÃO INVENTO É FALSO. Admiradora de Manoel de Barros, a bailarina carioca Paula Maracajá desenvolveu a coreografia deste espetáculo baseada na obra do poeta mato-grossense. Da vasta obra do autor, os três livros da série Memórias Inventadas, lançados entre 2005 e 2007, serviram de fio condutor para a apresentação. Danilo D?Alma, Nina Botkay, Patricia Riess e Renata Versiani, além da própria Paula, revezam-se a cada sessão ? são sempre três bailarinos em cena. Eles interagem com um balanço, uma escultura abstrata e livros, em movimentos embalados pela música de Dado Amaral, que usou versos de Barros como letras. Direção de Paula Maracajá (40min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 31/3/2012. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro III (140 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado e domingo, 15h. R$ 6,00. Bilheteria: 9h/21h (ter. a sex.); a partir das 10h (sáb. e dom.). Até 20 de maio.

UNICIRCO ROCK SHOW. Com direção de Jorge Fernando, o musical interpretado pelo Unicirco, grupo do ator Marcos Frota, conta a história de Payá, príncipe guerreiro de uma tribo indígena que vivia na Mata Atlântica. O espetáculo reúne sessenta artistas, entre acrobatas, bailarinos, trapezistas, palhaços, equilibristas e músicos. Quinta da Boa Vista. Avenida Pedro II, s/nº, São Cristóvão, ☎? 2580-7036 (tenda em frente ao zoológico). Sábado e domingo, 17h30. R$ 30,00. Até outubro.

VIDA DE INSETO. O Museu da Vida promove uma série de atividades didáticas e lúdicas relacionadas ao mundo dos insetos. Com a ajuda de monitores, a criançada aprende sobre o corpo desses animais, cria seu próprio bichinho com materiais recicláveis, descobre onde eles vivem e ouve histórias animadas por bichos feitos de massinha. Museu da Vida. Avenida Brasil, 4365, Manguinhos (Câmpus da Fiocruz), ☎ 2590-6747. Terça a sexta, 9h às 16h30 (só com agendamento); sábado, 10h às 16h (visitação livre). Grátis. Até 27 de julho.

TEATRO

✪✪✪ ALADIM, de Cláudio Figueira. Autor, diretor e coreógrafo de musicais infantis com vasto currículo, Figueira aposta pela primeira vez em uma adaptação ? no caso, de uma história da coletânea árabe As Mil e Uma Noites. A inspiração mais evidente, no entanto, é o longa de animação Aladdin (1991), dos Estúdios Disney. Mas o que poderia ser uma transposição preguiçosa reserva boas surpresas. A trilha sonora abriga composições feitas especialmente para o musical, e não versões para os temas da Disney, todas defendidas a contento. Vivido por Marcelo Torreão, o gênio é uma atração à parte, distribuindo cacos que provocam gargalhadas de crianças e adultos. Direção do autor e de Carlos Arthur Thiré (55min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 28/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 18h30. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 27 de maio.

A BELA ADORMECIDA, adaptação de Luís Fernando Bruno. A versão da Disney para a história clássica dos irmãos Grimm, exibida em 1959 nos cinemas, é transposta para os palcos. Como no desenho, a princesa Aurora (Flávia Alvim) é amaldiçoada pela bruxa Malévola (Erika Thomas) e, ao espetar o dedo em uma roca, cai em sono profundo. Três fadas madrinhas descobrem que o feitiço pode ser quebrado por um beijo ? aí entra o príncipe Felipe (Jean Pontes), rapaz apaixonado por Aurora e, por ela, disposto a enfrentar a bruxa. Direção do adaptador (50min). Rec. a partir de 2 anos. Estreou em 7/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 16h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 24 de junho.

CABEÇA DE VENTO, de Cleiton Echeveste. Em seu texto de estreia, o autor conta a história de Léo (Jan Macedo), menino de 8 anos apaixonado por pipas que aprendeu a construir os brinquedos com o pai (Eduardo Almeida), morto recentemente. Para o garoto, ficam como legado dois objetos dos quais ele não se separa: uma pipa colorida e um livro sobre nomes que marcaram a história da humanidade. Um dia, a criança se perde num bosque, onde acaba encontrando três personagens desse livro: o inventor Benjamin Franklin, um dos pais da Independência americana, a rainha chinesa Fu Hao e Ricardo Coração de Leão, rei da Inglaterra. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 17/3/2012. Centro Cultural Justiça Federal (142 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. → Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: 16h/19h (qua. a sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 6 de maio.

✪✪✪ GALINHA PINTADINHA, O MUSICAL, de Marcos Luporini e Juliano Prado. Os autores são também os criadores da animação Galinha Pintadinha, postada no YouTube no fim de 2006. Seis meses e meio milhão de visua­lizações depois, o vídeo começou a se desdobrar em uma bem-sucedida série de DVDs com vários desenhos embalados por canções infantis populares. Nesta bem cuidada produção, os personagens das animações ganham vida interpretados por atores fantasiados. Ao longo de doze números musicais cantados ao vivo, sobem ao palco figuras conhecidas das crianças, como o Galo Carijó, a Baratinha e sua banda de rock, as Borboletinhas cozinheiras e, claro, a Galinha Pintadinha. Direção de Ernesto Piccolo (45min). Livre. Estreou em 7/1/2012. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 15h e 17h. R$ 70,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 1º de julho.

A GATA BORRALHEIRA, de Marcello Caridade. O autor se inspira na versão de Maria Clara Machado para o clássico. Aqui, a história do francês Charles Perrault é transportada para os tempos do Brasil Império. Pobre e atormentada pela madrasta (Bia Freitas), a jovem Dulcineia (Luiza Vianna) sonha em ir ao baile do príncipe estrangeiro Tinhorão (Cadé Sodré), recém-chegado da Espanha. Para isso, ela conta com a ajuda de sua vizinha e madrinha, Fada dos Santos (também Bia Freitas). Até o sapatinho de cristal, detalhe importante na trama original, passa por uma adaptação: é substituído por sapatilhas de lamê. Compostas por Marco Rodrigo, as canções que embalam o espetáculo transitam por gêneros brasileiros, a exemplo de samba de roda e da batucada do baiano Olodum. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 7/4/2012. Galpão Gamboa (80 lugares). Rua da Gamboa, 279, Centro, ☎ 2516-5929. Sábado, 17h; domingo, 16h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até domingo (15).

✪✪✪ HISTÓRIAS QUE O ECO CANTA, de Ilo Krugli. Leia em Veja Rio Recomenda. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 24/3/2012. Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (150 lugares). Rua Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (grátis). Até dia 29.

A INCRÍVEL PE­LEJA DE SIMÃO E A MORTE, de Cesário Candhí. A literatura de cordel serve de inspiração para este espetáculo do grupo Off-Sina. Quatro atores contam a história de Simão (Cesário Candhí), um anti-herói disposto a driblar a Morte (Nancy Calixto) por quanto tempo for possível. Para tanto, ele usa toda a sua lábia em cima de personagens como Jesus, São Pedro e São Miguel. Executada ao vivo, a música é um elemento forte da montagem: todo o elenco canta e toca instrumentos de percussão. Beto Gaspari, também diretor musical da peça, escolta os atores ao violão. Atenção: como deve acontecer ao ar livre, a sessão será cancelada em caso de chuva. Direção de Tom Pires (60min). Rec. a partir de 8 anos. Largo do Machado, ? Largo do Machado. Sexta (13), 18h. Grátis. Informações, ☎ 2556-6203.

✪✪✪ JOAQUIM E AS ESTRELAS, de Renata Mizrahi. Contemplada com o Prêmio Zilka Salaberry 2010 de melhor texto, a peça conta a história de Joaquim (João Velho). Apaixonado pelas estrelas, o menino entra em pânico quando descobre que elas decidiram parar de brilhar porque ninguém mais olha para o céu. Para reverter a situação, ele recebe a ajuda dos amigos de escola, entre eles Regininha, vivida de forma impagável por Elisa Pinheiro ? destaque do entrosado elenco, com mais seis integrantes. O cenário de Doris Rollemberg é simples, mas engenhoso: a mudança de lugar dos elementos do palco materializa ambientes como a sala de aula, a rua, o quarto do protagonista e até o céu. Direção de Diego Molina (55min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 24/3/2012. Teatro Serrador (340 lugares). Rua Senador Dantas, 13, Centro, ☎ 2220-5033, ? Cinelândia. Sábado e domingo, 16h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até dia 29.

✪✪✪✪✪ O MENINO QUE VENDIA PALAVRAS, adaptação de Pedro Brício. Inspirado no premiado livro de Ignácio de Loyola Brandão, o espetáculo é uma aventura sobre a descoberta das palavras. Na trama, Vado (Pablo Sanábio) sempre recorre ao pai (Eduardo Moscovis), dono de uma enorme biblioteca, quando os amigos querem saber o significado de um termo. É aí que ele tem a ideia de trocar essas informações por algo de valor. O ótimo elenco é completado por Letícia Colin, Renato Linhares, Luciana Fróes e Raquel Rocha. A montagem lúdica estimula a imaginação da plateia ? contando para isso com a ajuda de figurinos coloridos e cenografia com objetos infláveis e projeções, além da direção musical dos tarimbados Pedro Sá e Domenico Lancellotti. Direção de Cristina Moura (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 14/1/2012. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

✪ PETER PAN, de Marcello Caridade. O longa de animação homônimo da Disney, baseado na obra do escritor J.M. Barrie, serve de inspiração para o espetáculo. Na história, o garoto Peter Pan (vivido por Marcio Sant?anna) leva os irmãos Wendy (Bianca Bühring), João (Bruno Souza) e Miguel (Vitor Brasil) para a Terra do Nunca, onde vão enfrentar o malévolo Capitão Gancho (André Pladema). Aos 21 anos, Sant?anna é indisfarçavelmente um adulto, e não um menino como seu personagem ? dilui, portanto, boa parte da identificação que a plateia infantil poderia ter com o herói. Além do problema de escalação, o texto se vale de piadas desnecessárias que envolvem Luan Santana, Deborah Secco e axé music. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 14/1/2012. Teatro do Leblon ? Sala Marília Pêra (462 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Até dia 29.

✪✪✪✪ POLENTA COM RADITE, de Lú Gatelli e Marcelo Gatelli. Polenta, nascido na Itália, está a caminho do porto para voltar à sua terra. No caminho, esbarra com Radite (corruptela de radicchio, mais usada na Região Sul), jovem brasileira que sonha em ser artista. A dupla de palhaços interpretada pelos irmãos Gatelli, também autores do texto, protagoniza essa história de amor passada no Brasil dos anos 1940. O encontro entre os dois é a deixa para um desfile de números clássicos ? como a dificuldade de enfiar o braço na manga do paletó ou o lenço que, emprestado para enxugar lágrimas, acaba servindo para assoar o nariz. Não há uma linha de diálogo, e nem precisa: por meio de pantomimas e com timing perfeito, os Gatelli mostram que a arte do clown não envelhece. Direção de Fernando Lopes Lima (45min). Rec. a partir de 7 anos. Estreou em 10/3/2012. Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Sábado e domingo, 16h. R$ 15,00. Bilheteria: a partir das 11h (sáb. e dom.). Até dia 29.

✪✪✪ A PRINCESA E O SAPO, adaptação de Anderson de Oliveira. O conto dos irmãos Grimm é transportado para o sertão nordestino. Em cena, vestido de cangaceiro, Anderson de Oliveira também faz as vezes de narrador da peça, escoltado por dois músicos. Embalado pelo som de violão e instrumentos de percussão, o elenco canta ao vivo sucessos regionais que mais parecem ter sido compostos para a encenação. Canções como Isso Aqui Tá Bom Demais (Dominguinhos e Nando Cordel) e Coração Bobo (Alceu Valença) acompanham as idas e vindas da relação entre a princesa (Talita Monteiro, muito divertida) e o sapo (Leandro Amado). O visual festivo, cheio de cores e retalhos, completa a ambientação. Direção do adaptador (60min). Rec. a partir de 4 anos. Estreou em 7/1/2012. Teatro Clara Nunes (527 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9696. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

O REINO DA GATARIA, de Marco dos Anjos. Vinte atores integram o elenco do musical. Na história, adaptação da animação Aristogatas (1970), da Disney, uma excêntrica madame (Heide Caren) decide deixar a herança para seus gatos, incumbindo o mordomo (Sérgio Menezes) de cuidar dos bichanos. Revoltado, ele dá um sumiço nos animais, abandonando-os num lugar distante. A partir daí, a gata Duquesa (Nathalia Colón) e seus filhotes enfrentam uma série de aventuras para voltar para casa. Músicas feitas para a peça são interpretadas ao vivo pelos atores e por uma banda no palco. Direção do autor (55min). Livre. Estreou em 3/3/2012. Teatro dos Grandes Atores ? Sala Azul (300 lugares). Avenida das Américas, 3555, Barra, ☎ 3325-1645. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 13h/20h (ter. a dom.). Até dia 29.

TEM BOLA NA COLA - CIGARRAS X FORMIGAS, de Sérgio Fonta. Como sugere o título, o espetáculo é livremente inspirado na fábula A Cigarra e a Formiga, atribuída ao grego Esopo e recontada pelo francês Jean de La Fontaine. Aqui, narra-se a história da Copa das Árvores, disputada pelos dois melhores times femininos da cidade: o Cigarra Sport Club e o Formiga Futebol & Regatas. Por trás dos panos, no entanto, vão sendo reveladas diversas manobras e intrigas motivadas pelos interesses dos cartolas. A trilha sonora é de Roberto Gnattali, sobrinho do maestro Radamés Gnattali. Direção de Fernando Berditchevsky (60min). Rec. a partir de 5 anos. Reestreou em 3/3/2012. Teatro Miguel Falabella (456 lugares). Avenida Dom Helder Câmara, 5332 (NorteShopping), Cachambi, ☎ 2595-8245. Sábado e domingo, 16h. R$ 30,00. Bilheteria: 14h/21h (ter. a dom.). Estac. (R$ 4,50 por quatro horas). Até dia 29.

Fonte: VEJA RIO